Gerar sonhos e feitiçaria

A música Gerando Sonhos tem sido cantada nas igrejas e até coreografias (moças rodopiantes com roupas esvoaçantes) tem sido montadas com essa trilha sonora. Isso prova que os evangélicos em geral (graças a Deus pelas exceções) aceitam de bom grado músicas que se aproximam perigosamente da  feitiçaria ao invés das verdades bíblicas. É o caso da música em questão. Mas justiça seja feita à cantora, ela não é a única a servir veneno de rato ao povo e, sem fazer juízo de sua inteligência, duvido que ela faça isso conscientemente. Na verdade, espero que seja assim.

A mensagem da música é que “Deus sonhou os teus sonhos”, que tais sonhos “são gerados em seu coração” e a ordem para você agora é “vai gerando, dando forma ao que Deus sonhou”, pois “o fruto que há dentro de ti é o fruto do Espírito de Deus”. Daí a repetida ordem “gere os sonhos de Deus, gere os sonhos de Deus” pois “Deus faz nascer os seus sonhos e vai te exaltar sobre a terra”. Resumindo: Deus sonhou, pôs o sonho dentro de você, você deve incubá-lo até que o sonho nasça e você seja exaltado sobre a terra. Apesar do palavreado tão gospel-contemporâneo, a teologia que subjaz é simples feitiçaria repaginada. Antes de explicar este ponto, deixe-me mostrar que a letra não tem suporte bíblico.

A Bíblia jamais disse que Deus sonha. Sonho é a representação de alguma coisa ou fato na mente enquanto a pessoa dorme ou é um anelo, uma aspiração, algo que se quer alcançar. Deus não dorme (Sl 121:4), portanto, Deus não sonha como nós sonhamos. E como “o Senhor faz tudo o que lhe agrada, nos céus e na terra, nos mares e em todas as suas profundezas” (Sl 135:10) não fica acalentando sonhos “faz todas as coisas segundo o propósito da sua vontade” (Ef 1:11). Desde a eternidade, Deus determinou tudo o que vai acontecer e agora está conduzindo a História para o fim que Ele estabeleceu: “Desde o início faço conhecido o fim, desde tempos remotos, o que ainda virá. Digo: Meu propósito ficará de pé, e farei tudo o que me agrada” (Is 46:10). Se a Bíblia não diz que Deus sonha e como “o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou” (Rm 1:19), não devemos afirmar sobre Ele o que a Bíblia não afirma.

A Bíblia jamais disse que Deus coloca sonhos nas pessoas. É verdade que Deus deu sonhos a Abraão, Jacó, José, Faraó, aos profetas, à mulher de Pilatos e muitos outros. No Antigo Testamento o substantivo halôm sempre significa sonho “no sentido simples de quando a pessoa dorme” ou como uma visão profética, de caráter revelacional. Esse sentido, de sonho como meio de revelação, encontra-se na primeira ocorrência do termo, em Gn 20:3: “Certa noite Deus veio a Abimeleque num sonho e lhe disse: Você morrerá! A mulher que você tomou é casada" (Gn 20:3). No Novo Testamento, os termos onar e enupnion significam “visão no estado em que a pessoa dorme” e “o que aparece no sonho”, respectivamente. Quando se refere ao sentido revelacional, o termo horama é utilizado. Os sonhos são prontos, não são um ovo que precisa ser incubado, gestados no crente até que nasçam. Essa idéia é estranha à Escritura.

Gerar sonhos é alquimia xamanista. A ideia que sonhos são como um ovo fecundado que o crente deve gestar até que se realizem (nasçam) não é encontrada nas Escrituras. De onde então os compositores tiraram essa idéia, que não passa de alquimia mental? Do mau e antigo xamanismo, vestido de uma roupagem moderna pelos psicólogos “transpessoais” e difundidos pelos ativistas da Ciência Cristã e Nova Era. De acordo com o Dicionário de Religiões, Crenças e Ocultismo, Xamã é o "feiticeiro ou curandeiro que se torna intermediário entre o mundo espiritual e o material". O xamanismo visa criar ou manipular a realidade através de visualizações criativas, que é a mesma coisa que “sonhar e gerar os sonhos de Deus”.

