Pastor das Assembleias de Deus explica a predestinação


O vídeo acima é uma tentativa do pastor Paulo Kamisaki, da Igreja Assembléia de Deus Peniel de Toronto, Canadá, de explicar a doutrina da predestinação e mostra como a pergunta é espinhosa. E ilustra bem como a rejeição do ensino direto das Escrituras sobre este tema leva a declarações confusas, contraditórias e anti-bíblicas.

O pastor Paulo admite que "é evidente que existe predestinação, a Bíblia fala de predestinação". Porém, como ele não concorda com a doutrina, tenta arrumar saídas para o fato a ele desagradável de que Deus predestina os seus para o céu desde a eternidade. Entre outras afirmações do pastor, selecionei dez sobre predestinação:

1) Predestinação não quer dizer um destino já traçado e que é imutável...

2) Deus predestinou tanto Israel como a Igreja para uma eternidade de glória na presença dele...

3) Muitas pessoas entendem que a predestinação vem desde quando o homem nasce...

4) Uma pessoa que está com a natureza pecaminosa, destituída da glória de Deus, afastada de Deus por causa do pecado, não está de forma alguma predestinada para a salvação...

5) Quando uma pessoa aceita a Jesus passa a ser predestinada ao céu...

6) Deus predestinou aos anjos caídos e aos homens que estão separados de Deus pelo pecado ao inferno, à condenação eterna...

7) Todos aqueles que aceitaram Jesus Deus predestinou que fossem herdeiros do céu...

8) Esses dias eu ouvi alguém dizer "essa pessoa aceitou Jesus e estava predestinada à salvação". Eu não concordo com essa doutrina, porque ela passou a ser predestinada a partir daquele momento que aceitou a Jesus, mas até então ela estava predestinada ao inferno...

9) A predestinação é algo que existe sim, mas não quer dizer que é algo imutável...

10) Uma pessoa que hoje está servido ao Senhor está predestinada ao céu, mas se ele se desviar dos caminhos do Senhor seu destino vai mudar...

O conceito de predestinação é simples, apesar do peso teológico da doutrina. Num sentido comum, predestinar é simplesmente "destinar de antemão". Nas vezes que ocorre na Bíblia é tradução do termo proorizo, que por sua vez é composto de duas partes pro ("antes") e horizo ("determianr, ordenar"), portanto o significado é "predestinar ou preordenar de antemão". Biblicamente predestinação refere-se ao decreto eterno, soberano, imutável e infalível de Deus conduzir os seus eleitos à glória. Portanto, a predestinação, em seu sentido bíblico, significa que antes da fundação do mundo Deus destinou que seus eleitos seriam conduzidos à fé e preservados fiéis até a volta de Cristo, período em que seriam progressivamente transformados na imagem dEle.

Segundo Paulo, aos que Deus conheceu de antemão "também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho" (Rm 8:29), o que se completará com certeza na volta de Cristo, pois "quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos" (1Jo 3:2). Este propósito divino faz parte de um decreto, pois os "que predestinou a estes também chamou" (Rm 8:30), foram "chamados segundo o seu propósito" (Rm 8:28). Ao contrário do que diz o pastor, uma pessoa não passa a ser predestinada quando "aceita a Cristo" (é chamada), mas "aos que predestinou a estes também chamou" (Rm 8:30), ordem que está de pleno acordo com At 13:48:  "creram todos quantos estavam ordenados para a vida eterna".

Não cabe também, no ensino bíblico sobre a predestinação, afirmar que a mesma possa ser mudada. Por ser um decreto de Deus, que é infinitamente sábio e poderoso, isto é simplesmente impossível. E a passagem de Romanos não dá brecha alguma para essa possibilidade, pois todos os predestinados são chamados, justificados e glorificados, sendo que desde "agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus" (Rm 8:1) pois "é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados" (Rm 8:17).

Soli Deo Gloria

83 comentários:

  1. Prezados irmãos,

    Quero me desculpar antecipadamente, pois devido a emergências no trabalho, não poderei acompanhar os debates desta semana como gostaria. Mas confio que serão proveitosos e sempre que der darei uma espiadinha.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  2. Clovis,

    Simples, direto e biblico.
    Parabens.

    ResponderExcluir
  3. Não me admira que ele não crê em Eleição.

    Ele crê que o homem tem o poder de conquistar sua Salvação:
    "então, é preciso ter obediencia a Deus para podermos alcançarmos [sic] a Salvação" (5:10 ao 5:20)

    Depois dessa, (tirando toda a 'lição' bíblica) ele não pode falar mais nada...
    E ainda é pastor?
    Misericórdia...

    ResponderExcluir
  4. É lamentável ter que ouvir, por 6 minutos e 27 segundos, tantas palavras truncadas...
    .
    Agora, pior ainda, é encontrar quem perca tempo para refutar tais palavras... seria o caso de apenas ridicularizar um "simplório" arminianista?
    .
    Clóvis, meu irmão, o nível geral de suas postagens não merece uma como essa.... rsrsrs
    .
    Abraços arminianos!

    ResponderExcluir
  5. Estou sem palavras,como é que tem gente que ainda diz sobre "pré-destinação" dessa forma(a palavra "pré-destinação" está escrito diferente de propósito); para esse pastor bastava olhar o Aurélio (OU NÃO) para não falar essas coisas.
    Ótimo post de novo Clóvis...

    Paz,

    Paulo

    ResponderExcluir
  6. A tática é simples: haja como Humpty Dumpty. "– Quando eu uso uma palavra, – Humpty Dumpty disse com certo desprezo – ela significa o que eu quiser que ela signifique... Nem mais nem menos".

    Esse rapaz aí, como diz o ditado, está mais perdido do que bala em boca de banguela. Não sabe o que diz.

    É o cúmulo da distorção! O cara usa textos que falam claramente da predestinação para falar sobre livre arbítrio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estranho que é justamente isso o que eu vejo na mão de calvinistas.

      Basta ver o que acontece com as palavras 'mundo', 'todos', 'todos os homens' na mão de um gomarista. Isso sem contar trechos como 2Pedro 2:1, Mateus 23:37, Hebreus 6:4-6, Hebreus 10, Romanos 11 e Romanos 9.

      Excluir
  7. Achei na net e gostaria de compartilhar

    Penso que não há como ver o “evangelho” da predestinação como “boa nova”, é na verdade uma “má nova”. A “má nova de perdição”, pois no estado natural da criação todos estariam salvos; ao permitir, ou mesmo planejar já que é “predestinacionisticamente” soberano, a entrada do pecado no mundo, Deus privou à descendência do homem um estado eterno de comunhão para criar uma legião de perdidos, ou seja, Deus saiu da perfeição para “criar”, já que a “soberania” é dELE, um mar de condenados. A salvação é uma “boa nova” infinitamente menor que a “má nova de perdição”. Um pingo no oceano.

    A Bíblia diz que Deus é bom e que é amor, mas, para mostrar a soberania de Deus, os predestinacionistas apresentam (há várias variantes de predestinacionistas, bem como a linha contrária) um Deus que, em não existindo nada no Universo, teria resolvido criar o mundo e o homem; colocar no plano de existência dele o pecado, e depois de planejar a superpopulação da terra, preferiu, para se revelar soberano, deixar, no inferno, das portas para dentro, um sem número de indivíduos que ele resolveu não escolher, ou seja, a culpa do inferno para a humanidade não é nem do diabo, nem do homem, é de Deus, o único planejador eficaz que poderia mudar essa história, mas preferiu não fazê-lo. A culpa da superpopulação do inferno passa a ser de Deus que em primeira, e, também em última instância é quem tem a capacidade de mudar esse fato.

    Diga a quem quer que seja que o plano de Deus, foi criar o homem, colocar no script o pecado, encher a terra de pecadores e preparar o inferno para, juntamente com o capeta, fazer um coral de gritos e prantos lá, e, que
    continua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vejo por aí, essa doutrina da predestinação não é bílbica, pois basta citar joão 3:16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito para que todo aquele que NELE crer não pereça, mas tenha a vida eterna. continue lendo o restante dos versos17-21.

      Excluir
  8. estando ao seu pleno alcance resgatar antes a todos, se preocupou em mostrar soberania A TODOS e amor AO MÍNIMO DO MÍNIMO possível, e para se mostrar soberano escolheu poucos, ao invés de muitos, pois salvar muitos poderia revelar um sinal de fraqueza de Deus. Escolhendo poucos ele pareceria ser mais soberano. Ainda que a qualificação melhor para isso seria tirano.

