Leandro Quadros e a predestinação satânica

Leandro Quadros já disse João Calvino foi um "honesto, inteligente homem usado por Deus", aliás "um dos maiores reformadores que contribuíram de maneira significativa para o pensamento cristão". Quanto aos seus ensinos, que "não há motivo para considerá-lo herético". Sobre a origem da doutrina da predestinação, diz que "quando atribuí os cinco pontos da predestinação a João Calvino, quis deixar claro que os mesmos se originam na ideia dele". Agora, porém, ele conclui que "a predestinação calvinista é em si diabólica... é demoníaca e não faz parte da Bíblia".

Sua conclusão foi resposta a uma pessoa que perguntou "como analisaremos os versículos de Efésios 1:4-5 e Romanos 8:30, sobre a eleição e a predestinação?" (video aqui, a pergunta está no tempo 50:00). Por alguma razão ele achou que ajudaria no entendimento das passagens atacar como diabólica uma doutrina atribui a um homem de Deus. Por ora, deixarei de lado a questão da origem satânica da predestinação e me limitarei a analisar a resposta que o professor deu e tentar apresentar uma resposta alternativa às duas passagens.

Tirando o ataque à "predestinação calvinista", após ler Ef 1:4-5 Leandro reconhece que "aqui fala que Deus, realmente, de antemão nos predestinou". Mas emenda: "Ele predestinou que todos, obviamente os que aceitassem a Cristo, fossem santos e repreensíveis em sua presença". Primeiro, de que parte do texto lido ele tirou "os que aceitassem a Cristo"? Ele empurrou isso para dentro do texto, não estava lá. Segundo, se Deus predestinou que somente os que aceitassem a Cristo seriam salvos, a conclusão lógica é que Ele não predestinou a todos, mas apenas a alguns. Usando suas palavras, “Deus foi com a cara” de quem Ele viu que iria aceitar a Jesus e os predestinou. E terceiro, isto contradiz o que ele afirma em outro lugar, que Deus predestinou a todas as pessoas para a salvação.

Então ele vai para Romanos 8:28-30, que ele considera “um resumo do plano de salvação”. Depois de ler o verso 29, ele diz que Deus “predestinou que os que aceitarem a Cristo sejam a imagem de Seu Filho”. Novamente, o elemento “aceitar a Cristo” é imposto ao texto, não extraído dele, pois todas as ações mencionadas ali são efetivadas por Deus. Depois, mais enfático diz que “Deus não predestina uma pessoa em si para ir para o céu ou para o inferno”. Ou seja, a passagem não tem caráter soteriológico. Mas ele não tinha dito que a passagem era “um resumo do plano de salvação”? Agora diz que tudo o que “Ele predestina é o tipo de caráter que a pessoa que vai para o céu precisa ter aqui na terra”. Diferentemente do que ele afirma, quem lê a passagem descobre não o que uma pessoa precisa fazer ou ter, mas o que Deus faz para e nas pessoas que Ele conheceu de antemão. Em resumo, a resposta do professor é confusa e inconsistente.

Respondendo ao consulente do Leandro Quadros, o que as duas passagens dizem exatamente sobre eleição e predestinação? Efésio 1:4 diz que Deus “nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele”. A voz média de “nos escolheu” indica que Deus nos escolheu por e para Ele mesmo, portanto, não traz a ideia de escolher baseado em algo visto no objeto da escolha. “Para” indica o propósito para o qual fomos escolhidos, não a causa de nossa escolha. “Sermos santos” significa que Deus nos “escolheu de todos os povos que há sobre a face da terra, para lhe serdes seu povo próprio” (Dt 14.2), como a Israel outrora. E “irrepreensíveis perante ele” significa que o eleito comparecerá “isento de culpa, na presença de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus” (1Ts 3.13). Noutras palavras, “antes da criação do mundo, Deus já nos havia escolhido para sermos dele por meio da nossa união com Cristo, a fim de pertencermos somente a Deus e nos apresentarmos diante dele sem culpa” (Ef 1.4, NTLH). Se isto não é eleição para a salvação, não sei mais o que seja.

Paulo continua dizendo que “em amor nos predestinou para ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade” (Ef 1.5). Predestinar significa “decidir de antemão”, “predeterminar”, “destinar antecipadamente”. O quando é "antes da fundação do mundo", referido no verso anterior. Os objetos da predestinação não são coisas, como a fé ou o caráter, mas pessoas: “nos predestinou". "Para Ele, para a adoção de filhos” indica o propósito, quer dizer que estamos de antemão destinados a nos tornar filhos de Deus. Isto se dá “por meio de Jesus Cristo”, que é o agente da adoção, pois "Deus enviou seu Filho... a fim de que recebêssemos a adoção de filhos" (Gl 4:4-5). E a predestinação para a vida foi “segundo o beneplácito de sua vontade”, ou seja, “porque assim foi do teu agrado” (Mt 11.26) e não por alguma razão em nós encontrada. Numa paráfrase moderna, “por causa do seu amor por nós, Deus já havia resolvido que nos tornaria seus filhos, por meio de Jesus Cristo, pois este era o seu prazer e a sua vontade” (Ef 1:5, NTLH). Com isto concluímos que o ensino de Efésios é que Deus nos escolheu e nos predestinou soberanamente para a salvação. Nada indica que seja menos que salvação, nem que ela se deva a alguma coisa prevista em nós.  

Romanos 8:30 diz “e aos que predestinou, a esses também chamou; e aos que chamou, a esses também justificou; e aos que justificou, a esses também glorificou”. Basta que notemos, aqui, que todos os verbos tem Deus como sujeito, e não o homem. Voltando ao verso anterior, temos que “aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos” (Rm 8.29). Note, de início, que o que é conhecido de antemão são pessoas, e não o que essas pessoas tinham ou fariam. As mesmas pessoas conhecidas, são predestinadas, com o sentido que já demos para a palavra. "Para" indica que a predestinação é "segundo o seu propósito" (Rm 8:28) que é "serem conformes à imagem de seu Filho". Já vimos em Efésios que o propósito da predestinação é nos fazer filhos de Deus, aqui a ideia é ampliada para dizer que é nos fazer filhos de acordo com o molde, modelo ou imagem de Jesus. "A fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos", o primogênito é filho natural, os "muitos irmãos" por adoção, como explicado em Efésios.

O que expus sobre o que as duas passagens ensinam sobre eleição e predestinação é o que se pode chamar de "doutrina da predestinação calvinista". Claro que se for conveniente a alguém, ele pode caricaturizar à vontade essa doutrina, é a tal falácia do espantalho. Mas essencialmente, ela ensina que Deus nos escolheu para a salvação e que preordenou todos os meios que nos conduziriam à fé e nos preservaria até à glória. Segundo o professor Leandro, tal interpretação é "bem diferente da predestinação bíblica", mais que isso, é "diabólica e demoníaca". A despeito disso, é a interpretação que leva em conta o significado verdadeiro dos termos utilizados, que atenta para as construções sintáticas e que trabalha com o que encontra no texto, sem fazer inserções de conceitos humanos tais como "aceitar a Jesus".

Esta doutrina, posto que bíblica, é inaceitável ao homem natural. Até mesmo o nascido de novo, acostumado com o discurso humanista que coloca o homem como o ponto para o qual tudo converge, tem dificuldade em se ver como mero objeto da escolha divina, cuja existência é ser utilizado para glória Dele, sem participação decisiva nesse processo. A imagem do barro a mercê do Oleiro lhe é incômoda. Porém, é necessário afirmar o que o texto afirma, como afirma, sem artifícios que o tornem menos áspero a paladares delicados. Também para isso precisamos da graça de Deus. “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida” (Tg 1.5).

Soli Deo Gloria

106 comentários:

  1. Que confusão...

    É possivelmente ele dirá que o calvinismo é diabólico e não João Calvino. Sabe aquilo que dizem que os calvistas foram mais longe do que Calvino. Na verdade, acho, que Calvino foi muito mais longe que os calvinistas... afinal (se não me falhe a cacholeta cinza)Calvino disse em termos de um 'decreto terrível'.

    Na verdade Clóvis, Leandro Quadros só diz de Calvino nesses termos por que Ellen White disse. Tudo que ele vai falar, primeiro ele se certifica se estará de acordo com a Nossa Senhora de Todos os Sonhos:


    " Deus estava ainda a preparar obreiros para ampliar a Sua causa. Em uma das escolas de Paris havia um jovem refletido, quieto, e que dava mostras de espírito robusto e penetrante, e não menos notável pela correção de vida do que pelo ardor intelectual e devoção religiosa. Seu gênio e aplicação logo o fizeram o orgulho do colégio, e tinha-se como certo que >>João Calvino seria um dos mais hábeis e honrados defensores da igreja."

    "Calmamente deu Calvino início à sua obra, e suas palavras foram como o orvalho que caía para refrigerar a terra."

    "Calvino, se bem que fosse hábil lutador nos campos da controvérsia religiosa, tinha a cumprir uma missão mais elevada do que a daqueles teólogos ruidosos."

    "Calvino prosseguia de casa em casa, abrindo a Escritura ao povo, falando-lhes de Cristo, o Crucificado."

    Etc, etc, etc

    O Grande Conflito

    As palavras de Leandro levam em consideração a profetisa... só isso. Ele não tem esse conceito de Calvino. Afinal, já disse várias vezes da doutrina nesses termos, imagine se tratar Calvino que além de dizer isso ensina o inferno? a imortalidade da alma? o batismo infantil? o domingo?

    Só quem não conhece, compraria o peixe dos elogios!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luciano,

      É isso mesmo. Eu não me deixo levar com os elogios dele, nem com os da Sra. White, pois o que ele diz da doutrina é também o que ela diz. Ou seja, neste, como em muitos outros tema, ele apenas papagueia o que a profetisa dele escreveu.

      Mas postei para que se veja a incoerência dele, e dela.

      Em Cristo,

      Excluir
    2. Acredito que Jó pensava diferente sobre a predestinação.

      Excluir
    3. " Porventura também farás tu vão o meu juízo ou me condenarás, para te justificares?" Jó 40:8

      Excluir
  2. "Permita-me dirigir-me chamando-o de você, o que é normal entre amigos..."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que agora, por ter dito a verdade, eu me tornei inimigo de vocês? (Gl 4.16)

      Em Cristo,

      Excluir
  3. " Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão e julga a seu irmão, fala mal da lei e julga a lei; e, se tu julgas a lei, já não és observador da lei, mais juiz. Há só um legislador e um juiz que pode salvar e destruir. Tu, porém, quem és, que julgas a outrem?"

    “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida” (Tg 1.5).

    Peça com fé e não duvides...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Numa época politicamente correta, erra quem defende a verdade contra ensinamentos errados. E erra duas vezes quem ao corrigir erros dá o nome de quem errou.

      Porém, a linha editorial do Cinco Solas sempre foi de defender a verdade, corrigir ensinamentos errados e fazer isso dando nome a quem disse isso ou aquilo. Em textos de nossa autoria não tem indiretas do tipo "tem gente que...".

      Claro que isso pode ser visto como ataque pessoal. Ninguém gosta de ver o próprio nome, ou o nome de uma pessoa querida, ser associado com um ensinamento que está sendo contestado. Mas esta é a postura do Cinco Solas.

      Em Cristo,

      Excluir
  4. Anonimato, refúgio dos covardes...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixa o papai conversar e volta a assistir tv.

      Excluir
    2. Pegou pesado agora...cinco SOLADAS de Bruce Lee

      Excluir
  5. ai que invejinha do lendro quadros...
    rsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É tudo o que tem a dizer? Então poderia ter ficado quieto.