O pastor Morton Kelsey admite a prática xamanista como benigna. Ele acredita que a feitiçaria, a bruxaria e outras formas de xamanismo não são más em si, mas são legítimas na medida que as usamos em amor e para o bem. Para ele, Xamã é “alguém em quem o poder de Deus está concentrado e pode, assim, fluir para outros”. O pastor pentecostal Paul Yonggi Cho comprou a idéia, mas atribuiu-a ao Espírito Santo, e escreveu que “visualizando e sonhando você pode incubar o seu futuro e chocar os resultados... assim os homens [crentes e ocultistas] explorando a esfera espiritual da quarta dimensão pelo desenvolvimento de visões e sonhos concentrados em sua imaginação, podem pairar sobre a terceira dimensão e incubá-la, influenciando-a e transformando-a” (A Quarta Dimensão). Na mesma obra, Cho diz que “precisamos aprender... a visualizar e sonhar a resposta já completa quando vamos ao Senhor em oração... podemos incubar aquilo que queremos que Deus faça por nós”.

Dave Hunt e T. A. McMahon, em sua obra A Sedução do Cristianismo, da qual retiramos a maior parte das citações acima, traçam a trajetória dessas técnicas psicoespirituais desde o paganismo antigo, passando pelo xamanismo primitivo, chegando à psicologia transpessoais e finalmente aterrissando no terreno evangélico via importação de expoentes da Nova Era. A popularização através de louvores contemporâneos apenas mostra o quanto é lamentável que os crentes tenham deixado de lado a Bíblia e levado o povo a praticar algo que se não é feitiçaria pura, tem muito a ver.

Soli Deo Gloria

Segue abaixo a letra completa da música Gerando os Sonhos de Deus, com grifos meus:

No fundo do teu coração são gerados os sonhos de Deus
Deus sonhou os teus sonhos e muitas das vezes querem matar.
Mas os sonhos gerados em teu coração só você e Deus conhecem,
Se você sonha dentro de um poço
Deus invade o calabouço e restaura os teus sonhos...
Vai gerando,  
Dando forma ao que Deus sonhou,
Não desista dos sonhos de Deus,
Deus reaviva dentro de você...
Mesmo que venham palavras pra ti afligir,
O fruto que há dentro de ti
É o fruto do Espírito de Deus
Em você são gerados os sonhos de Deus...
Ninguém vai matar,
ninguém vai destruir o que Deus planejou.
Em teu coração são gerados os sonhos de vitória,
Ousadia para glória de Deus...
Pode gerar
Sonhos em um poço não vão sufocar,
Deus faz nascer teus sonhos e vai te exaltar sobre a terra,
Deus cumpre as promessas,
Gere os sonhos de Deus...
Gere os sonhos de Deus...
Mesmo que lágrimas desçam,
mesmo que pareça infinito,
Não desista,
Jamais se frustre,
Porque Deus é contigo,
É contigo...

10 comentários:

  1. Me parece que os crentes agora estão fissurados por sonhos, quer sejam os seus, quer sejam os "de Deus". E o atual cenário gospel é de enojar. Além de relativizarem as Escrituras, também a ignoram por completo! É perturbador! Aonde teremos que chegar para que isso acabe?
    Isso me entristece e me revolta; não me conformo.

    E me desculpe por desabafar aqui, :/

    ResponderExcluir
  2. O Brasil se tornou uma Babel teologica.

    ResponderExcluir
  3. Luana,

    Fique à vontade para desabafar. Aliás, o próprio texto é um desabafo.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Não concordo com esse tipo de letra no cenário cristão (ainda posso dizê-lo assim?!) mas, e antes de tudo desculpe a minha ignorância se me engano muito no que falo, mas como cristão é errado fazer planos pro futuro e acreditar e agir para que aconteçam?? ou seja, desta forma são sonhos, no sentido de aspiração.
    Sei da soberania de Deus sobre todas as coisas, e que muitas vezes essa minha "rota" pra almejar os meus "sonhos" vai sair do planejado, mas creio que deixar a vida rolar sem planejar algumas coisas pq creio que no fim é a vontade de Deus que será feita, é uma forma de descaso.
    O que há de errado em planejar/sonhar/imaginar aspirações quanto ao futuro??? É feitiçaria, ou esse monte de coisas que você disse, fazer isso??
    Estou pecando agindo assim?
    Por favor, me oriente.
    Um abraço e obrigada!
    Mila

    ResponderExcluir
  5. Mila,

    Seja bem vinda e não precisa se desculpar. Esteja à vontade para perguntar o que precisar que seja esclarecido.

    1. Não, não é errado o cristão fazer planos. Aliás, penso inclusive que é possível deduzir que o crente deve fazê-los, e bem feitos. Tampouco é errado aspirar condições melhores em nossa vida pessoal, familiar, profissional ou espiritual. Creio que Deus não apenas aprova isso, como se interessa por cada detalhe. Que pai não se interessa por aquilo que seus filhos almejam.

