Enfrentando as 10 dificuldades do calvinismo

Apóiam-se em argumentos vazios e falam mentiras; concebem maldade e geram iniqüidade. Is 59:4
Azenilto Gama compila o que chama de 10 Principais Dificuldades do Sistema Calvinista, as quais considera suficientes para fazer com que qualquer calvinista coerente mude de posição. Mas, quem é Azenilto Gama? Conheço-o de longa data, tivemos alguns longos debates sobre adventismo, mas se interessar, recomendo que faça uma busca no Google para descobrir mais sobre esse adventista que gosta de ser chamado de professor. Segue uma resposta ao seu artigo, o qual aconselho ler, uma vez que respondo sem transcrever o que ele disse.

1. A eleição é não cristocêntrica. A doutrina da eleição é cristocêntrica na medida que a eleição é feita em Cristo. Aos Efésios 1:3-6 diz que Deus “nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo” o que inclui obviamente a eleição, pois “também nos elegeu nele antes da fundação do mundo”, e também “nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo” e nos “nos fez agradáveis a si no Amado”. Bem ao contrário do que Azenilto diz, a Bíblia afirma que a eleição pré-temporal é cristocêntrica.

2. Jesus não é o ponto de partida da eleição. Os eleitos são um presente do Pai para Jesus. “Meu Pai, que as deu para mim, é maior do que todos” (Jo 10:29). Quando alguém resolve presentear alguém, o ponto de partida é a pessoa presenteada, não o presente em si. Ninguém compra um presente para dar a alguém, sem pensar nesse alguém em primeiro lugar.

3. Deus é a causa do pecado. Deus não peca, mas o pecado só existe porque Deus quis que existisse. “Eu formo a luz e crio as trevas, promovo a paz e causo a desgraça; eu, o Senhor, faço todas essas coisas" (Is 45:7). Negar que Deus decretou a existência do mal é admitir o dualismo, e que Ele não pôde evitar o mal quando este surgiu no coração de Satanás.

4. É uma doutrina que não pode ser pregada. Jesus ordenou a pregação do evangelho, dizendo “vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas” (Mc 16:15). Ele também especificou o conteúdo da mensagem: “Por onde forem, preguem esta mensagem: ‘O Reino dos céus está próximo’” (Mt 10:7). A doutrina da eleição pode, e tem sido pregada, basta ler alguns sermões de Spurgeon e de alguns reformados de hoje na Internet e concluir que é uma mensagem frequente em púlpitos reformados. Quanto a pregar a condenação, seguimos o exemplo do mestre: “Mas se não se arrependerem, todos vocês também perecerão” (Lc 13:3)

5. Apresenta Deus não amoroso e injusto. A Bíblia diz que Deus “em amor nos predestinou para sermos adotados como filhos por meio de Jesus Cristo, conforme o bom propósito da sua vontade” (Ef 1:5). Os crentes são descritos “como povo escolhido de Deus, santo e amado” (Cl 3:12) e de fato “sabemos, irmãos, amados de Deus, que ele os escolheu” (1Ts 1:4). Mas o amor de Deus pelos eleitos não implica que Ele seja injusto com os réprobos. Depois de citar as palavras de Deus “amei Jacó, mas rejeitei Esaú” (Rm 9:13), Paulo pergunta “e então, que diremos? Acaso Deus é injusto? De maneira nenhuma!” (Rm 9:14). Isto deveria bastar para os que acham que o Deus que elege não é amoroso nem justo.

6. Se não é, parece fatalismo. Fatalismo obedece a uma lei necessidade cega e impessoal. A predestinação é o decreto de um Deus pessoal, infinitamente sábio, justo e bom. “Desde o início faço conhecido o fim, desde tempos remotos, o que ainda virá. Digo: Meu propósito ficará de pé, e farei tudo o que me agrada” (Is 46:10) só é fatalismo para quem exclui Deus e se entrega ao acaso cego.

7. Torna a história irrelevante. Sem um Deus soberano governando, a História não passa de um emaranhado de acontecimentos sem sentido e sem propósito. A esperança futura pode ser tanto um pessimismo trágico ou um otimismo utópico, tanto faz. Mas, se cremos num Deus que decreta e governa todas as coisas de forma infalível, então podemos ter certeza de que o que Ele decretou vai se cumprir. E em meio ao emaranhado de eventos, vemos o trem da história seguro para o propósito, o telos que Deus determinou: “Desde o início faço conhecido o fim, desde tempos remotos, o que ainda virá. Digo: Meu propósito ficará de pé, e farei tudo o que me agrada” (Is 46:10). Somente um Deus no trono confere sentido à História.