      Em Cristo,

      Excluir
    2. Não foi coice, foram cinco SOLADAS na cara.

      Excluir
  6. Anônimo 11 fevereiro

    Acertou na mosca!! rsrsrs É só olhar os outros artigos deles nenhum comentário.

    "Em Cristo,"

    Saul A. Filho

    ResponderExcluir
  7. Sabe o que eu acho dessa discussão toda?

    Enquanto tiver na Bíblia o capítulo 9 de romanos, todos os arminianos terão sérios pesadelos com essa questão de livre-arbítrio.

    Durante séculos a palavra esteve escondida e muitos viveram sem conhecer a verdade sobre o evangelho de Cristo, perguntem aos humanistas se Deus se atreveria a condená-los, e logo vai perceber um monte de comentários sem base bíblica, já cheguei até á escutar que nesse caso a salvação se daria pelas obras, olha só.


    Eu demorei muito pra entender essa doutrina, até que não podendo mais confrontá-la, tive que aceitar a verdade infalível da Palavra, que Deus escolhe a quem ele quer salvar

    Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.
    Mateus 22:14

    ResponderExcluir
  8. Enquanto tiver na Bíblia o capítulo 9 de romanos, todos os arminianos terão sérios pesadelos com essa questão de livre-arbítrio.

    Pesadelos? Acho que não. Romanos 9 não é mais uma pedra no sapato para quem estuda. De fato há até mesmo calvinistas que concordam que Romanos 9 não ensina calvinismo por si só. Se eu fosse escolher, Efésios 1 poderia ser um caso mais interessante para o calvinismo.

    E livre arbítrio se torna irrelevante nessa discussão. Afinal de contas, predestinação por assim dizer é mais discutida na ótica divina e não na humana (afinal, apenas dois dos cinco pontos da TULIP falam do ser humano) e há quem creia em eleição incondicional e liberdade libertária. São Tomás de Aquino seria o exemplo mais imediato.

    -- DeformingBlindness

    ResponderExcluir
  9. Anônimo, pelo que eu entendi, tu achas que romanos 9 não apoia tanto a predestinação em si, bom mesmo eu não vejo bem dessa forma, pelo menos na época que eu não compreendia bem essa doutrina, sempre que lia romanos 9 ficava confuso, por mais que se tente levar para o lado da escolha do homem, não dá pra distorcer textos tão claros das Escrituras, uma coisa é eu não entender determinado assunto na Bíblia, outro é ver este mesmo assunto e distorce-lo até que ele se encaixe no seu ponto de vista.

    A Bíblia é bem clara ao falar de alguns que foram predestinados por Deus para serem salvos

    ResponderExcluir
  10. Seu ponto de vista, não se refere a voçê especificamente, mais a qualquer um de modo geral

    ResponderExcluir
  11. Prezado Clóvis,

    Acreditamos que Calvino foi um homem de Deus; cremos que ele surgirá na ressurreição dos justos, apesar de o mesmo ter defendido uma doutrina que não apresenta a menor base bíblica e, pior, põe em dúvida o caráter de Deus!
    Não sabemos se ele foi advertido "desse erro" por algum teólogo cristão. Portanto, ele pode ter ensinado daquele jeito sem ter sido orientado sobre o seu engano.
    Parece um paradoxo?

    Permita-me fazer uma comparação:
    O Senhor Jesus disse que Seu exemplo era também a lição a ser seguida (Jo.: 13.15), logo, o exemplo do cristão não deixa de ser uma forma de ensinar doutrinas às pessoas.
    Diante disso, vemos, por exemplo, Davi que era "segundo o coração de Deus", cremos que ele surgirá na ressurreição do justos, APESAR de ter dado péssimo exemplo (levando outros a errarem), pois adulterou, matou, foi presunçoso, etc. No entanto, ele será salvo!

    Então, embora Calvino tenha cometido o pecado de ensinar contrário ao que a Escritura determina (em relação à predestinação agostiniana) e, também, Davi ter pecado no ensino à prática da poligamia, acreditamos na salvação de ambos, mas não defendemos tais ensinos satânicos que saíram de seus lábios e/ou ações.

    JCosta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JCosta,

      Temos duas afirmações adventistas sobre Calvino:

      1. Ele foi um homem de Deus; e
      2. Ele ensinou uma heresia diabólica.

      Pergunto: o que caracteriza uma pessoa como "homem de Deus", já que uma pessoa pode ensinar uma heresia satânica e continuar sendo um homem de Deus?

      Em Cristo,

      Excluir
    2. Caro Clóvis,

      Na minha fala anterior (21/02, 16h38) já dou a resposta à esta sua pergunta quando digo que alguém pode ensinar algo errado "por ignorância" e ser sim um filho do Senhor, porque "pensava" estar ensinando corretamente. O problema não estar tanto no erro em si, até porque Calvino era homem pecador (sujeito a erros) e o Senhor veio para salvar pecadores que confiem em Sua salvação.
      Entendo que o problema maior é causado por quem propaga a heresia, sabendo que tal ensino se apresenta de forma antibíblica.

      O exemplo de Davi também já serviu para responder a você, pois, apesar de muitas ações antibíblicas, ele ressurgirá nAquele Dia.
      Outra caso que podemos citar é o relato de Mat.: 16.21-23, onde vemos Pedro tentando convencer ao Senhor a não ir p/ Jerusalém (portanto, ao Gólgota). A resposta de Cristo a Pedro foi enfática:
      "Arreda, Satanás" (verso 23)
      Mesmo o apóstolo sendo um homem de Deus, agiu (por ignorância) como ministro do inimigo naquela ocasião, e isto não o descaracterizou como um cristão salvo. Cremos que algo semelhante ocorreu com Calvino.

      JCosta.

      Excluir
    3. JCosta,

      Pelo que entendi, um homem de Deus não deixa de sê-lo se ensinar heresia, desde que o faça por ignorância. No caso de Calvino, ele ensinou a doutrina da predestinação por ignorância e não havia ninguém que chamasse sua atenção para a heresia que ensinava. Há alguns problemas com essa tese. O principal deles é: Calvino pode ser considerado ignorante?

      Primeiro, conforme você mesmo diz, o ensino dele era a predestinação agostiniana, o que remete a Agostinho. Se ele conhecia a posição de Agostinho, conhecia também a de seus adversários, pois ele teve muitos opositores. Logo, os próprios adversários de Agostinho advertiram Calvino e ele não pode ser considerado ignorante.

      Segundo, Calvino teve vários adversários que debateram com ele, através de obras de refutação e cartas. No momento, estou lendo um livro que registra o debate entre Calvino e Sebastian Castellio, onde este tenta mostrar que a predestinação é diabólica. Uma das frases usadas por seus adversários é "Calvino diz ser profeta de Deus, mas nós dizemos que ele é profeta do Diabo". Castellio chega a dizer "Se porventura você estiver errado (porque somos todos homens), peço-lhe, Calvino, que dê glória a Deus. Isto será mais proveitoso que persistir no erro". Como você vê, nós sabemos que ele foi advertido "da sua heresia".

      Terceiro, Calvino não era um figura isolada na Reforma. Havia vários reformadores seus contemporâneos, como Lutero e Zwinglio, para ficarmos com dois dos mais expressivos. Se Calvino estivesse ensinando uma heresia, será que eles não teriam lhe corrigido? Esses três teólogos divergiram, debateram e até "brigaram" por causa de uma questão envolvendo a presença de Cristo na Ceia. Seria que deixariam passar essa heresia de Calvino sem combatê-la?

      Quarto, Calvino tinha consciência de que sua doutrina não agradava aos homens. Certa vez escreveu que "só porque afirmo e mantenho que o mundo é governado pela secreta prividência de Deus, uma multidão de homens presunçosos se erguem contra mim alegando que apresento Deus como autor do pecado... outros tudo fazem para destruir o eterno propósito divino da predestinação".

      Finalmente, EGW diz que Calvino preparou-se "pelo estudo, meditação e oração, para os seus futuros labores" e que "desvendava as palavras de vida eterna aos que as desejavam ouvir". Para ela, a doutrina de Calvino continha erros, mas não que ele fosse ignorante.

      Então, se Calvino não ensinava a doutrina da predestinação por ignorância ou falta de quem lhe chamasse atenção para o erro, e esta doutrina é uma "heresia satânica", então como pode ele ser considerado um homem de Deus?

      Em Cristo,

      Excluir
    4. Caro Clóvis,

      Já que Calvino foi advertido e persistiu no erro, segundo o que vc diz (eu não pesquisei sobre isto),esperemos, portanto, a ressurreição para, com fé no Senhor, vermos se Calvino participará dela ou não.
      Acredito ser beeeeem mais fácil ele (calvino) estar no grupo dos salvos e eu não, pois a despeito de seus erros ao defender a predestinação de Agostinho, tenho o reformador como um grande homem de Deus, o qual levou multidões a acreditar no Deus da Bíblia, colaborando maravilhosamente para que as Sagradas Letras fossem difundidas naquele mundo de trevas de sua época.

      JCosta

      Excluir
    5. JCosta, veja homens de Deus que em momento de fraqueza, por descuido, presunção ou ignorância sobre o assunto, foram usados por Satanás, como no caso de Calvino, principalmente se for levado em conta que na Reforma a Iluminação Divina era progressiva e em ponto especifico.
      -Pedro, Mateus 16: 13 a 23
      - Davi, I Reis 9:4
      Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

      Excluir
    6. Osmar,

      Poderia nos falar um pouco mais sobre esse conceito de "iluminação progressiva"? Gostaria de saber:

      1. Depois de fechado o cânon, Deus continua a revelar novas verdades?

      2. Um verdade posterior pode contradizer uma verdade anterior?

      Agradeceria se pudesse responder de forma objetiva.

      Em Cristo,

      Excluir
    7. Um exemplo simples. Não sei se é toda a igreja Presbiteriana ( penso que sim, mas posso estar enganado), achava que a maçonaria era algo bom, ou que não era diabólica, tanto é verdade que os maçons dominavam a igreja Presbiteriana. Hoje graças exclusivamente a Iluminação constante e progressiva de Deus, através do estudo da Palavra de Deus pelos Lideres e membros presbiterianos (ao menos alguns), a igreja Presbiteriana tomou ou está tomando posição contra a maçonaria. Ou seja, a Verdade já está na Palavra de Deus (inspiração Divina), mas a igreja Presbiteriana tinha como verdade a maçonaria como algo bom, algo compatível com o cristianismo. Contudo, como o estudo constante da Palavra de Deus e o desejo da fazer o correto, houve a Iluminação Divina quanto a verdade acerca da Palavra de Deus em relação a maçonaria. Agora diz pra mim quanto tempo.
      A Iluminação progressiva que referi é a compreensão acerca da Palavra de Deus através do Espírito Santo. Ponto específico: assunto, tema ou doutrina da Palavra de Deus. É só você buscar na memória seu inicio no cristianismo, e fazer a comparação acerca do seu entendimento da Palavra de Deus, antes e agora. “Lâmpada para os meus pés é a Tua Palavra e Luz para os meus caminhos” (Salmos 119:105- Salmos 18:28 –34:5-Efésios 5:14-Heb.10:3-2João 14: 26 e 16:13).
      Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

      Excluir
    8. Osmar,

      Acho que entendi. Não se trata de novas revelações, mas de compreensão ou entendimento de uma revelação já existente acerca de uma determinada doutrina. Se me permite, porém, acho que o termo iluminação progressiva seria inadequado, pelo menos para os exemplos dados até aqui.