    2. Porém, Deus não aprova nossa ansiedade ou busca desenfreada dessas coisas. Ele quer que descansemos nEle, sabendo que Ele sabe o que é melhor para nós, e muitas vezes ter sonhos frustrados é o que de melhor pode nos acontecer. O cristão faz planos, mas a resposta certa vem do Senhor, e ele reconhece isso e o louva por seus "fracassos". Mas o ponto em questão ainda é outro.

    3. O "gerar os sonhos de Deus" é feitiçaria na sua origem, no sentido veio do xamanismo que pretendia criar uma realidade a partir da manipulação do mundo espiritual. Isso foi rebatizado para "poder da mente", "visualização criativa" por psicólogos e expoentes da Nova Era e introduzido na igreja por pessoas pouco interessadas com a saúde doutrinária da igreja e preocupadas especialmente com resultados independente dos meios. E finalmente, invadiu a hinologia gospel com o fraseado de sonhar os sonhos de Deus, gerar os sonhos de Deus, ressuscitar sonhos e besteiras do tipo.

    Você não peca se planeja e trabalha para melhorar sua vida na terra e o faz confiando no Senhor e reconhecendo o Seu senhorio na sua vida, mas erra certamente se adota a visualização como uma técnica psicoespiritual para transformar sonhos em realidade, chamando isso de "gerar os sonhos de Deus", pois isso é uma prática ocultista.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  6. Obrigada pela resposta, Clóvis.
    Me esclareceu muito.
    Realmente devemos aprender sempre, pra não sermos enganados por tantos ventos de doutrinas por aí.
    Realmente "... muitas vezes ter sonhos frustados é o que de melhor pode nos acontecer".
    Palavras como essas trazem ao meu coração que nossa submissão é fruto do reconhecimento de que Deus é sempre Deus, em tudo e em nós também.
    Muito obrigada novamente.
    Um grande abraço,
    Mila

    ResponderExcluir
  7. Não sei se tem muito a ver, mas olhem a mensagem que ví hoje no Facebook:

    "Lembrem-se:
    Jesus Cristo tem 11 letras, se não acredita nesse portal que se abre, peça e mentalize hoje um mundo melhor para o filho do nosso Pai Maior, ele é Real!"


    Tá tendo uma ideia de um "portal", que é coisa digna de filme! Tipo "vai se abrir um portal no dia 11/11/2011, e tudo o que desejarmos se concretizará!"
    Mas se arrepender e crer em Jesus ninguém quer, né?

    ResponderExcluir
  8. Pois é, Neto... O curioso é que será um portal somente para os falantes da língua portuguesa ou aquelas em que o nome tenha "misticamente" 11 letras. As pessoas falam cada coisa por aí e nem param para pensar na incongruência. Outro exemplo é a tal coca-cola com o alô diabo quando o rótulo é olhado pelo verso contra a luz. Faz todo sentido né... a empresa, que é de origem americana, ao invés de escrever "hello devil" resolveu mandar uma mensagem subliminar somente para os portugueses e brasileiros... cada uma!

    "Mas se arrepender e crer em Jesus ninguém quer, né?" Seu comentário é pertinente, e acredito que tudo isso faça parte daquilo que Paulo já observara em seus dias: Muitos prendem-se a fábulas e loquacidade frívola enquanto o evangelho puro e simples precisa ser pregado!

    ResponderExcluir
  9. Neto,

    Todo ano em que dia, mês e ano coincidem, surgem numerólogos góspeis e outros espertinhos para tirar alguma vantagem, mesmo que seja 11 minutos de fama. E todo ano as coisas continuam do mesmo jeito debaixo do sol.

    Mas pelo sim, pelo não, programei a postagem de hoje para ir ao ar às 11:11. Se não for a mais lida, comentada e divulgada do ano, é porque o portal não se abriu mesmo! Talvez então em 12/12/12...

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  10. André,

    "Faz todo sentido né... a empresa, que é de origem americana, ao invés de escrever "hello devil" resolveu mandar uma mensagem subliminar somente para os portugueses e brasileiros..."

    Não dizem por aí que Deus é brasileiro? Vai ver o diabo também. Daí faz todo sentido mandar um alô para ele bom português...

    Só rindo dessas bobagens...

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir

"Se amássemos mais a glória de Deus, se nos importássemos mais com o bem eterno das almas dos homens, não nos recusaríamos a nos engajar em uma controvérsia necessária, quando a verdade do evangelho estivesse em jogo. A ordenança apostólica é clara. Devemos “manter a verdade em amor", não sendo nem desleais no nosso amor, nem sem amor na nossa verdade, mas mantendo os dois em equilíbrio (...) A atividade apropriada aos cristãos professos que discordam uns dos outros não é a de ignorar, nem de esconder, nem mesmo minimizar suas diferenças, mas discuti-las." John Stott

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.