    Se dissermos a quem quer que seja que foi plano de Deus encerrar a todos debaixo do pecado para “graciosamente” não libertar a todos: Encerrar a todos debaixo do pecado para distribuir graça ao mínimo.

    Mostre isso a uma criança e ela dirá: Deus é mau.
    Mostre isso a um menino e ele dirá: Deus é mau.
    Mostre isso a um adolescente e ele dirá: Deus é mau.
    Mostre isso a um adulto e ele dirá: Deus é mau.
    Mostre isso a um velho e ele dirá: Deus é mau.
    Mostre isso a um bêbado e ele dirá: Deus é mau.
    Mostre isso a um débil e ele dirá: Deus é mau.

    Não quem não considere isso uma maldade. Uma má nova.

    Esse pensamento é humano?

    Então, Deus deveria ser Deus de outros seres, pois é impossível ao racional não perceber algo errado nessa equação que é, em geral, atribuída aos calvinistas.

    Mas, há aqueles versos que falam de eleição e escolha... Há sim, basta lê-los, juntamente com os outros que
    continua

    ResponderExcluir
  9. falam do alcance global da salvação “...onde o pecado abundou, superabundou a graça;”: “expiação limitada” não cola com esse verso.

    Há coisas que o homem faz que nunca passou pelo coração de Deus. Jr. 32.35 “E edificaram os altos de Baal, que estão no Vale do Filho de Hinom, para fazerem passar seus filhos e suas filhas pelo fogo a Moloque; o que nunca lhes ordenei, nem veio ao meu coração, que fizessem tal abominação, para fazerem pecar a Judá.” Ora, se fazer passar pessoas pelo fogo não subiu ao coração de Deus, como privaria ele as pessoas de escolherem não morar no tormento eterno.

    ResponderExcluir
  10. Que negocio ruim é esse... eu já havia visto algo similar. O cara não sabe quase nada, e aí de improviso ele tenta justificar a "torcegese" bíblica em que ele crê (leia-se arminianismo). Mas, eu tenho que concordar que esse crente tipo A (arminiano), é fraquim, fraquim. Creio que se ele seguir algumas orientações a coisa melhora.
    1 - Estudar mais a língua portuguesa para falar sobre o português com mais propriedade.
    2 - Antes de responder sobre determinado um assunto, estudá-lo. Há tanta confusão de termos teológico e que quase todas as suas afirmações estão fundamentalmente erradas, acho que de tudo que falou, só acertou nas declarações: 6) Deus predestinou aos anjos caídos e aos homens que estão separados de Deus pelo pecado ao inferno, à condenação eterna... e 7) Todos aqueles que aceitaram Jesus Deus predestinou que fossem herdeiros do céu...
    3 - estude as línguas originais. Conclusões teológicas são prioritariamente feitas nos originais, levando em conta a análise histórico-gramatical dos termos, exegese e hermenêutica, e obviamente a lógica. É assim que o Espírito fala através das Escrituras, e não com revelações dispares do texto e nem com iluminações irracionais –- Deus me revelou que embora a palavra predestinação signifique destino prévio, Ele (Deus) não quis colocá-la aí no texto (Bíblia) com esse sentido -- afinal se Deus deixou escrito é por que podemos ler e entender a Verdade a partir dessa leitura, se não fosse possível a Bíblia não tinha razão de ser.
    4 - escrever um texto com seus comentário o fará ter uma linha de raciocínio, isso evita que ele se torne repetitivo, especulativo e contraditório, e provavelmente deixará de ser arminiano (Risos).
    5 – grave e edite os vídeo, pois mesmo você engasgando e tendo dificuldades de falar de um assunto que você não entende, será possível passar segurança ao seus ouvintes. Da forma como você fez, caro pr. Paulo, você deu um tiro no pé.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Caro amigo (anônimo... achei na net e gostaria de compartilhar) e signatários desse pensamento...
    Tenho que concordar com a força de seus argumentos, mas espere... entretanto as conclusões tiradas a partir dele são tão incongruentes como as tresloucadas afirmações do pr. Paulo Kamisaki (o sobrenome num ta errado?! Num seria Kamikasi, rsrsrsrs). Vou tentar ser sintético e expor o entendimento que contraria essas idéias que você pegou o internet.
    Deus é Criador - Deus o soberano criou o ser humano perfeito, isso é um fato bíblico claro, fomos criados a imagem e semelhança dele.
    Mas isso trás um problema verificável hoje, não somos bons e perfeitos como Deus, de quem fomos feitos a imagem e semelhança. Entre a Criação do homem e 2010 d.c alguma coisa aconteceu. Já em Gn 3, somos informados que Adão e Eva, pecaram e lançaram toda a sua posteridade (inclusive eu e você)no pecado.

    Mas isso só responde parcialmente o problema. Somo como somos agora (2010) por que o Adão e Eva pecaram, e por causa disso, fomos expulsos do Paraíso. Mas por que nossos primeiros pais pecaram?

    A primeira resposta é obvia. Por que havia a possibilidade do Pecado. Antes, entretanto, é preciso entender o que é pecado. Pecado é desobedecer a Deus. Para que houvesse pecado teria que haver uma lei que pudesse ser desobedecida. A lei foi posta por Deus (isso é incontestável - Gn 2;16) e, também, a possibilidade de pecar (leia o verso 9). Essa lei foi clara, taxativa e positiva, vocês podem comer de tudo, só não daquela arvore (bem e do mal), por que se comer... é morte certa. Enquanto o homem obedecesse essa lei, ele viveria.

    Mas ainda não é tudo... por que Deus colocou a arvore lá? Qual era a razão disso? Se Ele não tivesse nos dado a chance de erra, nós nunca teríamos errado. Mas aí, meu querido, nós também nunca seriamos a imagem e semelhança de Deus. A resposta do porquê está aí. Deus no seu sábio e santo conselho resolveu, por livre vontade, nós criar assim, com a capacidade de obedecermos ou não a Deus. E mais, de realmente nos dar a chance de desobedecer. Isso é o plano Dele! Ele assim quis.

    Talvez, o que seja mais complicado de entendermos, não é a vontade soberana de Deus, mas como um ser humano, inteligente e capaz, com um relacionamento perfeito com Deus, vivendo num paraíso, pode querer desobedecer?! Isso é que é estranho... a Bíblia diz que Eva olhou para o fruto e viu que era bom e bonito e desejou aquele fruto, preferindo confiar na sua capacidade de julgar do que na Palavra de Deus.

    As conseqüência dessa decisão humana, é o que nos coloca aqui e agora. Deus nos criou com o livre-arbítrio, sim, mas nós jogamos fora, livremente optando por pecar, morremos e isso nos distanciou de Deus, que é santo e não pode contemplar o pecado (Hc 1,13), e perdemos a capacidade de fazer o que erra certo (Tg 1;17), fomos marcados com o Pecado (original), nos tornamos inimigos de Deus (Rm 3;10).

    Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores (Rm 5;8). E Cristo foi morto antes da fundação do mundo (Ap 13;8).

    O seja... Deus resolveu nos criar, isso implica que pecaríamos e Deus resolveu através do sacrifício de Jesus nos salvar.

    Por ora leia, tente entende e digerir isso, depois falamos do por que Deus salva uns e não todos.


    sem mais...
    Graça e paz.

    ResponderExcluir
  13. DAVID GABRIEL

    Bem meu amigo !Se vc é um calvinista e não concorda com o ponto de vista arminiano isso é com vc e Deus !Agora ficar falando mal de um ungido de Deus pq ele não diz oque vc quer ouvir ae a coisa fica feia pra o seu lado !Cuidado quando falar de um ungido de Deus e tente amar ao proximo como a si mesmo que isso é uma evidencia do seu amor para com Cristo !
    Deus te abençoe e te de sabedoria e discernimento!

    ResponderExcluir
  14. Davi Gabriel,

    Obrigado por aparecer e comentar.

    Pelo que eu entendi,ter um ponto de vista equivocado sobre a doutrina bíblica não é problema, a coisa começa a ficar feia quando falamos mal de um "ungido de Deus"? Interessante este ponto de vista.

    Porém, se me permite, gostaria de fazer duas considerações. Uma, não falei mal do pastor Paulo Kamisaki, apenas mostrei como é embaraçoso tentar argumentar contra um ensino da Palavra de Deus. Afirmar que a Bíblia diz uma coisa e tentar explicar que a coisa não é bem assim como ela diz, não é uma tarefa fácil. Além disso, adicionei o Pr. Paulo como meu amigo no Facebook e informei-o do texto aqui publicado, caso ele quisesse se manifestar. Não o fez.