      Uma vez que a revelação de doutrinas está completa e o cânon fechado, o que pode ocorrer não é um progresso no entendimento da verdade, mas um afastamento da verdade sempre presente, com um eventual retorno a elas, concorda? Pois de outro modo, seria o mesmo que dizer que hoje temos um entendimento mais preciso da verdade bíblica que os reformadores, no meu caso, e de Ellen White, no seu.

      Mas tomemos um outro exemplo, a doutrina da Trindade. Os reformadores eram trinitarianos. Os pioneiro adventistas, que vieram muito depois deles eram (em sua maioria) anti-trinitarianos. Os adventistas atuais são, como os reformadores, trinitarianos. Tomando-se então uma doutrina pontual, a da Trindade, temos que a iluminação não é progressiva, mas do tipo "vai e vem". Concorda?

      Tenho ainda uma pergunta a lhe fazer. No caso de Ellen White, trata-se de revelação ou iluminação? Se revelação, como fica sua afirmação de que "a Verdade já está na Palavra de Deus", uma vez que em seus escritos temos acréscimos ao que está na Bíblia? No caso dela, trata-se então apenas de iluminação?

      Em Cristo,

      Excluir
    9. Confesso que usei o assunto da maçonaria para lembrar para os presbiterianos que eles não tem moral para apontar supostos erros de Denominação nenhuma, uma vez que ela foi dirigida pela maçonaria ou pelo diabo durante muitos anos. Ou você acha que a maçonaria na Igreja Presbiteriana foi predestinação Divina? Quanto a Iluminação lembra-se que escrevi: "principalmente se for levado em conta que (na Reforma) a Iluminação Divina era progressiva e em ponto especifico". Portanto, é só você
      analisar na Reforma os assuntos que cada Reformador trouxe tona, até que os diversos temas fosse melhor compreendido e decidir se é iluminação ou revelação. O assunto Ellen White já está esclarecido pela igreja Adventista do 7º Dia, alem de que vocês exigem perfeição dela que não exige da Davi, Abraão, da Igreja Presbiteriana e etc. Ou seja, dois pesos e duas medidas. Rejeito comentar.
      Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

      Excluir
    10. Osmar,

      Não sei porque você está mencionando a Igreja Presbiteriana em suas respostas a mim. Não sou presbiteriano. Além disso, minhas referências em geral são ao adventismo como sistema doutrinário mais que como denominação. De qualquer modo, se quiser me devolver na mesma moeda, vai ter que dar exemplos envolvendo a Igreja O Brasil Para Cristo.

      Quanto a você rejeitar a comentar, como eu disse no dia 1 de abril (está lá embaixo), é uma das vantagens de se dizer adventista. Pode acusar, em seguida se recusar fundamentar o disse e no final se passar por vítima.

      O "viticismo" aparece no seu comentário quando disse "vocês exigem perfeição dela que não exige de Davi", etc. Primeiro, eu nunca acusei de adultério e homicídio premeditado, logo, sou mais generoso com ela do que com Davi. Por outro lado, aquilo que consta da Bíblia e que foi dito por Davi, considero inerrante, o que não é o caso dos escritos de Ellen White, ao menos para mim. Portanto, sua reclamação é injusta, pois "exijo" perfeição de Davi quanto aos escritos mais do que de Ellen White, e quanto à vida pessoal, acusei-o de coisas que não acusei a sra. White.

      Mas pode sair pela tangente no que lhe perguntei sobre Ellen White. Isto é normal dos adventistas desta paragens, salvo honrosas exceções.

      Em Cristo,

      Excluir
    11. 1º Escrevi que: "para lembrar para os presbiterianos que eles" (e não a você.)
      2º- quando disse :"vocês exigem perfeição dela que não exige de Davi", etc", é no sentido de que, sendo ela considerada profeta para a igreja adventista, não se deve usar dois pesos e duas medidas para analisar se uma pessoa foi profeta verdadeira ou falsa. É nesse sentido que aleguei que vocês exigem perfeição dela que não exige da Davi, Abraão, da Igreja Presbiteriana e etc. Ou seja, Ellen White foi profeta de Deus ou de Satanás, não tem meio termo. Nós igreja Adventista do 7º Dia cremos ter sido ela de Deus. Agora, se vocês acham que não foi, tenham ao menos a honestidade de não usar dois pesos e duas medidas na análise e comparação com os profetas mencionados na bíblia. Exemplo: Davi é segundo o coração de Deus. Mas quando ele estava com a mulher de Urias e quando providenciou a morte dele para encobrir seu ato, Davi não estava sendo segundo o coração de Deus. Portanto, apesar desse desastre Deus não o desqualificou com profeta(Atos 2:29,30). Como você sabe, os pecados que alguns profetas de Deus cometeram não os tornaram falsos profetas pelo próprio Deus, mas na análise de você quanto a Ellen White ter sido uma profeta, é exigido o perfeccionismo dela. Com isso, estão usando dois pesos e duas medidas. O tempo dirá da mesmo forma que o tempo de estudo da Palavra de Deus por alguns pastores de outra denominações, inclusive da sua, disse que o Sábado do 7º Dia é o Dia Senhor, mas ainda se mantém na denominação de origem. Eu me considero um pecador salvo pelos méritos de Senhor Jesus, e em salvo é um bem-aventurado, mas isso não impede o salvo contestar, e apontar enganos, injustiças ou astúcia diabólica.
      Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

      Excluir
    12. Osmar,

      1. Embora tenha presbiterianos que visitam e eventualmente comentam neste blog, é preferível que você dirija suas palavras diretamente a pessoa a quem pretende falar e não vagamente a denominações.

      2. Quem está usando dois pesos e duas medidas é você. Na verdade, está usando grandezas (para usar um termo metrológico adequado) diferentes para comparar Ellen White com Davi. É como se estivesse dizer que 1m equivalo a 1kg. São grandezas diferentes. Vejamos:

      a) Podemos comparar a vida pessoal de Davi e de Ellen White. Sei que Ellen White cometeu pecados, assim como Davi. Alguma vez fui injusto com ela, acusando-a de algum pecado pessoal, mesmo sabendo-a pecadora? Não. Por outro lado, jamais escondi que Davi foi um adúltero e homicida. Se fosse para alguém reclamar neste particular, seria Davi, não a sra. White.

      b) Podemos comparar os escrito de Davi e de Ellen White. Os primeiros para mim são inspirados, inerrantes e infalíveis. Já os escritos de Ellen White não são inspirados da mesma forma, contém erros e não são infalíveis. Isto é o que creio, e posso provar, mas você pode crer diferente, embora duvide que possa provar.

      Agora, deixe-me mostrar a falácia de seu raciocínio. Porque eu não considero os escritos da sra. White inerrantes, você me acusa de exigir dela uma perfeição de vida que não cobro de Davi. Ora, você está misturando as coisas. Não estou discutindo pecados pessoais, mas os escritos de cada um.

      E sendo assim, lhe pergunto: os escritos de Ellen White tem a mesma inspiração (natureza e/ou grau) e são inerrantes tanto quanto os de Davi? Por favor, uma resposta objetiva é bem vinda.

      Em Cristo,

      Excluir
    13. Mais um vez: Como você sabe, os pecados que alguns profetas de Deus cometeram não os tornaram falsos profetas pelo próprio Deus, mas na análise de você quanto a Ellen White ter sido uma profeta, é exigido o perfeccionismo dela. Com isso, estão usando dois pesos e duas medidas. O tempo dirá da mesma forma que o tempo de estudo da Palavra de Deus por alguns pastores de outras denominações, inclusive da sua, disse que o Sábado do 7º Dia é o Dia Senhor, mas ainda se mantém na denominação de origem. Eu me considero um pecador salvo pelos méritos de Senhor Jesus, e um salvo é um bem-aventurado, mas isso não impede o salvo contestar, e apontar enganos, injustiças ou astúcia diabólica. Afirmei que vocês exigem perfeição dela que não exige da Davi, Abraão, da Igreja Presbiteriana e etc. E, por falar em escritos “inspirados, inerrantes e infalíveis,” segundo a sua analise “os escritos de Ellen White não são inspirados da mesma forma, contém erros e não são infalíveis”, Veja em Levítico 11:6 em que Moisés afirma nos seus escritos que lebre rumina, quando na verdade ele não rumina, faça uma comparação com o caso em questão, e diga se você pode usar com Ellen White o mesmo peso e a mesma medida quanto aos escritos inspirados, inerrantes e infalíveis do profeta Moisés. Ou no caso dela você exige que os escritos sejam perfeccionista?
      Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

      Excluir
    14. Osmar,

      Deixando de lado a questão de "pecados pessoais do profeta", que não vem ao caso, você diz assume que os escritos de Ellen White contém erros. E para justificar, diz que a Bíblia contém erros. Ou seja, Ellen White é tão importante para vocês que não podendo fugir do fato de que ela errou em seus escritos, rebaixam as Escrituras ao nível dela, dizendo que ela cometem erro.

      No caso da lebre que "rumina" não há erro de Moisés. Sim, tecnicamente, a lebre não rumina, mas pratica refecção. Essa prática, exteriormente falando, é similar à ruminação. Tanto que o próprio pai da taxonomia, Carlos Lineu colocou esses animais na categoria de ruminantes. O que se deve considerar é que Moisés estava dando uma instrução prática para os israelitas no deserto, de como se orientarem quanto aos animais limpos. Portanto, para o propósito que tinha em mente, a informação era exata, não houve erro de Moisés.

      Clóvis

      Excluir
    15. Em momento algum afirmei "que os escritos de Ellen White contém erros," e sim que você exige que os escritos sejam perfeccionista?” Afirmei que vocês usam dois pesos e duas medidas ao exigir dela perfeccionimo que não exige de outros profetas bíblicos. Usei um texto bíblico que afirma que a lebre rumina, e de fato ela não rumina. Não disse que Moisés errou, apenas pedi: “ faça uma comparação com o caso em questão, e diga se você pode usar com Ellen White o mesmo peso e a mesma medida quanto aos escritos inspirados, inerrantes e infalíveis do profeta Moisés. Pensei de forma errada que você conhecesse as diferentes formas de inspiração Divina. Talvez até conheça, mas ignorou. Em ralação a Palavra de Deus, o erro é sempre nosso (quando na analise dela ou alguma parte dela), pela mente finita ou pela desobediência a Palavra de Deus ou parte dela (Atos 5:32). Veja por exemplo o caso do profeta que afirmou que uma cidade seria destruída em 40 dias, mas isso não ocorreu. O profeta mentiu? Tentou enganar o povo? Errou? Não. Quem pode errar na analise da questão são as pessoas. Foi por isso que disse que rejeitei fala o assunto Ellen White dizendo que já está esclarecido pela igreja Adventista do 7º Dia, pelo fato de você rejeitar como verdade, parte da Palavra de Deus, o que impede o Espírito Santo de te conduzir a verdades inclusa na Palavra de Deus ou a te Iluminar para compreensão melhor da Palavra de Deus.
      Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

      Excluir
    16. Osmar,

      Admito que errei, ao presumir que você, assim como o Leandro Quadros e outros adventistas negasse a inerrância bíblica, na impossibilidade de sustentar que Ellen White não cometeu erros em seus escritos. E acredite-me, fico feliz que você afirme "o erro é sempre nosso" quando nos deparamos com aparentes contradições ou imprecisões bíblicas. Portanto, perdoe-me por pressupor que você pensava igual ao Leandro Quadros e os editores do CBA quanto a inerrância das Escrituras.