8. Distorce o sentido da ação humana. Sendo a fé um dom de Deus, como diz Ef 2:8, “vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus”. O homem poderia ter o mérito de renunciar os próprios esforços, se estivesse vivo espiritualmente para se esforçar, mas o fato é que Deus “deu-nos vida juntamente com Cristo, quando ainda estávamos mortos em transgressões — pela graça vocês são salvos” (Ef 2:5). Logo, toda glória é dada a Deus.

9. Inspira um falso senso de segurança. Embora a Bíblia nos diga “empenhem-se ainda mais para consolidar o chamado e a eleição de vocês, pois se agirem dessa forma, jamais tropeçarão” (2Pe 1:10), sabemos que nossa segurança não depende de nossa experiência, mas do fato de que somos “protegidos pelo poder de Deus até chegar a salvação prestes a ser revelada no último tempo” (1Pe 1:5), vale dizer, fomos “chamados, amados por Deus Pai e guardados por Jesus Cristo” (Ef Jd 1:1). O crente não se fia em si próprio, mas sabe que “Aquele que os chama é fiel, e fará isso” (1Ts 5:24).

10. Os frutos não tem sido bons. Contra o calvinismo, tem-se apresentado fatos como a execução de Serveto e o regime do Apartheid, entre outros. Os calvinistas não negam essas manchas históricas, mas as colocam sob a perspectiva correta e lembram de outros tantos bons exemplos apresentados por calvinistas. Não é o caso de enumerá-los aqui, pois uma doutrina não se prova dizendo que Madre Tereza a esposava, nem se refuta dizendo que Hitler acreditava nela. A verdade se prova biblicamente, “pois nada podemos contra a verdade, mas somente em favor da verdade” (2Co 13:8) ou, para citar um verso caro aos adventistas, “se eles não falarem conforme esta palavra, vocês jamais verão a luz!” (Is 8:20). E no arrazoado do professor, sobrou frases sem sentido e faltou fundamentação bíblica.
Soli Deo Gloria

39 comentários:

  1. Clóvis, qual é o essa de 'professor'... um dia vc me perguntou se eu sabia pq... Leandro Quadros 'professor' Azenildo 'professor' pq??? eles são?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dor de cotovelo é assim mesmo.

      Quem tem diploma tem, quem não tem, tem dor de cotovelo, kkkkkk.

      luciano, tu és professor do que???

      ha ja sei, é professor de proferir mentiras.

      Excluir
    2. Você é formado em teologia, Anonimo?

      Excluir
    3. neto:não é querendo defender o CLóvis não (mas já defendendo)

      novamente defendendo seu mestre, tudo bem

      não tenho formação em teologia, mas tbm não fico de ironia tentando ridicularizar outras pessoas, alias ja to aprendendo com o clovis e cia como ser ironico e cordial ao mesmo tempo.

      neto e vc é formado em teologia?

      Excluir
    4. Anonimo,

      você disse:
      "não tenho formação em teologia, mas tbm não fico de ironia tentando ridicularizar outras pessoas"
      Mas você não agiu dessa forma com o Luciano, ridicularizando-o?

      E eu tb não sou formado - mas não zombo de ninguém por causa de patente. Além disso, isso não é nada determinante num debate teológico...

      Um abraço.

      Excluir
  2. temho fe de ver a teoria calvinista cair por terra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se preucupe,pois na europa a campanha para o decreto dominical ja esta lançada, é so aguardar firme nos mandamentos de Deus e no testemunho de Jesus!

      Passa lá no MINUTO PROFETICO e da uma lida na matéria.

      Em breve muitos calvinistas sinceros estarão guardando o SABADO biblico!!!

      Deus nos abençoe!

      Excluir
    2. E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar os tempos e a lei; e eles serão entregues na sua mão, por um tempo, e tempos, e a metade de um tempo.
      Daniel 7:25

      Excluir
  3. Luciano,

    Não imagino o porque. Acho que confere algum moral. Ou talvez sejam professores mesmo. Sei lá.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. novamente a dor de cotovelo poraqui, alias vc tem faculdade em teologia?

      Excluir
  4. Tulho,

    Fezinha triste essa sua. Além domais, fadada ao fracasso. Pois no céu seremos todos calvinistas.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. presunção a sua dizer isso.
      em breve os sinceros calvinistas estarão guardando o sabado.

      Excluir
  5. Dificuldades?