    Dois, biblicamente falando, ungido de Deus não são apenas pastores. Aliás, a ordenação neotestamentária ao ministério pastoral é feito pela imposição de mãos e não pelo derramar de óleo sobre a cabeça. E ungido de Deus é todo crente em Jesus Cristo, e não uma classe dentre eles. Fica claro então que minha visão do que seja ungido de Deus é mais ampla do que a sua e alguém me ameaçar que a coisa vai ficar feia para meu lado é tão, ou mais, tocar no ungido de Deus quanto denunciar o erro teológico de um pastor.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  15. Há alguma explicação Bíblica para a eleição segundo o Calvinismo?

    A Bíblia afirma que Cristo morreu por todo homem. Nota-se que os versos seguintes claramente relata:

    " E ele é a propiciação de nossos pecados: e não para os nossos apenas, mas ele é a propiciação de nossos pecados e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo". (1 João 2:2)
    "E deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu único filho, para a todo que nele crer, não pereça, mas tenha a vida eterna".(João 3:16)
    " Isto é bom e aceitável aos olhos de nosso Salvador; que quer que todos os homens se salvem e venham ao conhecimento da verdade".(1Tim. 2:4)
    "O qual ( falando Jesus) se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo".(1Tim.2:6)
    "Porque o amor de nos constrange, julgando nós assim: que se um morreu por todos, logo, todos morreram".(2Cor.5:14)
    " E disse ide por todo o mundo, e pregai as Escrituras".(Mar.16:15).
    " O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia, mas é longânime para convosco, não querendo que nenhum se percam, senão que todos venham a arrepender-se."(2Pedro3:9).
    "Mas Deus não tendo em conta o tempo da ignorância, anuncia agora, a todos os homens, em todo o lugar que se arrependam".(Atos17:30).
    "Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação da vida".(Rom.5:18).
    "Vemos, porém, coroado de glória e de honra aquele Jesus que for a feito um pouco menor que os anjos, por causa da paixão da morte, para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todos". (Hebr.2:9).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso é maravilhoso saber que CRISTO MORREU POR todos é nisso que creio.

      Excluir
  16. Claramente cada versículo das escrituras acima ensina que Cristo morreu por todo homem em qualquer lugar e deseja que todo homem seja salvo. Qualquer ensino de homem que contradiz esta verdade é falsa.Isto é entendido que aqueles que se baseiam na expiação limitada, contará dizendo " o mundo"e "os homens", realmente não diz todo o mundo e todos os homens, mas se rever apenas aos "eleitos". Seguramente, tal linha de pensamento é baseada nas razoes das faltas do homem, e não parece com princípios hermenêuticos. O claro sentido da palavra mundo (cosmos), usado da Bíblia significa toda a terra e todos nela e no mundo perdido. Nunca é usado na Bíblia referindo eleição de Deus. A palavra Todos é tudo incluído.Todos homens, incluem toda a espécie humana.Se Deus queria limitar a porção de salvação, Ele poderia escolher uma melhor palavra para "todos", " mundo" e "todo" homem! Ele escolheu estas palavras porque isto convém a intenção de Deus. Ele pagou o preço por todos os pecados dos homens em todo o mundo! Ele trouxe com seu próprio sangue o direito de oferecer a salvação. Expiação limitada quer dizer que Ele apenas sofreu por aqueles que serão salvos e isto é claramente um falso ensino bíblico.

    Os Calvinistas devem reprovar tais ensinos de ensinar que a morte de Cristo foi limitada a apenas certos homens que poderia ser salvos. Devem concluir que quando pregam o Evangelho e apresentam salvação aos seus ouvintes estão por certo "batendo a língua no queixo". Devem admitir que estão oferecendo não pode ser concebido. O Evangelho que se tornou "Boas Novas" é para seleção de poucos. Os outros estariam desperdiçando o tempo em ouvir sobre a morte o enterro e a ressurreição de Cristo, pois eles não poderiam receber a Cristo.

    Jesus disse que os habitantes de Sodoma e Gomorra receberiam menos juízo no dia do julgamento do que o povo de Israel. Ele alegou a isso pela razão de eles tendo o ouvido e a Ele rejeitado como o Messias.( Mateus 10:15). Claramente porque ouviram e rejeitaram a verdade. Eles seriam mais duramente castigados do que aqueles que não tiveram o privilegio de ouvirem a verdade. Se as cidades de Israel não poderiam corresponder com a verdade após ouvir a Jesus por estarem predestinadas ao inferno, em que base poderia a Deus fazer o julgamento mais severo do que aqueles que não o ouviram.? Não há dúvida que Deus os têm em conta por seus pecados por rejeitarem a verdade e que eles poderiam ter ouvido e arrependido.

    A grande comissão para ir em todo o mundo e pregar o Evangelho perderia sua intenção. Por que pregar se Deus salvará os eleitos de qualquer forma. Os Calvinistas mais uma vez dizem, que Deus nos manda a pregar o Evangelho para encontrar os eleitos. Isto é um exemplo da falha da razão humana. Se a Bíblia ensina que devemos ensinar aos homens em todos os lugares e que serão salvos por crerem que Jesus e Deus em fato oferece a salvação para um determinado número previamente escolhido, então estaríamos nos tornando em mentirosos! É mentira dizer a alguém que Deus o salvará , se a Bíblia diz que não podem ser salvo!

    ResponderExcluir
  17. ATOS 17:30-31, ensina que o homem é responsável e será julgado pelos seus pecados. A base do julgamento é em fato que Cristo veio ao mundo para trazer a salvação. Se você retira do homem a responsabilidade de receber a Cristo como seu salvador, se você retira do homem a chance de ser salvo. Então você deixa a Deus sem uma base para o julgamento. Não se pode condenar o homem por não receber alguma coisa que não é capaz de receber.

    Voltando atrás para os muitos versículos, colocando que Cristo morreu pelos pecados do "mundo" você deve concluir que a morte de Cristo foi para a salvação para aqueles que crêem e ao mesmo tempo para confirmar a condenação para aqueles que não crêem.

    Atos 17:31 "Porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do varão que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando -o dos mortos.


    É bíblico o Arminianismo?

    A bíblia afirma que todos os homens são pecadores, sem méritos e salvos pela graça de Deus a parte de nenhuma obra do homem.

    Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie.(Efésios 2:8-9)
    Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.(Rom. 3:23)
    Mas as escrituras encerrou tudo debaixo do peado, para que a promessa pela fé em Jesus Cristo fosse dada aos crentes.( Gal. 3:22).
    Todos nós andamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho, mas o Senhor fez cair sobre Ele a iniqüidade de nós todos.( Isaias 53:6).
    Por que o amor de Cristo nos constrange, julgando nós assim; que se um morreu por todos, logo todos morreram.( 2Cor. 5:14).
    Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram.( Rom. 5:12).

    É bem claro o testamento de Deus que o homem é pecador e impossibilitado de salvar-se a si mesmo. E também dizer que o homem é uma partícula da divindade ou bondade, contradiz o que a Bíblia diz. Os Arminianos ensinam que o homem tem contribuição em sua salvação, no entanto isto é falta da razão humana não suportada pela Bíblia. Deus diz, " … Porquanto, a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita a lei de Deus, nem em verdade o pode ser.( Rom. 8:7).

    A Bíblia ensina quando o homem é salvo ele recebe eterna vida. Os Arminianos ensinam que se o homem tem em parte a sua salvação, ele no entanto é um resultado natural, mas deve ter boas obras para assim manter a salvação. De acordo co esse ensino o crente pode deixar de crer e deixar a graça.

    ResponderExcluir
  18. A Bíblia manda ao homem crer.


    As escrituras nos fala que o homem deve crer em Jesus Cristo, para receber a salvação. Literalmente há centenas de Escrituras que ensinam o homem que deve crer, confiar e ter fé em Deus.

    Porque Deus deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3:16)
    Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é p poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do Judeu e também do grego.(Rom. 1:16)
    Sendo justificado pela fé, temos paz co Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo.(Rom.5:1).
    Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isso não vem de vós é dom de Deus.(Ef.2:8).
    Visto como na sabedoria de Deus, o mundo não conheceu a Deus, pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação. (1Cor.1:21).
    O homem deve crer para receber de Deus o presente da salvação. Crer é um ato da vontade do homem . Exercer a sua vontade e crer no que Deus há dito, o homem não tem nada o que contar vantagem ou gabar-se. O ato da expiação dos pecados foi feito por Jesus, não pelo homem. Esta oferta de expiação não foi feita porque você merece, ou porque você ganhou, mas porque Ele se dispôs, quis que você tivesse a salvação. Poderia você conseguir um presente e depois mudar a situação dizendo que você merecia? É quase certo que não.A pessoa que oferece o presente é que determina a si mesma a quem da o presente, e não a quem recebe.