      Por outro lado, seu comentário suscitou algumas dúvidas e perguntas. De minha parte, embora eu reconheça que existem diversas "teorias da inspiração", nego que existam diversas "formas de inspiração", se com isso você queira significar "graus ou estágios de inspiração". Afirmo que há diversos meios de revelação, porém inspiração é o controle infalível do Espírito Santo do processo de registro dessa inspiração, de modo que ele resulte inerrante. Assim, dizemos que tanto o escritor quanto o escrito são inspirados. Então, se puder me explicar o que você quer dizer com "diferentes formas de inspiração divina", ficarei grato e me ajudará a não cometer o mesmo erro acima.

      Assim sendo, gostaria de lhe perguntar:

      1. Existe algum erro nos escritos de Ellen White? Se sim, de que tipo?

      2. O que significa inerrância para você? As escrituras sagradas são inerrantes em que sentido?

      3. Quanto à inspiração, e por conseguinte inerrância, existe alguma diferença entre os escritos de Ellen White e a Sagrada Escritura? Se sim, quais?

      Em Cristo,

      Excluir
  12. Pois é JCosta o pior cego é aquele que não quer ver!!!

    Dizer que a doutrina da predestinação é satânica, é não querer enxergar que em certas SEITAS como o adventismo é ensinado sobre 1844, e o sábado como um sêlo para a salvação. Beira o ridículo tentar apontar o cisco no olho do irmão quando vocês mesmos nem olhos tem para enxergar a verdade.

    Abraços a todos

    Na paz do Cordeiro

    Anderson

    Sola Scriptura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estimado Anderson,

      Concordo que o pior cego é aquele que não quer ver, ENTÃO, por que vc insiste nessa cegueira herética da predestinação agostiniana? Saia dessa, amigo, antes que seja tarde!

      A respeito da profecia de 1.844, se vc não quer acreditar, é uma escolha sua, mas que a mesma foi predita nas Escrituras como clímax de Dan.: 08.14, não podemos negar.

      Em relação ao sábado como a marca (ou sinal ou selo) de Deus no crente, é a Bíblia quem diz isto. Ver Êx.: 31.13, Ezeq.: 20.12, 20.
      Olhe só o que temos também em Apoc.: 14.11-12:
      "... não têm descanso algum... os adoradores da besta... e quem receba a marca do seu seu nome.
      Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus."
      Veja que a marca da besta é colocada em contraste com os mandamentos de Deus, portanto, o sinal do Pai é um dos preceitos da Sua Lei, e o mandamento que é chamado de sinal nas Escrituras (ver Ezeq.: 20.20, por exemplo) é o sábado.

      JCosta.

      Excluir
    2. Pois é JCosta depois é o Calvino que é herético!! É esse tipo de estudos q esnsinam e no lugar onde vc congrega? Vocês acreditam nisso que você falou? Jesus! Maranatha!!!

      na paz do Cordeiro

      Anderson Demoliner

      Sola Scriptura

      Excluir
    3. Anderson,

      Logicamente acredito no que expliquei em 23/02/13 às 00h09! E, realmente, é herética é a predestinação agostiniana defendida por vocês (isto é fato)... Agora, se vc discorda de nós, adventistas, por que não tenta refutar a doutrina ao invés de apenas dizer que não crê porque entende que seria erro? Responder assim, é algo muito vago. Busque "provar" biblicamente o suposto erro na doutrina, meu prezado.

      JCosta

      Excluir
  13. Boa noite a todos sou daqui de salvador, Batista calvinista como ensinadop aqui na maioria das igrejas batistas tradicional, até q não concorde com todos os pontos, isso é a fé da pessoa e individual de cada um, Calvino foi o maior reformador, assistia todas as semanas o programa depois desse golpe baixo desse q se diz pastor, até q ele diga q não concorde coa a tese tudo bem, mas ir a um programa em rede nacional ao vivo dizer q Calvinismo é diabolico e demoniaco eles q tanto reclamam de perseguição a sra. Ellen white fazendo isso, isso é intolerância religiosa ele inclusive ja estava passivo de ser processado, mas prefiro q Deus resolva se uma pessoa faz questão de ofender o próximo é pq não o ama então o mesmo é impossivel amar a Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em geral, os que se fazem de vítima passam para o papel de vitimadores na primeira oportunidade. Assim, não é de se estranhar que os que se dizem perseguidos nem se deem conta quando mudam de lado.

      Em Cristo,

      Excluir
    2. Maranatha, O Senhor Logo Vem.

      Vem Senhor Jesus !

      Excluir
  14. Meu caro anônimo de 25/02/13, 19h42,

    O Leandro nunca disse que Calvino seria demoníaco! Procure se informar antes de tirar suas conclusões...

    Prezado Clóvis,

    Essa sua mania de dizer que os adventistas se "fariam de vítimas" constitui numa péssima estratégia sua, pois nós apenas respondemos aos ataques que, frequentemente, várias pessoas nos lançam.
    Vc sabe que o ICP, o CACP, o MCA, 5 solas, dentre outros, vivem lançando dardos inflamados contra nós, mentindo a nosso respeito e distorcendo as citações da sra. White. Sempre que tivermos oportunidade, providenciaremos que a verdade seja colocada diante de todos, evidenciando várias mentiras que tais instituições propagam por aí.
    Ah! Também não gostamos de ficar calados quando vemos a Escritura sendo deturpada por muitos, mundo a fora...

    JCosta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JCosta,

      Não respondo pelo ICP, CACP, MCA, CQC nem pela MTV. Quanto a mim e o Cinco Solas:

      1. Que mentira eu disse a respeito do adventismo? Aponte-me, faço questão de me retratar.

      2. Que texto de Ellen White eu distorci. Tenho igual intenção de me retratar e fazer a citação correta.

      Mas se não puder fazer essas indicações, quem estará mentindo?

      Em Cristo,

      Excluir
    2. Veja o que colei em http://chamabereana.blogspot.com.br/2012/12/o-calvinismo-na-teoria-e-impossibilida.html

      ...“Quando um cristão evangeliza alguém necessita falar do amor de Deus, da morte de Cristo em lugar do pecador por amor a ele. Então é natural que um cristão diga para um não convertido: "Deus te ama, Jesus morreu por você!" O problema para um calvinista é que, em fazendo isto, ele estará mentindo na maioria das vezes em que evangelizar. Já que o Senhor Jesus disse que a maioria das pessoas entra pela porta larga que conduz ao caminho largo da eterna perdição, conclue-se que naturalmente evangelizamos com maior frequência pessoas que irão para o inferno, não-eleitas. Se eu digo para um não eleito "Jesus te ama, ele se sacrificou na cruz por ti", sendo eu calvinista, estou mentindo, porque no postulado calvinista o Messias não amou nem morreu pelo não-eleito. Que grave contradição; para o calvinista cumprir a grande comissão ele precisa pecar, ou seja, mentir com assustadora frequência. Só não peca se não evangelizar. Um momento! Aí cometeria outro pecado, o da desobediência, o da omissão por não cumprir o mandamento do Senhor Jesus do ide, de pregar o evangelho a toda criatura...”
      Por Sandro Moraes-http://chamabereana.blogspot.com.br/2012/12/o-calvinismo-na-teoria-e-impossibilida.html
      continua

      Excluir
    3. Veja o que colei em http://chamabereana.blogspot.com.br/2012/12/o-calvinismo-na-teoria-e-impossibilida.html

      "Sandro Moraes, louvado seja, Deus pela interpretação do que é realmente a predestinação determinista ou dupla, deixando claro que ela não tem nada haver com Deus Criador, Salvador e Mantenedor.
      Por isso dentre muitos Textos na Palavra de Deus que deixa bem claro que a predestinação dupla (que Deus elege uns para salvar o outros para matar) nasceu na mente de Satanás, existe Um Texto que joga uma pá de cal naqueles que ecoam a voz de Satanás com a heresia da predestinação determinista, vejam: “Então, o Rei dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos”(Mat. 25: 41). Quero chamar atenção para o fato de que o Rei declara que o fogo foi preparado para o diabo e seus anjos e não para os malditos que por escolha estarão a Sua esquerda ou os benditos (Mateus 25:34) que por escolha estarão a Sua direita. Ou seja, o fogo foi preparado para Satanás e seus anjos, e não para o ser humano. Por isso só irá para o fogo, por escolha, por rejeição a Palavra de Deus, por livre arbitrio Portanto, “irmãos, por trás do ensinamento da predestinação dupla (que Deus elege uns para salvar o outros para matar), satanás está ensinando, insinuando, está fazendo alguns crerem que :
      -ele deixou de ser Lúcifer para ser satanás por eleição de Deus.
      - a terça parte dos anjos foram também predestinados por Deus à tornarem-se demônios.
      -o mal foi predestinado por Deus.
      -o ladrão veio para matar, roubar e destruir por predestinação Divina, ou seja, ele e seus demônios fazem o que fazem Por predestinação de Deus. È isso que Satanás quer que as pessoas pensem.
      Mas queridos, lembram-se, de João 8:44
      Segundo o ensino da predestinação dupla ou determinista, podemos afirmar que Deus predestinou dois sacerdotes para levarem fogo estranho perante a Sua face para assim poder destruí-los e assim mostrar Sua santidade naqueles se achegam a Ele. É o caso de Nadabe e Abiú. Eles foram separados por Deus para ministrar como sacerdotes de Deus, as ‘coisa’ e o povo de Deus, no Tabernáculo de Deus. Eles eram símbolos de Cristo e Seu Ministério a favor da humanidade. Contudo foram fulminados por Deus por levarem “fogo estranho perante a face do Senhor, o que Ele não ordenara”(Lev. 10:1) . Mas observe que os sacerdotes na verdade usaram o livre arbítrio na escolha do fogo estranho e não predestinados ou eleitos para a pratica daquele mal pelo próprio Deus. Pois a ordem do Senhor era não oferecer incenso estranho (Êxodo 30;8,9) ou como diz em Lev. 10 “o que Ele (o Senhor) não ordenara”. É imperativo mencionar que a vontade de Deus é que sejamos “santo como Ele é Santo” e não que levemos fogo estranho perante a sua face. E, que foi Deus quem escolheu Arão e seus filhos Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar para oficiarem como sacerdotes perante Sua Face (Êxodo 28:1).
      Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br"


      Excluir
    4. André R. Fonseca6 de março de 2013 20:29

      Para os precipitados de plantão,

      A palavra "anjo" nem sempre significa aquele "ser de asinhas"... pensa bem, demônios são anjos caídos, como anjos caídos tem anjos? Anjos de anjos? Como é que é isso? Seria como se Jesus dissesse "feito para os anjos caídos e seus anjos"???? Não faz muito sentido!

      Agora, à semelhança de apocalipse, quando se interpreta a palavra "anjo da igreja" como o "mensageiro da igreja", pois é exatamente isso que a palavra anjo significa (basta dar uma boa olhada num dicionário de grego), o texto citado de mateus 25:41 pode ser entendido como o lugar preparado para o diabo (os anjos caídos) e seus mensageiros, seus emissários... seres humanos naquela condição são considerados como mensageiros dos demônios!!!

      Mas há quem prefira ter uma leitura mística das escrituras pra conseguir sempre espraguejar contra o calvinismo... fazer o que?!

      Outra coisa,
      Vocês querem encontrar uma estrutura sistematizada do emprego de termos na Bíblia como você encontra numa teologia sistemática. Nem sempre as palavras têm o mesmo valor, não são empregadas no mesmo contexto e significado.