    Essas questões são nada mais que quarelas levantadas por aqueles que não entendem os fundamentos da doutrina da predestinação, e com isso, de modo "pragmático-lógico-dedutivo" procuram desmerecer o ensino, tal como fez o Azenilto Gama.

    Em outras palavras ele agiu como o caveleiro São Jorge, criou um dragão para logo depois tentar matá-lo...

    ResponderExcluir
  6. Bom dia,

    Não sei se posso, mas se alguém quiser ver este texto de uma outra ótica, leiam o texto original e veja quem está certo.

    http://setimodia.wordpress.com/2008/11/25/10-principais-dificuldades-do-sistema-teologico-calvinista/

    Abraços fraternais.

    ResponderExcluir
  7. Anônimo,

    Claro que pode. Tanto pode que indiquei o link no próprio post (é só ver lá em cima) e tenha dito "o qual aconselho ler, uma vez que respondo sem transcrever o que ele disse".

    Não temo, pelo contrário, sempre incentivo a análise comparativa.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  8. O homem conquistou apenas o "direito" de tornar-se pecador com sua ganância de ser como Deus lá no jardim do Édem. É impressionante constatar que a ficha ainda não caiu até hoje... Quem propugna o direito do livre-arbítrio ainda ouve em seu coração a voz da serpente: "-Não aceite a soberania divina, seja como Ele..."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ora, sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.
      Hebreus 11:6

      Andre, o termo aqui é "dos que o buscam" ou "aquele que se aproxima de Deus".
      Os termos acima deixam bem claro que a aproximação vem da pessoa e não o contrario, o mesmo acontece na oração "dos que o buscam", não é Deus que me busca e sim eu devo buscar a Deus.

      Veja bem, não existe pessoas que Deus preferi mais e outras menos, e sim pessoas que O (a Deus) buscam mais e outras menos e isso é livre arbitrio.

      Abre tu os meus olhos, para que veja as maravilhas da tua lei.
      Salmos 119:18

      Deus te abençoe para que realmente vc veja as marivilhas da lei de Deus!

      Excluir
    2. Se Newton quer falar da gravidade e sua força sobre a maçã e descreve o evento como a maça caindo da árvore, vc então deduz que a gravidade não exite porque é a descrição apenas da maçã que voluntariamente caiu da árvore e sozinha foi parar no chão. Não havia nenhum força invisível agindo sobre ela?

      Assim como relatar o fato da queda da maçã não diz nada além da própria maçã que cai para o leigo, esse e outros textos bíblicos são enxergados superficialmente. Newton viu que existia algo muito além da simples maçã, assim como os reformadores.

      Enxergar o texto apenas desta forma é ser simplório demais. O calvinismo tem base sólida em muitos textos ignorados pelos arminianos.

      Excluir
    3. O calvinismo tem base sólida ???? uma vez salvo, sempre salvo??
      isso é pura presunção! vou rasgar a minha biblia e vou virar calvinista, e vou me entregar aos prazeres da carne, afinal ja estou salvo mesmo.

      é tudo que o diabo quer que eu pense.

      Excluir
    4. Aquele que é nascido de Deus não vive pecando.
      A nova natureza (somos nova criatura) não desejará pecar mesmo sabendo das garantias de sua salvação. Se vc rasgar a Bíblia e sair por aí pecando, nunca nasceu de novo. Não é nova criatura. Não é salvo!

      Se pelo contrário você está dizendo que sua salvação depende do que vc faz, a salvação não é pela graça, é por mérito, é por obras.

      Excluir
    5. Se pelo contrário você está dizendo que sua salvação depende do que vc faz, a salvação não é pela graça, é por mérito, é por obras.
      Nem tudo que eu faço pode ser chamado de obra, MUITO MENOS de mérito. Ademais, Tiago é uma forte evidência contra essa ideia de 'salvo só na fé, obras não valem nada' (confundindo santificação com salvação...).

      P.S.: Ler esse coitadismo foi o MUST!
      O calvinismo tem base sólida em muitos textos ignorados pelos arminianos.

      Ah tá, senta lá Claudia...
      E a cada Deuteronômio 29-30, ou 1Coríntios 10:13, a 'base sólida para o livre arbítrio libertário é ignorada pelos calvinistas', né?
      Nada como uma propagandinha aliada a uma tática que eu chamo de 'Johnny Bravo' ou 'peitinho de pombo'...

      Excluir
  9. Só um comentário sobre o texto: basicamente ele se apoia em textos-prova.
    Não sei se é lá muito honesto fazer isto - afinal, está implícito o tempo todo o 'Axioma de Spurgeon': O Calvinismo é o Evangelho.