    O calvinista está certo em dizer que a salvação é um ato de soberania de Deus. Mas está errado em concluir que recebendo a Cristo , de algum modo é mérito de salvação. O extremo ponto de vista dos calvinistas está errado quando tira do homem a responsabilidade de receber a Cristo, atestando que Deus decretou alguns para ser salvos e outros para a perdição. Deus comanda a todo homem a crer e receber a Jesus Cristo. O homem não pode exercitar sua vontade for a do limite estabelecida por Deus. E um ato de Sua vontade (de Deus) possibilitou o homem a receber a salvação.

    O calvinismo que leva a razão humana ao extremo, não é Bíblico confundindo de "Segurança do Crente" com a doutrina "Salvação Assegurada". A Bíblia claramente

    Ensina que o homem pode voltar atrás, e deixar que o pecado domine a sua vida. Mas em Heb. 11:6-11, Cor. 11:30 e João 5:16, Deus lançará o pecador igualmente á morte. A doutrina Bíblica é de "segurança" não de "perseverança dos santos.

    Os Arminianos estão certos que é de responsabilidade do homem receber a Cristo e que o homem deve receber a cristo por meio da fé. Mas está errado em dizer que o homem pode crer porque tem uma partícula de divindade em si. E está grosseiramente errado em concluir que, pelo crer, também tem parte em sua expiação.

    Salvação é um total ato de Deus e não do homem. Quando o homem recebe a Cristo, ele torna uma nova criatura em Cristo Jesus.

    ResponderExcluir
  19. EXPLICAÇÃO BÍBLICA.


    Muitos evangélicos que aceitam literalmente a interpretação das escrituras, têm encontrado melhor entendimento rejeitando o extremismo do sistema Calvinismo quanto do Arminianismo. Ambos têm caído na armadilha preparada pelo conhecimento do homem, que tenta explicar e sistematizar a cada ato de Deus. Deus claramente não disse tudo ao homem a seu respeito, nem tão pouco "porque" de tudo que Ele tem feito. Mas o que ele tem revelado, devemos crer, confiar, aceitar e viver.

    Deus fez a salvação tão simples e clara que mesmo uma pequena criança pode crer e ser salva e ser uma testemunha a outros. Qual é o valor de gastar o tempo em incontáveis horas calculando sistemas teológicos segunda a imaginação de tudo o que Deus tem feito?

    A Bíblia diz; você pode conhecer a arvore pelo fruto. Isto é bem aplicado aqui. Qual tem sido o fruto do Calvinismo e do Arminianismo?

    Em minha opinião, ambos tem levado a falso ensino. Uma resposta dos que se apoiam na doutrina de eleição é atacar por julgamento aos que diferem de seus ponto de vista. Gordon Clark critica aos que diferem dos calvinistas, concluindo que eles não são estudante da Bíblia e não estão interessados em doutrina. É um julgamento insensato.

    Paulo disse em 2 Tim. 3:16-17, …" Toda Escritura é divinamente inesperada é proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça, para que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente instruído para toda boa obra." Porque, alguém poderia perguntar, alguns grupos têm tanta fixação em doutrinas de eleição e predestinação? C. D. Cole, faz duro julgamento aos que não aceitam o calvinismo. "Ah, o real problema em objetar não é a predestinação, é algo mais: Seus problemas é a total depravação ou a inabilidade do homem em fazer o bem."

    John MacArthur acusa objetores do calvinismo, sendo como orgulho.

    Kenneth Good, coloca a tradicional Batista sendo campo do Calvinista, disse: "É lamentoso que emoção e confusão parece reinar nas discussões de Calvinismo versus Arminianismo. Consideravelmente mais calor que luz está sendo gerado pela energia presente.

    Em minha opinião ambos tem levado extrema posição, e igualmente não tem provado seus sistema para ser completamente Bíblico. Ambos contem verdade, mas vão além do que Deus faz. Eu não acho que isto pode totalmente entendido por nenhum homem. Tenho sido estudante da Bíblia desde que fui salvo em 1972 aos 30 anos de idade. Com gratidão, agradeço aos que me fizeram pensar e aceitar a Bíblia como a maior autoridade em minha fé e prática. A bíblia é autoridade, e não sistema teológico para o homem.

    ResponderExcluir
  20. Não tenho orgulho por ser salvo. Mas temor e respeito pela verdade de que o Senhor Jesus morreu na cruz do calvário pelos meus pecados. Estou profundamente grato, pois Deus amou tanto este cego pecador! E eu rejeito totalmente a idéia de que recebi a salvação por meus méritos! Eu era, como disse o Senhor, um pecador, cedido ao pecado, um filho do pecado, sem sem razão própria. Foi salvo pelo ato de soberania de nosso amoroso Deus, que veio a terra, se tornou homem e pagou totalmente meus pecados. Eu não merecia a salvação e estava totalmente entregue a minha natureza pecadora. Eu, absolutamente não tinha nenhuma partícula de divindade em mim. Mas Jesus me amou, Ele sofreu por mim enquanto eu ainda estava em meus pecados. Ele providenciou um meio e uma maneira para a minha salvação.


    O homem não pode se orgulhar ou tomar nenhum mérito em parte de sua salvação."Pela graça sois salvos, através da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus, não vem das obras para que ninguém se glorie. (Efes. 2:8-9).

    O homem não pode ganhar a salvação por boas obras. "Mas, aquele que não pratica, porém crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça."(Rom. 4:5).

    O homem não possuí nenhum mérito, nem bondade em si para basear a sua salvação. "Mas Deus prova o seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores."(Rom. 5:8).

    "Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus."(Rom. 3:23).

    Muitos na história tem caído em armadilha por ir além das Escrituras, vão com a razão humana tentar explicar e sistematizar as ações de Deus. O resultado de tal racionalização é que em muitos casos, caem em extremismos. É um extremismo afirmar que Deus predestinou alguns homens a serem condenados e não oferecê-los salvação. E igualmente uma extrema afirmação dizer que o homem ganha a salvação por mérito.

    Cada perspectiva que procura violar ensinos Bíblicos, não podem ser verdade. Em minha posição pessoal, rejeito os extremos tanto dos Calvinistas quanto os Arminius, e não uso nenhum deles para identificar minha posição que é na Bíblia.

    ResponderExcluir
  21. Porém, se me permite, gostaria de fazer duas considerações. Uma, não falei mal do pastor Paulo Kamisaki, apenas mostrei como é embaraçoso tentar argumentar contra um ensino da Palavra de Deus. Afirmar que a Bíblia diz uma coisa e tentar explicar que a coisa não é bem assim como ela diz, não é uma tarefa fácil. Além disso, adicionei o Pr. Paulo como meu amigo no Facebook e informei-o do texto aqui publicado, caso ele quisesse se manifestar. Não o fez.

    eu acredito que esse argumento bíblico não é nada embaraçoso,
    que deus o abençoe.
    a paz.

    ResponderExcluir
  22. Anônimo,

    Primeiro, não há nenhum motivo para que você se mantenha no anonimato. Se crê em Jesus Cristo como seu salvador, está entre irmãos e entre estes não deve haver reservas do tipo esconder-se atrás do anonimato.

    Segundo, quando postar material de terceiro, é bom informar isso. Senão fica parecendo que foi você que escreveu tudo isso, quando na verdade não foi.

    E terceiro, e mais grave, o artigo que você reproduziu aqui, sem citar autoria e fonte, está protegido por direitos autorais. Na verdade, há a seguinte nota na sua fonte:

    "Todos direitos reservados por Cooper P. Abrams, III 1997. O autor autoriza cópia para uso pessoal apenas. Este documento não pode ser distribuído sem a autorização do autor. Não pode ser vendido ou publicado".