      O "não ordenar" está ligado ao procedimento litúrgico que foi ignorado, e por isso foi tomado como "fogo estranho". Nada tem a ver com o "ordenar" no sentido destinar ou predestinar.

      Mas tudo isso é porque nada podemos contra a verdade... lamentável!

      Excluir
    5. André R. Fonseca6 de março de 2013 21:04

      Não precisava, mas vou fazer!

      Em todos os versículos abaixo a palavra ἄγγελος /angelos/ (anjo) está empregada para significar um homem ou um ser de asas com aréola na cebeça?

      Este é aquele de quem está escrito: Eis aí envio eu ante a tua face o meu mensageiro, que há de preparar adiante de ti o teu caminho. Mateus 11:10

      E, tendo-se retirado os mensageiros de João, Jesus começou a dizer às multidões a respeito de João: Que saístes a ver no deserto? um caniço agitado pelo vento? Lucas 7:24

      Enviou, pois, mensageiros adiante de si. Indo eles, entraram numa aldeia de samaritanos para lhe prepararem pousada. Lucas 9:52

      Conforme está escrito no profeta Isaías: Eis que envio ante a tua face o meu mensageiro, que há de preparar o teu caminho; Marcos 1:2

      E de igual modo não foi a meretriz Raabe também justificada pelas obras, quando acolheu os espias, e os fez sair por outro caminho? Tiago 2:25

      Então... anjo é sempre aquele de asinha e auréola na cabeça? Tá por fora...

      Excluir
    6. Prezado Clóvis,
      A respeito do que vc escreveu em 04/03 às 13h06, digo:

      Vc não precisava usar uma resposta sua a mim para dizer que assiste ao CQC ou à MTV... (rs)

      Vc mente, por exemplo, quando diz que o Leandro supostamente chamou o reformador Calvino de herético. Isso é mentir contra o adventismo, pois a igreja são pessoas e o Leandro é um representante oficial da apologia de nossa denominação.

      VC também disctorce citação de EGW quando diz que a profetiza não defenderia a existência de homens santos em mundos não caídos, ao vc se referir a um escrito dela no livro "Grande Conflito". Isto é tentar distorcer a mensagem geral da obra de Ellen...

      Há outros exemplos, mas não vou citá-los. Indico estes apenas para ajudá-lo a ser mais cauteloso quando for falar algo contra a IASD e os escritos de EGW.

      JCosta.

      Excluir
    7. JCosta,

      Não assito MTV porque não gosto e não assisto CQC porque estou em aula quando passa. Se pudesse, assistiria, como já assisti e gostei (ressalvado alguns momentos infelizes). Mas isso não vem ao caso.

      1. Não sabia que o Leandro Quadros era representante oficial da IASD. Devo tomar tudo o que ele diz como sendo a posição da IASD? Quanto a ele considerar Calvino herético, é uma conclusão lógica, quando ele diz:

      a) "os cinco pontos da predestinação a João Calvino, quis deixar claro que os mesmos se originam na ideia dele"
      b) "a predestinação calvinista é em si diabólica... é demoníaca e não faz parte da Bíblia"

      Eu menti ou o Leandro disse exatamente essas palavras?

      2. Sobre o texto que eu de Ellen White que eu supostamente distorci, o que exatamente ela disse e o que eu afirmei a afirmação dela. Coloque lado a lado e prove que eu menti ou distorci. Faça isso e mostrará que eu menti. Não faça e o mentiroso é você.

      No aguardo,

      Excluir
    8. JCosta,

      Estou esperando você colocar lado a lado o que eu escrevi e o que Ellen White realmente disse, para provar que eu distorci as palavras dela. Ou será que você mentiu ao fazer essa afirmação?

      Ainda no aguardo,

      Excluir
    9. Caro anônimo que colou em 6 de março de 2013 09:06

      Você disse que "para o calvinista cumprir a grande comissão ele precisa pecar, ou seja, mentir". Isto porque o evangelismo consiste em dizer para as pessoas "Deus te ama, Jesus morreu por você!". De fato, creio que se um calvinista garantisse para um não eleito que Jesus morreu em lugar dele, estaria errado.

      O ponto, porém, é o seguinte: Evangelizar é meramente dizer "Deus te ama, Jesus morreu por você"? Se sim, porque João Batista, Jesus, Pedro, Paulo e João não evangelizaram nesses termos?

      “Naqueles dias, apareceu João Batista pregando no deserto da Judeia e dizia: Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus.” (Mateus 3.1–2, RA)

      “Daí por diante, passou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus.” (Mateus 4.17, RA)

      “Respondeu-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo.” (Atos dos Apóstolos 2.38, RA)

      “agora, me alegro não porque fostes contristados, mas porque fostes contristados para arrependimento; pois fostes contristados segundo Deus, para que, de nossa parte, nenhum dano sofrêsseis.” (2Coríntios 7.9, RA)

      O calvinista crê que a Palavra pregada nunca volta vazia, antes, sempre cumpre o seu propósito. Sendo assim, prega com confiança a todos os homens, pois sua mensagem tem aplicação a todos, quer se convertam, quer não:

      “Porque nós somos para com Deus o bom perfume de Cristo, tanto nos que são salvos como nos que se perdem. Para com estes, cheiro de morte para morte; para com aqueles, aroma de vida para vida. Quem, porém, é suficiente para estas coisas? Porque nós não estamos, como tantos outros, mercadejando a palavra de Deus; antes, em Cristo é que falamos na presença de Deus, com sinceridade e da parte do próprio Deus.” (2Coríntios 2.15–17, RA)

      Em Cristo,

      Excluir
    10. Osmar,

      Em 6 de março de 2013, você disse que existem "muitos Textos na Palavra de Deus que deixa bem claro que a predestinação dupla (que Deus elege uns para salvar o outros para matar) nasceu na mente de Satanás".

      Você poderia citar alguns textos onde a doutrina da predestinação (seja lá como você a entende) nasceu na mente de Satanás?

      Lembre-se: toda palavra frívola que os homens disserem...

      No aguardo,

      Excluir
  15. Misericórdia!!! Já ví repostas ruins, mas estas duas últimas.... sem palavras, eisejegue pura!!

    Na paz do Cordeiro

    Sola Scriptura

    Anderson Demoliner

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anderson,

      Onde estão os erros nas respostas do anônimno (06/03 às 09h06 e 09h08)?

      O ato de "eisejeguear" dá-se quando se fala que uma resposta seria "ruim" utilizando um palavreado vazio como o que vc faz, pensando que assim estará dando resposta... Mostre na Escritura onde estaria o erro dele!

      Ah, desculpe, o problema que vc tem deve ter é a "síndrome da incompetência adquirida no calvinismo-agostiniano", e isto só tem cura se vc deixar tal doutrina 'macabra por ser demoníaca', ou é 'demoníaca por ser macabra'(?)... tanto faz, o importante é vc se livrar disso logo!

      JCosta.

      Excluir
    2. É mesmo JCosta?!?!?! Deus te abençõe também!!

      Estou vendo que o diabo perdeu o emprego dele de acusador para o JCosta, é lastimável!!

      Obs: o André respondeu ao osmar( que tmb é adventista) ; e outra, tenho visto em suas respostas durante os debates que debater com você seria o mesmo que chover no molhado. Já foi dito para você que o pior cego é aquele que não quer ver!!

      Alguém que fica falando/ensinando sobre 1843/1844, que o sábado é o selo para a salvação e ainda diz( assinando embaixo tudo aquilo que o titã Leandro Quadros escreveu) que existe (urghh) vida em outros planetas, não seria o mais indicado a falar sobre predestinação x responsabilidade humana.

      Alguém que crê nisso, logo abaixo, não pode dizer que tal doutrina calvinista é macabra/demoníaca:

      “Adão e Eva, ao serem criados, tinham conhecimento da lei de Deus… Adão ensinou a seus descendentes a lei de Deus, e esta foi transmitida de pai a filho através de gerações sucessivas.” (Patriarcas e Profetas, 3a. edição, p. 32)

      “Santificado pelo descanso e bênção do Criador, o sábado foi guardado por Adão em sua inocência no santo Éden; por Adão, depois de caído mas arrependido, quando expulso de sua feliz morada. Foi guardado por todos os patriarcas, desde Abel até o justo Noé, até Abraão, Jacó.” (O Grande Conflito pág. 453 – EGW)

      Encerra-se aqui algo que nem foi começado: um debate.

      Na paz do Cordeiro

      Anderson Demoliner

      Sola Gratia

      Excluir
    3. JCosta, Jesus declarou que devemos crer nEle com diz as Escrituras, deixando claro o fundamento para receber o Espírito Santo na forma do Pentecostes (João7:38,39). Jesus também declarou que o homem deve viver do toda Palavra que procede da boca de Deus (Mat. 4:4), A Palavra de Deus deixa bem claro que Deus só outorga o Espírito Santo aos que Lhe obedecem (Atos 5:32). Logo, não podemos esperar que pessoas que rejeitam parte da Palavra de Deus ou esperar que pessoas que rejeita obedecer a Deus, sejam iluminadas pelo Espírito Santo para compreender a verdade de que a Lei de Deus era de conhecimento de Adão e seus descendentes e que foram transmitidas de pais à filhos. Veja por exemplo o caso em que Deus declara que Abraão guardou o Seus mandados, preceitos e Leis (Gen. 26:5), o que certamente incluía o Sábado do 7º Dia, uma vez que o Próprio Deus classificou o Sábado do 7º Dia como Sua Lei e Mandamento antes do Sinal(Êxodo 16:4,26,27,28). E, como uma pá de cal nas pretensões daqueles que trabalha para desviar as pessoas da Verdade, há de ser esclarecido que segundo a Palavra de Deus, se Adão não tivesse conhecimento da lei de Deus ou se a lei de Deus não existisse, não poderia ter sido levado em conta o pecado de Adão ou não poderia lhe imputado o pecado (Rom. 5: 13). Osmar ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

      Excluir
    4. E, sobre a predestinação dupla, apresença da Árvore da Vida no relato bíblico na queda da Adão e Eva, faz cair por terra o ensino diabólico da predestinação determinista ou dupla (que Deus elegeu uns para salvar o outros para matar). Eles foram expulsos do jardim do Éden, para que não mais comessem do fruto da Árvore da Vida, este fato, deixa bem claro, que o homem foi predestinado para viver eternamente, porém com livre arbítrio, com poder de escolha. E, ao escolher comer do fruto da Árvore da Ciência do bem e do mal, não pode mais ter acesso a Árvore da Vida, que segundo a Palavra de Deus, se comessem, viveriam eternamente ( Gênesis 3;22). Chamo atenção para o fato de que Deus protegeu a Árvore da Vida não só de Adão e Eva, mas tambem de seus descendentes (Gen. 3:22,23,24-Apoc.2:7), deixando a certeza de que todos foram predestinados a ter a vida eterna. Mas não como um robô. Mas não sem direito de escolher comer da “Árvore da Vida” ou da “árvore do conhecimento do bem e do mal” (Gen. 2:9).
      Originalmente o homem foi criado e predestinado para está eternamente salvo, veja na Palavra de Deus que quando Deus disse: “ Façamos o homem a Nossa imagem, conforme a Nossa semelhança” e em seguida a Palavra diz: “Criou Deus, pois o homem a Sua imagem, a imagem de Deus”, os abençoando dizendo para serem fecundos multiplicando e enchendo a terra(Gen. 1:26,27,28). Era para encherem a terra de pessoas exatamente na mesma condição de Adão e Eva foram criados de Gênesis 1:27. Observe que foi com a entrada do pecado por causa do homem (Rom. 5:12-I Cor. 15: 21,22)e não por causa de Deus, que todos os descendentes de Adão perderam a condição de eternamente salvos da presença do pecado. Veja que Deus disse para o homem se eles comessem morreriam, ou seja, somente se eles comessem, foi uma condição. Come e morrem. Não coma e vivam eternamente salvos da presença do pecado e da morte. Ou seja, eles tinham como escolha A Palavra de Deus que disse coma e morra não coma e viva. Contudo, escolheram outra palavra que disse coma e certamente não morrerás (Gen. 3:1 a 7). Portanto, Deus originalmente predestinou Adão Eva e seus descendentes para estarem salvos, para não comerem do fruto daquela arvore(Gen. 2:16,17). Contudo, deu-lhe livre arbítrio para comer ou não. Porem, mesmo após a queda do homem, Deus em Jesus predestinou todos para salvação. A condição é a mesma: Escolha A Palavra de Deus (João 1:1,14- Apoc. 19:13) e viva. Rejeita e morra. Veja: ” Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu Seu Filho(Passaporte), para que “todo” aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16). Porquanto, Deus enviou Seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, MAS PARA QUE O MUNDO FOSSE SALVO POR ELE”(João 3:17).
      Pode-se afirmar ainda, que segundo o ensino da predestinação dupla ou determinista, o dragão e seus anjos (Apoc. 12:7), Caim, os que ficaram fora da arca de Noé, Balaão, Judas, os judeus que perseguiram Jesus, alguns reis de Israel e Judá e etc, foram escolhidos ou eleitos(predestinados) por Deus para a perdição
      Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br


