Os Cânones de Dort - Domingo 21

A Eficácia Salvífica da Morte de Cristo

Porque este foi o plano soberano e o mui gracioso desejo e intenção de Deus o Pai: que a eficácia vivificante e salvífica da preciosa morte de seu Filho operasse em todos os escolhidos, de modo que pudesse conceder-lhes fé justificadora e por meio dela os guiasse infalivelmente à salvação. Em outras palavras, foi vontade de Deus que Cristo através do sangue na cruz (pelo qual ele confirmou a nova aliança) deveria efetivamente redimir de todos os povos, tribos, nações, e línguas todos aqueles, e somente aqueles, que foram escolhidos desde a eternidade para salvação e que foram dados a ele pelo Pai; que ele deveria conceder-lhes fé (a qual, como os outros dons salvíficos do Espírito Santo, ele adquiriu para eles por sua morte); que ele deveria limpá-los através do seu sangue de todos os seus pecados, tanto originais quanto presentes, quer cometidos antes quer depois de sua vinda à fé; que ele deveria preservá-los fielmente até o final; e que ele deveria finalmente apresentá-los a si mesmo, como povo glorioso, sem mácula nem ruga.

Eu rogo por eles; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus. Jo 17:9

Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível. Ef 5:25-27

Semelhantemente, tomou o cálice, depois da ceia, dizendo: Este cálice é o novo testamento no meu sangue, que é derramado por vós. Lc 22:20

Mas agora alcançou ele ministério tanto mais excelente, quanto é mediador de uma melhor aliança que está confirmada em melhores promessas. Hb 8:6

E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda a tribo, e língua, e povo, e nação. Ap 5:9

Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado. IJo 1:7

E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão. Jo 10:28

Um comentário:

  1. Você já conhece o pastor DEUSDETH?
    Ele é o estereótipo do " pastor de sucesso " de nossos tempos,
    Uma crítica aberta ao "evangelho" estranho que tem se pregado por aí,
    Neste post fazemos uma entrevista com o tal pastor,
    e você é convidado a ouvir e COMENTAR.

    COPIE E COLE NO NAVEGADOR:

    http://diariodoppastor.blogspot.com/2010/05/pod-cast-as-satiras-do-pastor-deusdeth.html

    Sorria e chore também.
    PAZ.

    ResponderExcluir

"Se amássemos mais a glória de Deus, se nos importássemos mais com o bem eterno das almas dos homens, não nos recusaríamos a nos engajar em uma controvérsia necessária, quando a verdade do evangelho estivesse em jogo. A ordenança apostólica é clara. Devemos “manter a verdade em amor", não sendo nem desleais no nosso amor, nem sem amor na nossa verdade, mas mantendo os dois em equilíbrio (...) A atividade apropriada aos cristãos professos que discordam uns dos outros não é a de ignorar, nem de esconder, nem mesmo minimizar suas diferenças, mas discuti-las." John Stott

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.