    Sendo assim, peço-lhe a gentileza de excluir o material postado e expressar a sua própria opinião, de preferência identificando-se.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  23. Primeiro, não há nenhum motivo para que você se mantenha no anonimato. Se crê em Jesus Cristo como seu salvador, está entre irmãos e entre estes não deve haver reservas do tipo esconder-se atrás do anonimato.
    ---eu não estou no anonimato,somente não estou conseguindo entrar com minha conta,creio que realmente estamos em cristo e que nenhum ponto de vista diferente nos tire dessa comunhão.
    --Segundo, quando postar material de terceiro, é bom informar isso. Senão fica parecendo que foi você que escreveu tudo isso, quando na verdade não foi.
    ---gostei de saber que o irmão conhece o autor,pois não foi minha intenção se passar por ele.
    ---E terceiro, e mais grave, o artigo que você reproduziu aqui, sem citar autoria e fonte, está protegido por direitos autorais. Na verdade, há a seguinte nota na sua fonte:

    "Todos direitos reservados por Cooper P. Abrams, III 1997. O autor autoriza cópia para uso pessoal apenas. Este documento não pode ser distribuído sem a autorização do autor. Não pode ser vendido ou publicado".
    -----como disse fico feliz que você conhece o irmão Cooper P. Abrams,acho que você se precipitou em dizer que eu não poderia publica-lo sem a autorização do autor,pois não pode ser vendido nem publicado (comercialmente)--------
    ---Sendo assim, peço-lhe a gentileza de excluir o material postado e expressar a sua própria opinião, de preferência identificando-se.
    -------meu amado,a minha opinião é a mesma do Cooper(eu tenho certeza que suas opiniões vieram de outros que passaram para outros...e assim sucessivamente),vou só acrescentar uma pequena parte,nós só vamos saber de verdade se vamos ser salvo ou não quando estivermos lá,por enquanto eu me considero salvo em cristo pela fé e pretendo continuar até o fim em cristo.
    a paz.

    ResponderExcluir
  24. A PAZ.
    MEU NOME--FERNANDO ALVES MAGALHÃES
    MEU SITE--http://exegeserbiblica.webnode.com.br/
    CPF?

    ResponderExcluir
  25. IRMÃO CLÓVIS EU PREFIRO FALAR (FACE A FACE) COM OS IRMÃOS,ACHEI DESELEGANTE CHACOTEAR UM IRMÃO E AINDA COLOCANDO SUA DENOMINAÇÃO.
    ACHO QUE NÃO PRECISAVA DISSO,NÓS SOMOS IRMÃOS EM CRISTO E TE GARANTO QUE CRISTO NÃO APROVA ISSO,ACHO QUE VOCÊ LEVOU AO ESTREMO!

    FERNANDO
    A PAZ.

    ResponderExcluir
  26. Anônimo,

    Não sei se você é o Fernando dos dois últimos comentários, se for, perdoe-me ainda tratá-lo como anônimo.

    Mesmo que você não acesse com uma conta google, pode assinar os seus comentários ou informar seu nome. Anonimato não é a única opção na falta de uma conta.

    Quanto a publicação do material, o irmão não leu direito a declaração de direitos reservados. Ele não proíbe apenas o uso comercial, proíbe qualquer divulgação. Veja:

    "Todos direitos reservados por Cooper P. Abrams, III 1997. O autor autoriza cópia para uso pessoal apenas. Este documento não pode ser distribuído sem a autorização do autor. Não pode ser vendido ou publicado".

    A menos que o irmão tenha autorização do autor para reproduzir o material, insisto em que o retire do blog, por simples questão de direito autoral. Pode citar partes dele ou fazer referência a ele, com link para a fonte, mas não publicá-lo.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  27. Fernando,

    Não sei se você é o anônimo do dia 29 de junho de 2011 21:07. Se for, desculpe-me por tratá-lo como anônimo no comentário anterior. De qualquer forma, obrigado por se identificar. Seu CPF não é necessário, seu nome é suficiente para eu tratá-lo com a elegância devida.

    Acho que você não leu meu texto, se viu nele chacota (zombaria, gracejo, sátira, mofa). Leia novamente o texto e verá que apenas reproduzi as palavras do autor, defini biblicamente predestinação e apresentei passagens bíblicas sobre o tema. Alguém que tem um site com o nome de Exegese Bíblica deveria saber diferenciar chacota e exegese.

    Quanto a mencionar o nome do autor e de sua denominação, esta é a prática adotada pelo Cinco Solas, sempre. Jamais fazemos insinuações sobre pessoas e não damos indiretas. Dizemos o que a pessoa afirma, informamos a que denominação ou grupo ele faz parte e citamos a fonte, possibilitando a quem desejar conferir o que é dito. Isto de forma alguma é desrespeito por pessoas ou denominações, pelos contrário, faço isso por respeitar tanto os indivíduos como o grupo que eles fazem parte.

    Se deseja saber, sou membro da Igreja O Brasil Para Cristo.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  28. a paz,Clóvis

    "Todos direitos reservados por Cooper P. Abrams, III 1997. O autor autoriza cópia para uso pessoal apenas. Este documento não pode ser distribuído sem a autorização do autor. Não pode ser vendido ou publicado".

    A menos que o irmão tenha autorização do autor para reproduzir o material, insisto em que o retire do blog, por simples questão de direito autoral. Pode citar partes dele ou fazer referência a ele, com link para a fonte, mas não publicá-lo.
    ----eu não entendo dessa maneira e assumo todas as responsabilidades,porém se o irmão desejar retirar o tópico do Coopeer fique a vontade,pois sei que o irmão entendeu meu ponto de vista sobre o assunto.
    ---essa foi uma das chacotas:---
    Não me admira que ele não crê em Eleição.

    Ele crê que o homem tem o poder de conquistar sua Salvação:
    "então, é preciso ter obediencia a Deus para podermos alcançarmos [sic] a Salvação" (5:10 ao 5:20)

    Depois dessa, (tirando toda a 'lição' bíblica) ele não pode falar mais nada...
    E ainda é pastor?
    Misericórdia..(tudo bem que não foi o irmão que escreveu,porém estimulou),somos irmãos em cristo e não gladiadores.
    ---o irmão deveria entender que nós não acreditamos que possamos alcançar nossa salvação(ela é dada pela graça)
    A Bíblia manda ao homem crer.


    As escrituras nos fala que o homem deve crer em Jesus Cristo, para receber a salvação. Literalmente há centenas de Escrituras que ensinam o homem que deve crer, confiar e ter fé em Deus.

    Porque Deus deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3:16)
    Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é p poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do Judeu e também do grego.(Rom. 1:16)
    Sendo justificado pela fé, temos paz co Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo.(Rom.5:1).
    Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isso não vem de vós é dom de Deus.(Ef.2:8).
    Visto como na sabedoria de Deus, o mundo não conheceu a Deus, pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação. (1Cor.1:21).
    O homem deve crer para receber de Deus o presente da salvação. Crer é um ato da vontade do homem . Exercer a sua vontade e crer no que Deus há dito, o homem não tem nada o que contar vantagem ou gabar-se. O ato da expiação dos pecados foi feito por Jesus, não pelo homem. Esta oferta de expiação não foi feita porque você merece, ou porque você ganhou, mas porque Ele se dispôs, quis que você tivesse a salvação. Poderia você conseguir um presente e depois mudar a situação dizendo que você merecia? É quase certo que não.A pessoa que oferece o presente é que determina a si mesma a quem da o presente, e não a quem recebe.

    O calvinista está certo em dizer que a salvação é um ato de soberania de Deus. Mas está errado em concluir que recebendo a Cristo , de algum modo é mérito de salvação. O extremo ponto de vista dos calvinistas está errado quando tira do homem a responsabilidade de receber a Cristo, atestando que Deus decretou alguns para ser salvos e outros para a perdição. Deus comanda a todo homem a crer e receber a Jesus Cristo. O homem não pode exercitar sua vontade for a do limite estabelecida por Deus. E um ato de Sua vontade (de Deus) possibilitou o homem a receber a salvação.
    Cooper P. Abrams.
    se o irmão desejar apagar os outros tópicos tudo bem,só deixe esse que resume o nosso conceito de graça.
    a paz
    Fernando.
    ps-medida as devidas proporções,gostei muito do seu BLOG.

    ResponderExcluir
  29. a paz
    só uma observação:

    Ao contrário do que muitos
    Pensam, não foi João Calvino quem escreveu “Os Cinco Pontos do
    “Calvinismo”. Talvez algumas pessoas ficarão impressionadas com esta afirmação.
    No entanto, a magna pergunta que se faz é: Se não foi Calvino, quem foi então?
    “Estes cinco pontos foram formulados pelo Sínodo de Dort, Sínodo este
    Convocado pelos estados Gerais (da Holanda) e composto por um grupo de 84 Teólogos
    e 18 representantes seculares, entre esses estavam 27 delegados da Alemanha, Suíça,
    Inglaterra e outros países da Europa reunidos em 154 Sessões, desde 13 de
    novembro de 16 18 até maio de 1619” . [1] Portanto, peca por ignorância quem
    afirma ser João Calvino o autor destes cinco pontos, porque na verdade, a
    afirmação correta é que estes “pontos” foram fundamentados tão somente
    nas doutrinas ensinadas por ele. Aliás, este sistema doutrinário, se assim
    podemos chamá-lo, foi elaborado somente 54 anos após a morte do grande
    reformador (1509-1564).