      Excluir
    5. Ainda sobre a predestinação dupla ou determinista, percebe-se que tal ensino é semelhante a doutrina da seleção natural. Sendo que a predestinação determinista segundo eles é de origem Divina, já que os defensores dessa heresia afirmam que há pessoas que foram selecionadas por Deus como pessoas fortes para Salvação antes da entrada do pecado. A pregação da predestinação dupla trás nas entrelinhas que Deus predestinou Lúcifer para ser Satanás, bem como predestinou a entrada do pecado. Seleção de pessoas que a despeito da própria vontade serão salvas ou salvas por não terem vontade própria, e sim pela soberania de Deus, enquanto outros são considerados fracos pelo fato de não terem sidos selecionados por Deus para a vida Eterna, mesmo se aceitarem a Cristo como Salvador, já que segundo tal ensino, já existem os eleitos.
      O que se percebe é que a diferença entre a seleção natural e a seleção pela predestinação dupla é a origem, já que segundo tais ensinadores, foi Deus que em Sua Soberania selecionou antes, ou pré-selecionou, uns para a Salvação e outros para a DES GRAÇA.. Ensino diabólico.
      Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

      Excluir
    6. E, SE REALMENTE HOUVESSE PREDESTINAÇÃO DUPLA NÃO PRECISARIA JESUS TER SIDO UNGIDO POR DEUS “COM O ESPIRITO SANTO E COM PODER, O QUAL ANDOU POR TODA PARTE, FAZENDO O BEM E CURANDO A TODOS OS OPRIMIDOS DO DIABO(ATOS 10:38)”, PARA DEPOIS SOFRER E MORRER A MORTE DE CRUZ SÓMENTE PARA SALVAR OS QUE JÁ ESTAVAM SALVOS PELA PREDESTINAÇÃO DIVINA. Ou seja, segundo o ensino da predestinação determinista ou dupla, podemos concluir que Jesus e Seu ato de salvação na Cruz, incluindo toda a Lei cerimonial, a construção do Tabernáculo, as cerimônias de expiação diária e anual, foi um golpe, um engano, um estelionato de Deus, já que os salvos e os perdidos já estavam predestinados, independente de qualquer coisa. Que Deus, em nome de Jesus, me livre do diabo e deste mal e tipos de heresia. Repito sem medo de errar: Portanto, “irmãos, por trás do ensinamento da predestinação dupla (que Deus elege uns para salvar o outros para matar), satanás está ensinando, insinuando, está fazendo alguns crerem que:
      -ele deixou de ser Lúcifer para ser satanás por eleição de Deus.
      - a terça parte dos anjos foram também predestinados por Deus à tornarem-se demônios .
      -o mal foi predestinado por Deus.
      -o ladrão veio para matar, roubar e destruir por predestinação Divina, ou seja, ele e seus demônios fazem o que fazem Por predestinação de Deus. È isso que Satanás quer que as pessoas pensem.
      Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

      Excluir
  16. Recebi a revista adventista, oferecida no site. fala de vida em outros planetas e outras loucuras e que moral tem os adventistas para falar mal do maior reformador? e na entrada do blog do na mira da verdade, guerra declarada aos calvinistas e presbiterianos, vcs deveriam se preocupar com a vida de vcs, com a salvação e a pregação do evangelho em vez de atacar os outros, vcs são ridiculos, vão procurar et´s q é melhor.

    ResponderExcluir
  17. Osmar Ferreira, 'nada mesmo podemos fazer contra verdade'... mas como postei seus argumentos:

    Tudo pelo adventismo NADA PELA VERDADE...

    http://mcapologetico.blogspot.com.br/2010/10/tudo-pelo-adventismo-nada-pela-verdade.html

    VIDA EM OUTROS PLANETAS... devemos respeitar! Ellen White tinha problemas mentais.

    Agora, visto que isto ela não excluiu dos livros, e chegou para todos ASD, obvio que eles DEVEM CRER NISTO.

    Ellen White é a PAPISA PERPÉTUA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os seus argumentos estão fundamentados no ódio que voce afirmou que tem contra o adventismo. Logo, padece de iluminação Divina. veja o que voce já postou para o Antonio aqui no cinco solas:
      Luciano disse:
      1 de maio de 2010 16:29
      Pois bem sr Anônimo, quem disse aqui que fez 'apenas um teste' foi vc e não eu ! Eu da mesma forma que eu disse que vc disse que eu não sou cristão eu disse que vc não é ! ( quando vc me disse que eu não dsou cristão me identificou como filho do diabo, ok?) Se vc acha que ao dizer isso pra vc vc partiria para a violencia fisica, o que eu posso fazer? Vc disse que só estava fazendo um teste !
      Não expressei odio algum contra sua pessoa, somente contra sua postura...vc disse que só queria fazer um teste...?
      Vc não respondeu o que deixou em aberto quando defendeu o Leandro Quadros acima...queria apenas fazer um teste??? então não era verdade? então era engano? se não o que é então esse seu 'teste'? notou que não se faz teste assim, vc não é Deus !
      Eu quero deixar bem claro que eu odeio SIM o adventismo, TENHO NOJO DESSE MOVIMENTO. E anseio o dia em Deus enviar esses e seus promotores no inferno.
      Que tipo de pessoa que se diz cristã odeia as pessoas só porque pensam diferentes? Respondo sem medo de errar: quando se dizem cristãs e professam conhecedores da Bíblia, certamente são diabólicas. Observe: “Aquele que diz que está na luz, e odeia a seu irmão, até agora está em trevas.” (I João 2: 9). “Todo o que odeia a seu irmão é homicida; e vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanecendo nele (1 João 3:15).Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

      Excluir
    2. Rapaz quer que eu repito isso de novo?

      Agora >>>não minta<<<, pelo menos isso... Você disse que eu 'odeio pessoas' - eu disse que odeio o movimento herético de satanás chamado 'adventismo'; estou errado?

      Você ama o catolicismo? Puxa, Babilônia deve ser amada por vc, não é mesmo?

      O Adventismo, enquanto sistema de Ellen White etc, etc..., é diabólico.. comigo vc vai ficar bravo, não é? Mas quando os promotores aí, chamam o calvinismo de diabólico, então sem problemas?

      Nada podemos contra verdade....

      Excluir
    3. Não posso ficar bravo com um coitado feito voce, apesar de voce odiar e ter NOJO DO MOVIMENTO ADVENTISTA. Na verdade voce é digno de pena. Mas, que tipo de pessoa que se diz cristã odeia as pessoas só porque pensam diferentes? Respondo sem medo de errar: quando se dizem cristãs e professam conhecedores da Bíblia, certamente são diabólicas. Observe: “Aquele que diz que está na luz, e odeia a seu irmão, até agora está em trevas.” (I João 2: 9). “Todo o que odeia a seu irmão é homicida; e vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanecendo nele (1 João 3:15).Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

      Excluir
  18. Clóvis,

    A respeito do seu pedido - de colocar lado a lado a sua fala e o que EGW escreveu -, francamente, meu caro, eu tenho mais o que fazer...
    Quem distorceu as falas da profetisa foi vc, então quem tem de fazer correções é sua senhoria, e não eu!

    Amigo Osmar (nadanospodemoscontraaverdade),

    Concordo plenamente com vc!
    Não é à toa que ando pelo 5 solas apenas 'de vez em quando'... aqui as pessoas são muito debochadas, vide, por exemplo: Anderson Demolier, Ednaldo (se não me engano é esse o nome), entre outros. Até que o Clóvis é um pouco mais educado, e se não o fosse, nunca mais entraria neste blog.

    Não responderei ao Anderson que me fez uma acusação seríssima acima, pois não converso naquele baixíssimo nível com o qual ele conduz um diálogo.

    JCosta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JCosta,

      Você me acusou de mentiroso e de distorcer textos de Ellen White. Cabe a quem acusa provar a veracidade da acusação. Portanto, cabe a você mostrar qual texto de Ellen White em distorci, e como fiz isso, apontando a distorção.

      Quanto a fazer a correção, ou me retratar, já disse que faço isso, tão logo você mostre onde e como eu distorci. A menos que o mentiroso seja você, neste caso continue dizendo que tem mais o que fazer ao invés de provar suas acusações. Alguém vai acreditar em você.

      Clóvis

      Excluir
    2. Prezado Clóvis,

      Não tenho tempo de procurar onde exatamente vc distorceu a mensagem de EGW. E a sua fala, com requintes de intimidação, não tem nenhum efeito sobre mim.
      Se vc não quer reconhecer e se retratar, o problema é seu...
      Ah! Não preciso que ninguém acredite em mim, meu intento é sempre defender as doutrinas da Escritura.

      JCosta

      Excluir
    3. JCosta,

      Então, da próxima vez que fizer acusações certifique-se que terá tempo de apresentar as provas ou de que tem alguma desculpa menos esfarrapada para dar. Essa já está batida demais.

      Clóvis

      Excluir
  19. Pessoal, responde aí... colocar-se na posição de coitadinho faz parte do doutrinamento adventista? Deve ser...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você André!!!

      Ele coloca-se como coitadinho em todas as respostas dele. Se olharem meus dois comentários logo acima, vão ver que não há nada de acusação. Mas se o JCosta não sabe interpretar simples respostas minhas, oque dizer das interpretações,dele, da palavra?

      Na paz do Cordeiro que tira o pecado do mundo

      Anderson Demoliner

      Sola Gratia

      Excluir
    2. Vocês ai desse blog, gostaria de manifestação de vocês, principalmente do Anderson Demoliner e do Clovis sobre a declaração do nadanospodemoscontraverdade de que:

      “Veja por exemplo o caso em que Deus declara que Abraão guardou o Seus mandados, preceitos e Leis (Gen. 26:5), o que certamente incluía o Sábado do 7º Dia, uma vez que o Próprio Deus classificou o Sábado do 7º Dia como Sua Lei e Mandamento antes do Sinal(Êxodo 16:4,26,27,28)”.
      E, “como uma pá de cal nas pretensões daqueles que trabalha para desviar as pessoas da Verdade, há de ser esclarecido que segundo a Palavra de Deus, se Adão não tivesse conhecimento da lei de Deus ou se a lei de Deus não existisse, não poderia ter sido levado em conta o pecado de Adão ou não poderia lhe imputado o pecado (Rom. 5: 13)”.

