A mediação exclusiva de Jesus Cristo

Quanto a este ofício de mediador, isto é, o de ser Profeta, Sacerdote e Rei da Igreja de Deus, este ofício é somente de Cristo, que nem em parte, e muito menos em sua totalidade, pode ser transferido para outra pessoa.

Artigo 13
Primeira Confissão Londrina, 1642/44

Um comentário:

  1. http://youtu.be/P1PEHOiaX1M

    ENTÃO: CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ!!!!!

    QUE DEUS ABENÇOE A TODOS QUE LEEM E ENTREM NESSE BLOG, ABUNDANTEMENTE EM NOME DO SENHOR JESUS.

    ResponderExcluir

"Se amássemos mais a glória de Deus, se nos importássemos mais com o bem eterno das almas dos homens, não nos recusaríamos a nos engajar em uma controvérsia necessária, quando a verdade do evangelho estivesse em jogo. A ordenança apostólica é clara. Devemos “manter a verdade em amor", não sendo nem desleais no nosso amor, nem sem amor na nossa verdade, mas mantendo os dois em equilíbrio (...) A atividade apropriada aos cristãos professos que discordam uns dos outros não é a de ignorar, nem de esconder, nem mesmo minimizar suas diferenças, mas discuti-las." John Stott

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.