    Fernando.

    ResponderExcluir
  30. A PAZ.
    O POST ACIMA FOI AUTORIZADO PELO SITE MEDIANTE A NOTIFICAÇÃO
    ---(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta p�gina de http://solascriptura-tt.org)
    ----*Todos direitos reservados por Cooper P. Abrams, III 1997.
    FERNANDO ALVES MAGALHÃES.

    ResponderExcluir
  31. Fernando,

    Se você foi notificado com a autorização de publicação, tranquilo. Não há problema em manter o post na seção de comentários.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  32. Fernando,

    O comentário "Não me admira que ele não crê em Eleição" foi feito pelo Neto, o qual assinou pelo mesmo. Portanto, a responsabilidade é dele, que não se escondeu atrás de anonimato para expressá-la.

    Eu não posso ser responsabilizado por tudo o que as pessoas comentam aqui, menos ainda quando assinam o que dizem. Há tantos disparates publicados nos comentários que se eu fosse responsabilizado por eles apagaria de imediato.

    De qualquer forma, o comentário do Neto não se caracteriza chacota e eu concordo com o que ele disse, exceto pela pergunta "e ele ainda é pastor?". Quanto a afirmar que o autor do video crê na salvação pelas obras, o Neto citou a frase e até o local no vídeo que ele disse isso. Portanto, não há chacota ali, mas lamento por uma pessoa se desviar tanto do ensino bíblico sobre o tema.

    Veja, por exemplo, o que escreveu o Pr. Zwinglio, que é um arminiano insuspeito:


    "É lamentável ter que ouvir, por 6 minutos e 27 segundos, tantas palavras truncadas... seria o caso de apenas ridicularizar um "simplório" arminianista?"

    Ele até pensou que minha intenção ao publicar o vídeo foi a de ridicularizar o pastor. É óbvio que não, embora sirva de exemplo como as pessoas "se perdem" quando tentam evitar os fatos bíblicos a respeito da predestinação.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  33. Fernando,

    Permita-me considerar o que você chama de resumo do seu conceito da graça. Enumerei o que você disse para melhor localização da resposta.

    1.1 "O homem deve crer para receber de Deus o presente da salvação."

    R1. Nenhum calvinista que eu conheça nega a necessidade de exercer fé para ser salvo. Neste ponto, arminianos e calvinistas estão de pleno acordo.

    1.2 "Crer é um ato da vontade do homem."

    R1.2 Tampouco precisamos discordar aqui. Talvez ressalvar de como é a vontade do homem natural, o homem caído. Jesus disse "vocês não querem vir a mim para terem vida" (Jo 5:40). Há duas verdades nessas simples palavras: o homem está morto e não deseja ir a Cristo para ter vida. Os que nascem de novo, não foi "pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem" (Jo 1:13), pois a vontade do homem caído é totalmente indisposta a Deus.

    1.3 "Exercer a sua vontade e crer no que Deus há dito, o homem não tem nada o que contar vantagem ou gabar-se."

    R1.3 De fato. Mas isso apenas porque a fé e o arrependimento também são dom de Deus. Se o homem pudesse crer por si mesmo, então poderia dizer que o que diferenciou de outros tantos foi a sua vontade e não a vontade de Deus. Poderia gabar-se do bom uso de seu livre-arbítrio.

    1.4 "A pessoa que oferece o presente é que determina a si mesma a quem da o presente, e não quem recebe."

    R1.4 De ato, sendo Deus soberano e a salvação um ato de Sua liberalidade, Ele é quem decide quem será salvo. Logo, a salvação não "depende do desejo ou do esforço humano, mas da misericórdia de Deus" (Rm 9:16).

    1.5 "O calvinista está certo em dizer que a salvação é um ato de soberania de Deus. Mas está errado em concluir que recebendo a Cristo, de algum modo é mérito de salvação".

    R1.5 Nenhum calvinista ensina que "receber a Cristo" implica mérito. Pois ensina que o "ir a Cristo" e o "aceitar a Cristo" se dá pela operação graciosa de Deus. Errado, porém, estão aqueles que dizem que o "ir a Cristo" está no poder do pecador caído, pois Jesus disse "ninguém pode vir a mim, a não ser que isto lhe seja dado pelo Pai" (Jo 6:65).

    1.6 "O extremo ponto de vista dos calvinistas está errado quando tira do homem a responsabilidade de receber a Cristo..."

    R1.6 Aqui Cooper P. Abrams também errou, para variar. Pois o calvinista não "tira do homem a responsabilidade", pelo contrário, a estabelece ao afirmar que todo homem é responsável diante de Deus. Quem isenta o homem de responsabilidade é o arminiano que diz que "sem livre-arbítrio, o homem não é responsável". O calvinista, biblicamente, afirma que a responsabilidade do homem não está assentada na capacidade do homem e sim na autoridade de Deus.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  34. A PAZ

    R1.6 Aqui Cooper P. Abrams também errou, para variar. Pois o calvinista não "tira do homem a responsabilidade", pelo contrário, a estabelece ao afirmar que todo homem é responsável diante de Deus. Quem isenta o homem de responsabilidade é o arminiano que diz que "sem livre-arbítrio, o homem não é responsável". O calvinista, biblicamente, afirma que a responsabilidade do homem não está assentada na capacidade do homem e sim na autoridade de Deus.
    ---DEUS DISSE QUE VAI JULGAR A HUMANIDADE!JULGAR QUEM?OS JÁ NASCIDOS SALVOS OU OS JÁ NASCIDOS PERDIDOS?OPS!QUE JULGAMENTO???
    --DEUS NÃO CRIOU O PECADO,O PECADO DOS HOMENS VEIO PELA DESOBEDIÊNCIA A DEUS LÁ NO ÉDEM,ALIAIS O PECADO É A DESOBEDIÊNCIA A DEUS,SE VOCÊ DIZ QUE DEUS CRIOU UNS PARA A PERDIÇÃO E OUTROS PARA A SALVAÇÃO,VOCÊ ESTÁ AFIRMANDO QUE DEUS CRIOU O PECADO!!!DEUS CRIOU LÚCIFER(ANJO DE LUZ),SERÁ QUE DEUS PREDESTINOU A SUA DESOBEDIÊNCIA?É CLARO QUE NA BÍBLIA NÃO FALA DE LIVRE-ARBÍTRIO(PALAVRA),PORÉM ENCONTRAMOS FATOS NELA TODA QUE APONTAM PARA O LIVRE-ARBÍTRIO!!!SE EU NÃO POSSO ESCOLHER EU DIRIA A VOCÊ QUE NÃO EXISTE GRAÇA,QUE GRAÇA É ESSA MEU IRMÃO SE JÁ NASCI SALVO,ELABORE PARA MIM UM NOVO PLANO DE SALVAÇÃO,POIS EU NÃO SEI NEM PARA QUE JESUS MORREU PARA NOS SALVAR SE JÁ SOMOS PREDESTINADOS? ALIAIS DIGO NOVAMENTE,SALVAR QUEM!
    ---Em hipótese alguma Deus predestinaria alguém ao inferno, o conhecido argumento "uma vez salvo, salvo para sempre" não passa de um erro teológico e de uma má interpretação Bíblica.

    A predestinação fatalista é contrária a natureza divina, pois sabemos que da mesma forma que Deus é Amor ele também é Justiça.
    ---EU SEI QUE VOCÊ JÁ CONHECE ESSES ARGUMENTOS,COMO EU JÁ CONHEÇO OS SEUS,RESPEITO O SEU PONTO DE VISTA,PORÉM NÃO CONSIGO VER DE OUTRA FORMA,
    --SE SOU PREDESTINADO PARA A SALVAÇÃO EU PEDIRIA A DEUS QUE DESSE CHANCE A TODOS SE ARREPENDEREM,ALIAIS SE LEMBRA DE JONAS?QUANDO DEUS MANDOU ELE IR A NÍNIVE PARA QUE O POVO SE ARREPENDESSE,JONAS SE MANDOU POIS QUERIA QUE AQUELE POVO FOSSE CONSUMIDO,VOCÊ CONHECE A HISTÓRIA...ALI TE MOSTRA VERDADEIRAMENTE O NOSSO DEUS,O DEUS MISERICORDIOSO,POIS NA MINHA BÍBLIA DIZ QUE AQUELE POVO SE ARREPENDEU E DEUS OS POUPOU,SE ISSO NÃO É LIVRE-ARBÍTRIO!
    ---MEU IRMÃO QUE DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO,SEUS TÓPICOS SÃO BONS PARA REFLEXÃO,GOSTEI MUITO,MINHA INTENÇÃO NÃO É DISCUSSÃO E SIM TROCAR IDÉIAS TEOLÓGICAS,ALIAIS NÃO ME IMPORTA NADA DISSO,O QUE REALMENTE IMPORTA É QUE EU VÁ MORAR COM CRISTO.