      Excluir
    3. Anonimo do 1 de abril de 2013 11:25,

      Com respeito a Abrão, posso lhe responder depois? O tempo aqui anda escasso.

      Sobre Adão, concordamos que ele tinha conhecimento da lei de Deus. Mas não era a guarda do sábado. Está bem claro que lei ele transgrediu: comeu da árvore que Deus lhe disse para não comer. A menos que queira dizer que ele fez isso no sábado...

      Em Cristo,

      Excluir
    4. André,

      O bom de se dizer adventista é que podemos fazer afirmações a torto e direito, e na hora de apresentar provas, se esquivar na boa. É o caso do Leandro e de seu aluno JCosta. O primeiro, atribuiu palavras a C. G. Berkower e quando eu pedi para indicar a fonte, disse que tinha mais o que fazer. O segundo, disse que menti e distorci texto de Ellen White. Instado a provar, disse que tinha mais o que fazer. Parece que o único tempo livre é para fazer acusações, na hora de provar, o trabalho chama.

      Outra vantagem de se dizer adventista é que qualquer insistência em chamá-los ao dever de provar o que afirmam configura-se perseguição. Mudam para o "mode coitadinho on" e tornam-se vítimas do "ódio contra adventistas".

      E assim levam a vida, acusando, fugindo da responsabilidade de provar o que dizem e fazendo-se de vítimas.

      Em Cristo,

      Excluir
  20. André, Anderson, Clóvis... um grupo que para 'salvar' Ellen White prefere dizer que >>a Bíblia tem erros<<, vai esperar o que deles?

    Honestamente, não acredito que Ellen White cria assim...

    Honestamente, esperava que surgiria algum adventista que defenderia a inerrância... mas TODOS, revelam o 'gracejo liberam' nesse ponto.

    Que Deus tenha misericórdia dos que não sabem disto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André R. Fonseca4 de abril de 2013 12:32

      Luciano, tome cuidado com as palavras... o JCosta vai aparecer por aqui dizendo que não são "erros" são "hebraísmos"... rsrsrsrs

      Excluir
  21. André, talvez seja 'síndrome de etimologia compulsiva'....

    ResponderExcluir
  22. voce disse:

    Porém, a linha editorial do Cinco Solas sempre foi de defender a verdade, corrigir ensinamentos errados e fazer isso dando nome a quem disse isso ou aquilo. Em textos de nossa autoria não tem indiretas do tipo "tem gente que...".

    Claro que isso pode ser visto como ataque pessoal. Ninguém gosta de ver o próprio nome, ou o nome de uma pessoa querida, ser associado com um ensinamento que está sendo contestado. Mas esta é a postura do Cinco Solas.

    não estou defendendo leandro quadros ´pois não sou adventista,mas acredito que blog podia falar desse assunto sem citar nomes de pessoas que tem uma visão diferente da sua clovis,parece que vc que mostrar que e o dono da verdade.acredito no livre arbitrio e não nessa coisa de predestinação.mas respeito sua opinião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dom,

      A diretriz do Cinco Solas é a de indicar quem disse ou fez o que. Seja para que o leitor possa checar na fonte, seja por uma franqueza que julgamos necessária quando tratamos da verdade. Muitos tomam isso como ataque pessoal. Mas não é o caso, muito embora não separemos o homem do ensino.

      E como não sou dono da verdade, gosto que apontem meus erros e o façam de forma direta, como você faz, citando meu nome. Não que goste de estar errado, na verdade isso me irrita muito. Por isso desejo a correção.

      E finalmente, não precisa ser adventista para "acreditar no livre-arbítrio" e rejeitar "essa coisa" de predestinação. Basta preferir filosofia humana a ensino bíblico.

      Em Cristo,

      Excluir
  23. não sou cavinista nem que me pague12 de abril de 2013 19:56

    era pra ser uma discursão sadia,mas aqui esta parecendo um campo de combate, alguns não estão tendo respeito,parecem mais juizes,condenado as pessoas antes de cristo,vão procurar jesus e acreditar no livre arbitrio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando alguém diz "nem que me pague" é porque quer discutir preço. Infelizmente para você o calvinismo não recruta por dinheiro. E felizmente para o calvinismo, ninguém se torna um pelas vantagens que oferece, geralmente se rendem, depois de alguma luta.

      Agora, note bem o que você disse. Fala que alguns "parecem juízes, condenado (sic) pessoas antes de Cristo". Em em seguida, você diz "vão procurar Jesus". Ora, quem não tem Jesus já está condenado. Então, quem está julgando quem a respeito da salvação?

      Além disso, você coloca o livre-arbítrio lado a lado com Jesus, quando diz "vão... acreditar no livre-arbítrio". Encontrar Jesus não basta? Crer no livre-arbítrio é necessário para a salvação?

      Em Cristo,

      Excluir
    2. Cavinista nem que me pague, realmente cavar buraco cansa, aproveita e enterra os livros héreticos da papisa EGW.

      Excluir
  24. Caro irmão Clovis, já que nesse debate foram envolvidos muitos irmãos adventistas, gostaria de saber qual a posição Calvinista quanto ao Sábado.
    Saudações em Cristo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedro,

      Não existe uma "posição calvinista" sobre o sábado. A posição mais aceita é a dos evangélicos em geral, que o domingo é o sábado cristão.

      Em Cristo,

      Excluir
    2. Colei de: http://cirozibordi.blogspot.com.br/2011/12/fuja-da-sabadolatria-de-ellen-g-white-e.html
      -“A Lei de Deus é uma Lei divina, santa, celestial, perfeita… Não há um Mandamento a mais; não há nem um a menos; mas ela é tão incomparável que sua perfeição é uma prova de sua divindade. Nenhum legislador humano poderia ter trazido à existência uma lei semelhante à que encontramos no Decálogo”. Sermão 18 Vol. II, pg. 280.
      Autor: João Calvino em seu Comentary on a Hermony of Gospel Vol. I pg. 277 sobre Mat.5:17 e Lucas 16:17:
      E, em seus Institutes, ii. 7 seção 15 Calvino escreveu: “A Lei não sofreu nenhuma diminuição de sua autoridade, mas deve receber de nossa parte sempre o mesmo respeito e obediência”.


      Excluir
    3. Caro Anônimo,

      Você é o Osmar Ferreira? Mera curiosidade, haja vista que quem você é em nada afeta o que foi postado, as citações de Calvino.

      Quanto ao artigo do Pr. Ciro, concordo com ele quanto à sabadolatria adventista. Mas discordo quanto a abolição da lei moral.

      Em Cristo,

      Excluir
  25. interessante clovis vc tem tudo na ponta da linguá, você tem bom argumento,admiro vc pois não foge de uma boa discussão,no meu ponto de vista parece Ellen White x calvino.
    na minha opinião a predestinação mostra que Deus tem os seus preferidos,que ele não se importas com os outros,isso e que incomoda as pessoas, como se Deus não se importasse com todos mas so alguns,eu não concordo com predestinação,acredito no livre arbítrio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você já parou para pensar, seriamente, sobre o motivo para discordar da predestinação e acreditar no livre-arbítrio? Acho que isso é importante, pois não se trata de torcer para um time ou outro, a questão tem relevância para nossa vida cristã.

      Não deve ser porque a Bíblia não fala explicitamente sobre predestinação enquanto declara positivamente o livre-arbítrio, pois é exatamente o contrário. A palavra predestinação, sem contar outras associadas a ela, aparece várias vezes na Bíblia. E livre-arbítrio? Não ocorre uma única vez.

      Tampouco é porque embora o termo livre-arbítrio não apareça na Escritura, o conceito expresso por ele está lá. Pois não existe nenhuma passagem que exija o conceito de livre-arbítrio para que ela seja intelegível. Pelo contrário, o livre-arbítrio é sempre pressuposto ou inferido nas famosas passagens que alguns pegam como sendo prova do livre-arbítrio. Mas são pressupostos não provados biblicamente, e inferências não necessárias. Ou seja, considere que livre-arbítrio não existe a a passagem não perde nada de seu sentido.

      Sendo assim, procuro uma pista nas suas palavras sobre o motivo de você rejeitar uma coisa que está na Bíblia em favor de outra que não é escriturística. Você diz "na minha opinião". Não acha que é um fundamento muito frágil para suportar o peso de algo tão grande como a soberania de Deus na salvação. Além disso, na sua opinião, parece que a predestinação "mostra que Deus tem os seus preferidos" e que Ele "não se importa com os outros". Já lhe ocorreu que você pode estar fazendo uma leitura equivocada da predestinação e que por isso você discorda dela? Não sei, só estou conjecturando e, principalmente, sugerindo que você se pergunte por que crê no que crê.

      E se me permite um pouco mais, sugiro o seguinte:

      1. Deixe a sua opinião de lado (bem como a minha e de quem mais for);
      2. Leia os textos que falam sobre predestinação, em oração, pedindo a Deus para que Ele te ajude a aceitar o que Ele diz, mesmo quando você não entende;
      3. Investigue de forma crítica todas as passagens que lhe disseram são provas do livre-arbítrio. Leia-as sem pressupor o livre-arbítrio e veja se elas desmoronam ou se mantém tem este "acessório".

      E se tiver alguma dúvida, pergunte aqui. Mas de preferência, ore a Deus que o ilumine no estudo. Se fizer isso com sinceridade, Ele o fará.

      Em Cristo,

      Excluir
    2. Olá Clóvis,
      Bom, é obvio que existem muitas passagens que deixam clara a idéia de livre arbitrio e do desejo de Deus salvar a TODOS, é obvio também que o arminianismo clássico afirma ser necessária a ação da graça preveniente para que o homem possa ter condições de render-se ou rejeitar a salvação. É claro também que existem outras possibilidades como o Molinismo e o Tomismo (tratadas com preconceito por serem teologia católica). Mas, ok, existem textos que falam claramente sobre predestinação, alguns são predestinados, mas pergunto todos os salvos são predestinados? Como podemos afirmar isso, não lhe parece que alguns personagens bíblicos foram claramente predestinados antes do nascimento e outros aparentemente não? Porque vocês invalidam o termo "Todos" de várias passagens e entendem que "todos" os salvos são predestinados. A bíbia afirma que Deus rejeita o soberbo e dá graça ao humilde, as parabolas como semeador parcem mostrar que a terra (coração) de quem recebe a semente é importante no processo. Agora "rancar olho para evitar o inferno, rico com dificuldade de entrar no céu, ensinar criança no caminho que deve andar, amor que cobre multidão de pecados, esforço para entrar pela porta estreita, dois caminhos, etc. Ai vamos caminhar para a Patrística, os primeiros pais da Igreja, galera que tinha contato direto com os apostolos ou com discículos diretos de apostolos e lá temos livre-arbitrio. Ai temos o concílio de Orange que condenou a dupla predestinação como herética e a farça politico/religiosa que foi Dort. Fora a vida de Calvino que não foi das mais exemplares (Anabatistas que o digão, Servetus também). Fica difícil defender o Calvinismo, ao menos em minha opinião. E enquanto

      Excluir
    3. Marcio,

      Obrigado por participar.