    ResponderExcluir
  10. André vc disse:
    "Aquele que é nascido de Deus não vive pecando." errado, sabe porque, o unico que não pecou foi jesus, e se vc não peca mais, parabens, vc é um santo.

    "A nova natureza (somos nova criatura) não desejará pecar mesmo sabendo das garantias de sua salvação"

    Não desejar pecar, não é a mesma coisa que não pecar mais. São duas coisas bem diferentes.
    Outra coisa, vc diz "nova criatura" e isso quer dizer que vc se converteu dos seus maus caminhos, se batizou e agora é uma nova criatura, certo?
    Pergunta: Jesus te pegou pelo colarinho e mandou tu te batizar, ou o Espirito Santo trabalhou em seu coração e vc decidiu se batizar???
    Vc é obrigado a ser um crente ou vc é crente pq cre na graça de Cristo pra te salvar?
    Vou facilitar: Vc é crente pq quer crer, ou pq é obrigado a crer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A pior coisa que existe é a precipitação.
      Algumas traduções trazem "não peca", outras "não vive na prática do pecado", e outras "não vive pecando".

      Se vc tivesse um pouquinho mais de conhecimento bíblico e fosse menos precipitado (deve estar com uma afobação gigantesca para querer acusar os outros de heresia), vc não apresentaria a ignorância acima.

      Excluir
    2. nervosinho vc, me chamando de ignorante quando não te chamei de hereje, mas tudo bem, eu te perdoo. Não se precipite na acusação.
      Alias, não respodeu nenhumas de minhas perguntas acima.
      por favor responda com base solida!!!

      estou ansioso em ler suas respostas.

      Excluir
    3. se confirmou o que eu ja esperava,

      andre, com sua doutrina calvinista é impossivel responder as minhas perguntas, não é mesmo?

      as perguntas sao faceis de responder, basta vc deixar de lado as doutrinas de homens (calvinismo), e aceitar a doutrina biblica.

      Excluir
  11. Me esqueci, é obvio que não vou rasgar minha biblia, ela é o meu guia, é a palavra de DEUS.

    Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.
    Tiago 2:26

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As obras são frutos da fé, não a causa da fé!

      Excluir
    2. isso é tão claro como a luz do sol!!!

      estou no aguardo das respostas.

      Excluir
    3. andre??? vc ta ai???

      quero respostas

      Excluir
  12. vejam com os proprios olhos o aviso de Deus.

    http://minutoprofetico.blogspot.com/2012/03/campanha-pelo-descanso-dominical.html

    ResponderExcluir
  13. Não costumo perder tempo com anônimos.
    Acredito que as pessoas precisam ser pelo menos honestas dizendo os seus nomes.

    Pelo seu comportamento, resposta bíblica é só aquele que vc entende por certo. Não vou perder meu tempo.

    Que bonitinho - você me perdoa... parece hipocrisia...

    Acredito que já tenha respondido, mas como a única resposta que lhe agradará será o amém a tudo o que vc quer acreditar, não vamos perder o nosso tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nossa cara, vc pega pesado mesmo.
      primeiro me chama de ignorante, e agora de hipocrita.
      tudo bem, eu te perdoo.

      mas vejo que vc não consegue mesmo me responder,
      ja entendi.

      Excluir
    2. vamos combinar o seguinte.
      ja que vc não perde tempo com anonimos
      eu falo meu nome e vc me responde as perguntas que fiz.

      ja fiz o mesmo com neto, me identificando.

      vc diz: "não vamos perder o nosso tempo", se falar da biblia é perder tempo pra vc, pra mim não, afinal temos que evangelizar.

      vc não me respondeu ainda, estou aguardando

      LUIZ

      Excluir
  14. Clóvis, você devia criar uma editora e lançar uma revista, a "ANONIMATO".

    rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nossa, é mesmo, boa ideia!!!!

      Excluir
    2. Ed,

      O problema seria: para quem e qual endereço enviar os exemplares?

      Excluir

"Se amássemos mais a glória de Deus, se nos importássemos mais com o bem eterno das almas dos homens, não nos recusaríamos a nos engajar em uma controvérsia necessária, quando a verdade do evangelho estivesse em jogo. A ordenança apostólica é clara. Devemos “manter a verdade em amor", não sendo nem desleais no nosso amor, nem sem amor na nossa verdade, mas mantendo os dois em equilíbrio (...) A atividade apropriada aos cristãos professos que discordam uns dos outros não é a de ignorar, nem de esconder, nem mesmo minimizar suas diferenças, mas discuti-las." John Stott

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.