    A PAZ
    FERNANDO.

    ResponderExcluir
  35. O CALVINISMO/PREDESTINAÇÃO DIZ:
     (1) Depravação total do homem;
    Também chamada de "depravação radical", "corrupção total" e "incapacidade total". Indica que toda criatura humana, em sua condição atual, ou seja, após a queda, é caracterizada pelo pecado, que a corrompe e contamina, incluindo a mente. Por isso, afirma-se que ninguém é capaz de realizar o que é verdadeiramente bom aos olhos de Deus. Em contrapartida, o ser humano é escravo do pecado, por natureza hostil e rebelde para com Deus, espiritualmente cego para a verdade, incapaz de salvar a si mesmo ou até mesmo de se preparar para a salvação. Só a intervenção direta de Deus pode mudar esta situação.

    COMENTÁRIO:
    Em nenhum lugar da Bíblia fala que o homem ao ser expulso do Edem entrou num estado de torpor/inacção perdendo a capacidade de ouvir a Palavra de D'us, de crer e arrepender-se. Tanto é que o Senhor deu a ordem expressa: "E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura."; "Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado." Marcos 16.15,16.
    "porque, em parte, conhecemos e, em parte, profetizamos." 1 Coríntios 13.9. Concordo que em parte, depende da operação do Espírito Santo na vida do homem, mas em parte depende exclusivamente do homem. "Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado." Marcos 16.15,16. Aqui está claro que "...a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus." Romanos 10.17.
    Em outra dimensão, ou seja, após a morte e no inferno, a Bíblia deixa claro que ninguém terá mais oportunidade de salvação. "E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disso, o juízo," Hebreus 9.27

    A PAZ
    FERNANDO.

    ResponderExcluir
  36. O CALVINISMO/PREDESTINAÇÃO DIZ:
     (2) Eleição incondicional;
    Eleição significa "escolha". É a escolha feita por Deus desde toda a eternidade, daqueles a quem ele concedeu a graça da salvação. Esta escolha não se baseia no simples mérito, ou na fé das pessoas que ele escolhe, mas se baseia em sua decisão soberana e incondicional, irrevogável e insondável. Isso não significa que a mesma salvação final é incondicional, mas que a condição em que assenta (fé) é concedida também pela graça de Deus, como seu presente para aqueles a quem Ele escolheu incondicionalmente.

    COMENTÁRIO:
    Aqui é que entra a predestinação segundo os Calvinistas, propriamente dita. Ora, não existe um seleto grupo já escolhido de antemão, desde a eternidade, para ser salvo. Existe sim, uma confusão dos Calvinistas entre predestinação e onisciência de D'us como tem dito o Lehman. D'us em sua onisciência conhece sim quem vai e quem não vai aceitar o seu convite para a festa das Bodas do Cordeiro. "Ide, pois, às saídas dos caminhos e convidai para as bodas a todos os que encontrardes.", "E os servos, saindo pelos caminhos, ajuntaram todos quantos encontraram, tanto maus como bons; e a festa nupcial ficou cheia de convidados." Mateus 22.9.
    Na verdade, se podemos falar em predestinação que significa v.t. 1. Destinar de antemão. 2. Destinar para grandes coisas ou para determinado fim. = eleger 3. Destinar com antecedência., então, D'us predestinou foi todos os homens a salvação e a Bíblia confirma isto. "Porque isto é bom e agradável diante de Deus, nosso Salvador, que quer que todos os homens se salvem e venham ao conhecimento da verdade." I Tim.2.4; "Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens," Tito 2.11; "E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura." Marcos 16.15.

    A PAZ
    FERNANDO.

    ResponderExcluir
  37. O CALVINISMO/PREDESTINAÇÃO DIZ:
     (3) Expiação limitada;
    Também chamada de "redenção particular" ou "redenção definida", significa a doutrina segundo a qual a obra redentora de Cristo foi apenas visando a salvação daqueles que têm sido alvo da graça da salvação. A eficácia salvífica do Cristo redentor, então, não é "universal" ou "potencialmente eficaz" para quem iria recebê-lo, mas especificamente designada para tornar possível a salvação daqueles a quem Deus Pai escolheu desde antes da fundação do mundo. Os calvinistas não acreditam que a expiação é limitada em seu valor ou poder (se Deus o Pai quisesse, teria salvo todos os seres humanos sem excepção), mas sim que a expiação é limitada na medida em que foi destinada para alguns e não para todos.

    COMENTÁRIO:
    Idem ponto (2).

     (4) Vocação eficaz (ou Graça Irresistível);
    Também conhecida como "graça eficaz", esta doutrina ensina que qualquer influência do Espírito Santo de Deus é irresistível, superando toda e qualquer resistência. Quando então, Deus soberanamente visa salvar alguém, o indivíduo não será bem sucedido se tentar resistir.

    COMENTÁRIO:
    Não concordo. D'us respeita e não interfere na vontade do homem que é o único ser racional criado na Terra. “...eis que ponho diante de vós o caminho da vida e o caminho da morte.”; “...escolhei hoje a quem sirvais...” Jeremias 21: 8 e Josué 24: 15 (Leia também Deut. 30: 15-19).
    A PAZ
    FERNANDO.

    ResponderExcluir
  38. 1. Todos precisam ser salvos

    Porque "todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus" (Rm 3.23)
    Porque "o salário do pecado é a morte" (Rm 6.23)
    Porque não somos capazes de salvar-nos a nós mesmos (Ef 2.1-9)
    Porque "ninguém será justificado diante de Deus pelas obras da lei" (Rm3:20)
    Porque não podemos subsistir diante de Deus baseados em nossa própria justiça (Rm 3.10-12)
    Porque o próprio profeta Isaías diante da majestade de Deus, clamou por misericórdia, dizendo: "Ai de mim que vou perecendo" (Is 6.5).
    Porque "pela graça sois salvos, mediante a fé" (Ef .,8).
    Porque Jesus é o único caminho de salvação para Deus (Jo 14.6)
    "Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho ao seu tempo" (1Tm 2:5-6)
    Porque "não há salvação em nenhum outro, pois não há outro nome debaixo do céu, que tenha sido dado entre os homens, pelo qual tenhamos de ser salvos" (At 4.12).

    2. Todos podem ser salvos

    Porque "Deus não faz acepção de pessoas" (Rm 2:11)
    Porque "Cristo morreu pelos nossos pecados" (1 Co 15:3) e a eficácia do Seu sangue é poderosa para salvar todos os homens, mas só eficiente para lavar os que n'Ele crêem. "Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo" (At 16:31).
    "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (Jo 3.16)
    "Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens, educando-nos para que, renegadas a impiedade e as paixões mundanas, vivamos no presente século, sensata, justa e piedosamente." (Tito 2.11-12)
    Porque Deus não tem prazer na morte do ímpio, pois seu desejo é que se converta e viva (Ez 18.23)
    Porque Deus "deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade" (1Tm 2.4), "não querendo que ninguém se perca, senão que todos venham a arrepender-se" (2Pe 3.9)


    3. Todos podem saber que são salvos

    Porque "o próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus." (Rm 8:16)
    Porque "Nisto conhecemos que estamos nele, e ele, em nós: em que nos deu o seu Espírito" (1Jo 4.13)
    Porque "todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus" (Rm 8.14)
    Porque "sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos nossos irmãos" (1Jo 3,14).
    Porque crentes sem frutos não encontram base para segurança da sua salvação (Jo 15.2).
    FERNANDO.