      Você disse que "existem muitas passagens que deixam clara a idéia de livre arbitrio". Você poderia indicar algumas dessas passagens nas quais a ideia do livre-arbítrio é necessária para que a mesma faça sentido? Também disse que há várias passagens que expressam "desejo de Deus salvar a todos". Não nego o fato de algumas passagens realmente indiquem isso, mas devem ser analisadas em seu contexto imediato e à luz do ensino geral das Escrituras. Já tratei de alguma delas aqui, mas se quiser indicar outras, terei prazer em analisá-las com você.

      Em Cristo,

      Excluir
    4. Marcio,

      Você também fez referência à graça preveniente defendida pelo arminianismo clássico e aos sistemas tomistas e molinistas, estes mal vistos pelo fato de serem católicos. Apenas registro que não não rejeito a priori uma doutrina por serem de origem ou ligadas ao romanismo, mas confesso que preciso estudar melhor antes de me posicionar mais firmemente a respeito.

      Quanto à graça preveniente na visão arminiana, ela sofre do mesmo mal do livre-arbítrio: escasso ou nenhum apoio escriturístico, além de uma definição mais clara (ao meu ver). Seja como for, nenhum desses sistemas, até onde eu sei, não negam a predestinação em si, nem a consideram satânicas.

      Em Cristo,

      Excluir
    5. Você também admite que "existem textos que falam claramente sobre predestinação", isso é ótimo. Mas embora admita que "alguns são predestinados" pergunta "todos os salvos são predestinados?" dizendo que "parece que alguns personagens bíblicos foram claramente predestinados antes do nascimento e outros aparentemente não".

      Começando pelo final, você diz que alguns foram "claramente predestinados" e outros "aparentemente não". Admitindo que assim seja, o aparente deve ser avaliado a luz do que é claramente declarado, não o contrário. Se alguns textos dão a impressão que Deus tem asas mas outros declaram positivamente que Deus é espírito, esta última deve determinar nosso entendimento da primeira.

      Sendo assim, devemos concluir que todos e somente os predestinados são salvos. Se de alguém não é dito que foi predestinado e contudo é salvo, à luz de outras passagens bíblicas devemos assumir que foram predestinados. O silêncio escriturístico não deve impressionar nosso entendimento de declarações bíblicas.

      Em Cristo,

      Excluir
    6. Clóvis, acabou esquecendo de se posicionar sobre o estudo da patrística e concílio de Orange que condenou além do pelagianismo a dupla predestinação. Enfim, como os pais da igreja tendo contato com os apóstolos diretos de Jesus falavam em livre-arbítrio se os apóstolos ensinaram a predestinação calvinista? Esta visão de predestinação só é defendida por Agostinho muito tempo depois. E os país escreveram tais coisas muito antes da Igreja se desviar, em sua fase mais pura. Penso que querendo "sistematizar Deus", acabamos admitindo uma visão e negando a outra, Deus pode ter predestinado e alguns e ainda estar procurando adoradores que o adorem em Espírito e em verdade em tempo real, porém, admitir tal coisa nos afastaria, de sistemas doutrinários e instituições que possuem grande poder. Será mesmo que temos que coloca-lo em uma cixa sotereológica, mesmo podendo ferir o caráter de Deus? O problema nunca foi a Predestinação e sim a dupla-predestinação. Não pode ser bem digerida, por quem tem "fome e sede de justiça". Alias qual a boa nova do evangelho? Se os eleitos já eram salvos antes de Cristo? Se Deus não estava reconciliando de fato consigo o Mundo, mas apenas os eleitos, que de um jeito ou de outro viriam a ser salvos? É complexo, pois se a maioria vai para o Inferno sem ter nenhuma chance de salvação, e os eleitos são salvos de qualquer jeito, qual a boa nova nisso? IPedro 1:2 "Eleitos segundo a presciência de Deus Pai...",
      Romanos 11:14 "Para ver se de alguma maneira posso incitar à emulação os da minha carne e salvar alguns deles."
      Romanos 11:32 “Porque Deus encerrou a todos debaixo da desobediência, para com todos usar de misericórdia.” Efésios 4:19 "Havendo perdido toda a sensibilidade, eles se entregaram a um estilo de vida depravado, cometendo com avidez toda a espécie de impureza", Provérbios 22:6 "Instrui o menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele.", Tiago 4:6 "Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes". Paulo também suplica para que pessoas se convertam a Cristo (vou achar o versículo, depois posto) o que é incompatível com o Calvinismo e temos também os vários versículos que falam de salvação de "Todos", os diversos alertas sobre vigiar, não apostatar, perseverar, obedecer, dominar-se etc, etc. Estou sem tempo agora, depois posto muito mais versículos.

      Excluir
  26. Independientemente do topicode soteorologia (predestinação, eleção). É claro pelo artigo apresemtado que o pastor Leandro esta errado, é inconsistente e não ten coerença. Não a duvida alguma em esso......disculpen si algo esta mal escrito, estoy practicandomi portugues, gracias.

    ResponderExcluir
  27. Mas deveriamos ter como adversário, o Islã(cujo os radicais pedem que nos matem) que só cresce e nos unirmos para espalhar mais e melhor o evangelho, não só com palavras, mas por meio de nossas vidas. As questões do "sexo dos anjos" doutrinário deveria ser deixada um pouco de lado, pelo menos momentaneamente.

    ResponderExcluir
  28. Se Deus predestinou, um pra salvação e outro para perdição, então Satanás é inocente? Se olharmos por este lado, Deus é o criador do mal. Me explica aí porque eu não entendo nada de religião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manoel,

      Não há lógica alguma inferir a inocência do Diabo do fato de Deus predestinar pessoas para a salvação. E nem que isso torna Deus o autor do mal.

      O fato é que a Bíblia declara que Deus escolhe e predestina pessoas para a salvação. O fato em si deve ser admitido, em que pese as dificuldades levantadas em nossa mente. Mas, repito, Deus predestinar não inocenta Satanás nem faz de Deus autor do mal.

      Em Cristo,

      Excluir
    2. Clovis, se Deus predestina as pessoas para salvação altomaticamente os que não serão salvos, não serão por predestinação de Deus, uma vez que os salvos já foram escolhidos e consequentimento os perdidos também. Portanto, não se trata de "dificuldades levantadas em nossa mente". Sendo assim, Lucifer foi predestinado a ser Satanás ou Lucifer se tornou Satanás por escolha. A grande verdade é que Deus predestinou todos para a Salvação, mas tanto anjos quantos homens tem a liberdade escolher aceitar a salvação ou não. Não podemos fazer confusão entre a predestinação ou eleição de ofício, com o ensino antibiblico da predestinação dupla(que Deus predestinou uns para a salvação e outros para a perdição). Exemplo de predestinção ou eleição de oficio:Nadabe e Abiú foram escolhidos por Deus para serem sacerdotes: "Os filhos de Anrão foram: Arão e Moisés. Arão e seus descendentes foram escolhidos e encarregados perpetuamente para servirem no Santo dos Santos, para consagrar as coisas santíssimas, oferecer sacrifícios, queimar incenso diante de Yahweh e o servir, e pronunciar bênçãos em seu Nome para sempre" (I Cron.23:13). Contudo, por escolherem fazerem diferente das instruções do Senhor e foram fulminados. Ou seja, de nada valeu a eleição de Deus para a slavação deles, uma vez que escolheram trangredir.
      Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

      Excluir
  29. Clóvis, só não para me prender em trechos muito batidos nestes debates(gostaria que comentasse estes versículos):
    ¶ Agora cantarei ao meu amado o cântico do meu querido a respeito da sua vinha. O meu amado tem uma vinha num outeiro fértil.
    E cercou-a, e limpando-a das pedras, plantou-a de excelentes vides; e edificou no meio dela uma torre, e também construiu nela um lagar; e esperava que desse uvas boas, porém deu uvas bravas.
    Agora, pois, ó moradores de Jerusalém, e homens de Judá, julgai, vos peço, entre mim e a minha vinha.
    Que mais se podia fazer à minha vinha, que eu lhe não tenha feito? Por que, esperando eu que desse uvas boas, veio a dar uvas bravas?

    Isaías 5:1-4
    Assim diz o Senhor: O céu é o meu trono, e a terra o escabelo dos meus pés. Que casa me edificaríeis vós? e que lugar seria o do meu descanso?
    A minha mão fez todas essas coisas, e assim todas elas vieram a existir, diz o Senhor; mas eis para quem olharei: para o humilde e contrito de espírito, que treme da minha palavra.
    Quem mata um boi é como o que tira a vida a um homem; quem sacrifica um cordeiro, como o que quebra o pescoço a um cão; quem oferece uma oblação, como o que oferece sangue de porco; quem queima incenso, como o que bendiz a um ídolo. Porquanto eles escolheram os seus próprios caminhos, e tomam prazer nas suas abominações,

    Isaías 66:1-3

    "Portanto, somos embaixadores de Cristo, como se Deus vos encorajasse por nosso intermédio. Assim, vos suplicamos em nome de Cristo que vos reconcilieis com Deus."
    2 Coríntios 5:20
    "Para os fracos, tornei-me semelhantemente fraco, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para com todos, com a finalidade de conseguir, de qualquer maneira possível, salvar alguns." 1 Coríntios 9:22
    "na expectativa de que, de alguma forma, possa instigar ciúme entre meus compatriotas a fim de que alguns deles sejam salvos" Romanos 11:14
    "Porquanto, como podeis saber, ó mulher, se salvarás teu marido? Ou, como sabes, ó homem, se salvarás tua mulher? Cada um viva conforme seu chamado" 1 Coríntios 7:16 paralelo com o texto de I Pedro 3-1 “Do mesmo modo, mulheres, sujeite-se cada uma a seu marido, a fim de que,se ele não obedece a palavra, seja ganho sem palavra, pelo procedimento de sua mulher”
    Me explique também, a parábola do semeador na visão calvinista, a dificuldade do rico entrar no céu, a possibilidade do homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma, Porque Cristo amou o jovem rico que ao final rejeitou seu chamado? A melhor opção de arrancar um olho do que ir para o Inferno? E a preocupação de Jesus por serem poucos os trabalhadores?

    ResponderExcluir
  30. Existe um pensamento que atribuem a Lutero. “Se alguém procura na Bíblia a, a palavra de Deus, achá-la-á, porém se procura nela, justificação para seus erros, tê-la-á do diabo." Sempre foi do feitio de Satanás fazer com que as pessoas achem que os efeitos são causas. Por isso os religiosos sempre esperam obter a salvação por meio de suas obras. Porém a salvação vem primeiro e as obras acompanham a mesma. Maior confiança que temos é a graça Divina, a não ser que estes descrentes de bíblia na mão, achem que a graça no Velho Testamento seja superior à graça dos nossos dias, que é conhecido como o tempo da graça. Muitos outros textos isolados e mal interpretados pelos falsos mestres, estão sendo frequentemente usados para colocar a salvação do pecador nas mãos do próprio homem. Fazendo-os duvidar das promessas de Cristo.

    ResponderExcluir

"Se amássemos mais a glória de Deus, se nos importássemos mais com o bem eterno das almas dos homens, não nos recusaríamos a nos engajar em uma controvérsia necessária, quando a verdade do evangelho estivesse em jogo. A ordenança apostólica é clara. Devemos “manter a verdade em amor", não sendo nem desleais no nosso amor, nem sem amor na nossa verdade, mas mantendo os dois em equilíbrio (...) A atividade apropriada aos cristãos professos que discordam uns dos outros não é a de ignorar, nem de esconder, nem mesmo minimizar suas diferenças, mas discuti-las." John Stott

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.