    ResponderExcluir
  39. 4. Todos podem ser salvos completamente

    Porque Jesus não apenas perdoa pecados, mas também transforma vidas (Rm 5.8).
    Porque Jesus não apenas justifica, mas também regenera (2Co 5.17).
    Porque não apenas nos declara santos, mas também nos torna santos (Jo 15.3, Tt 3.5).
    Porque não apenas nos livra da condenação do pecado, mas também nos livra do domínio do pecado (Rm 6.14).
    Porque não apenas é Salvador, mas também é Senhor (Rm 10.9; Fl 2.10-11; 1Tm 6.15; Tg 4.7).
    Porque não apenas nos convida a crer, mas também nos conclama ao arrependimento (Mt 3.8; 4.17; Mc 1.15; Lc 13.3).
    Porque não basta apenas crer, é necessário obedecer (Ef 5.6; 6.6; 1Jo 3.6, 24).
    Porque não basta ser crente, é necessário ser discípulo (Mc 8.34; Lc 9.23; Mt 28.19).
    Porque não basta receber o amor, é necessário amar (1Jo 3.16, 23).
    Porque não basta apenas receber o perdão, é necessário perdoar (Mt 6.14-15; 18.23-34).
    Porque "Deus nos concedeu todas as condições necessárias para a vida e a piedade" (2Pe 1.3); para vivermos como filhos de Deus, e para "escaparmos da corrupção deste mundo" (2 Pe 1.4).
    Porque Jesus não apenas nos exorta a sermos santos (Mt 5.48), mas também nos capacita, concedendo-nos:
    o dom do Espírito (At 1.8)
    um novo coração (Ez 36.26),
    a mente de Cristo (1Co 2.16)
    o amor de Deus (Rm 5.5)
    e toda a armadura de Deus (Ef 6.10-13)

    Bispo Ildo Mello
    www.metodistalivre.org.br
    FERNANDO.

    ResponderExcluir
  40. Fernando,

    Vou pedir mais uma vez que você por favor indique as fontes do material que você copia e cola aqui. Além disso, é pouco producente debater com alguém que, ao invés de argumentar com as próprias palavras, copia e cola textos de terceiros, sem nenhuma conexão com o que eu digo.

    Quando eu quero interagir com algum artigo de terceiro, eu escrevo um post comentando os principais pontos, e indicando a fonte para que as pessoas leiam. Se quiser que eu faça uma análise de algum artigo que você tenha encontrado na net, é só indicar que coloco em minha lista de artigos a serem analisados.

    Mas neste debate, gostaria de interagir com as suas ideias, não com a de outros copiados e colados internet afora.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  41. Fernando,

    Vou comentar o que você escreveu em maiúsculas que, presumo, são ideias próprias suas e não copy and past de terceiros.

    2.1 "DEUS DISSE QUE VAI JULGAR A HUMANIDADE!JULGAR QUEM?OS JÁ NASCIDOS SALVOS OU OS JÁ NASCIDOS PERDIDOS?OPS!QUE JULGAMENTO???"

    R2.1 Em primeiro lugar, você ignorou completamente minha argumentação anterior, de R1 a R5. É porque você concorda ou porque não considera importante o que eu escrevi?

    Quanto ao que você disse acima, onde você leu que os calvinistas ensinam que alguns nascem salvos e outros perdidos? Eu escrevi isso em algum lugar?

    2.2 "DEUS NÃO CRIOU O PECADO,O PECADO DOS HOMENS VEIO PELA DESOBEDIÊNCIA A DEUS LÁ NO ÉDEM,ALIAIS O PECADO É A DESOBEDIÊNCIA A DEUS,SE VOCÊ DIZ QUE DEUS CRIOU UNS PARA A PERDIÇÃO E OUTROS PARA A SALVAÇÃO,VOCÊ ESTÁ AFIRMANDO QUE DEUS CRIOU O PECADO!!!"

    R2.2 Jamais disse que Deus criou uns para a salvação e outros para a perdição. Da totalidade de perdidos, Deus escolheu uns para a salvação e decidiu deixar outros na sua condição de pecado. De modo que não é culpado pelo pecado dos que perecem, mas é autor da salvação dos que se salvam. Que isto torna Deus "criador" do pecado é uma coisa que você precisa provar, antes de acusar.

    2.3 "DEUS CRIOU LÚCIFER(ANJO DE LUZ),SERÁ QUE DEUS PREDESTINOU A SUA DESOBEDIÊNCIA?"

    R2.3 Deus sabia que Lúcifer pecaria? Se sim, Ele podia evitar? Se sim, por que não evitou? Pense nisso e depois voltamos a conversar sobre este ponto.

    2.4 "É CLARO QUE NA BÍBLIA NÃO FALA DE LIVRE-ARBÍTRIO(PALAVRA),PORÉM ENCONTRAMOS FATOS NELA TODA QUE APONTAM PARA O LIVRE-ARBÍTRIO!!!"

    R2.4 A Bíblia não traz o termos livre-arbítrio, para repete várias vezes predestinação e eleição. Você, como crente na Bíblia, não deveria levar isso a sério? O que você faz com as passagens que dizem que Deus elegeu e predestinou?

    Além de não trazer o termo livre-arbítrio, a Bíblia não usa nenhuma palavra que sirva de sinônimo para esse termo. Ou você poderia me mostrar uma só palavra ou expressão da Bíblia que os dicionários, bíblicos ou seculares, dão como sinônimo de livre-arbítrio? Se puder, por favor me mostre.

    Mesmo assim, gostaria que listasse esses tais fatos que apontam para o livre-arbítrio na Bíblia. Gostaria de analisá-los.

    2.4 "SE EU NÃO POSSO ESCOLHER EU DIRIA A VOCÊ QUE NÃO EXISTE GRAÇA,QUE GRAÇA É ESSA MEU IRMÃO SE JÁ NASCI SALVO,ELABORE PARA MIM UM NOVO PLANO DE SALVAÇÃO,POIS EU NÃO SEI NEM PARA QUE JESUS MORREU PARA NOS SALVAR SE JÁ SOMOS PREDESTINADOS?"

    R2.5 O fato de você não saber o por que de uma coisa só prova um fato: que você não sabe tudo. Eu não compreender uma doutrina bíblia ou não saber relacioná-la com outra doutrina diz mais sobre a limitação de minha mente e nada sobre a veracidade ou não das doutrinas em apreço.

    É o que prova sua afirmação sobre a graça. O fato de você dizer que se existe eleição não existe graça prova que você ainda não entendeu o que é graça, ou não entendeu o que é eleição ou não entendeu nenhuma delas. Pois ambas estão intimamente ligadas. Veja por exemplo este versículo: "Assim, pois, também agora neste tempo ficou um remanescente, segundo a eleição da graça" Rm 11:5

    2.5 "EU SEI QUE VOCÊ JÁ CONHECE ESSES ARGUMENTOS,COMO EU JÁ CONHEÇO OS SEUS,RESPEITO O SEU PONTO DE VISTA,PORÉM NÃO CONSIGO VER DE OUTRA FORMA"

    R2.5 Aceitar o que a Bíblia diz, sem subterfúgios humanistas, ajuda a ver da forma correta.

    2.6 "SE SOU PREDESTINADO PARA A SALVAÇÃO EU PEDIRIA A DEUS QUE DESSE CHANCE A TODOS SE ARREPENDEREM..."

    R2.6 Quer dizer que, nesse caso, o irmão seria mais misericordioso que Deus?

    Por favor, ao considerar o que lhe escrevi, o faça com suas palavras. Copiar e colar textos que qualquer um pode ler na Internet torna a conversa cansativa, menos para mim e mais para os que a acompanham.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  42. Fernando,

    Tendo procurado responder a todos os seus questionamentos, dentro de minhas limitações, mas procurando me ater ao que a Bíblia diz, gostaria de mencionar dois versículos, para que analisemos juntos. A proposta é conversarmos a partir da Bíblia. Pode ser?

    Mas gostaria que o irmão não impusesse ao textos ideias que não estão contidas neles, mas extraísse, sem violência, o que eles dizem. Isto, como o irmão sabe, é fazer exegese bíblica.

    Eis as duas passagens, tiradas de um mesmo contexto:

    P1: Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor; E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade (...) Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade" (Ef 1:4-5,11)

    Aguardo sua consideração dessa passagem.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  43. a paz irmão clóvis,como você percebeu sou da assembléia de deus,eu desabafei um pouco pois quando se dá a largada eu deixo meu irmão sair na frente para depois o alcançar,
    ----Mas gostaria que o irmão não impusesse ao textos ideias que não estão contidas neles, mas extraísse, sem violência, o que eles dizem. Isto, como o irmão sabe, é fazer exegese bíblica.----
    você segue um método de estudo,tente coloca-lo no contexto:

    Três úteis princípios hermenêuticos nos ajudarão a compreender o problema da predestinação:
    1. É a regra áurea da interpretação, chamada por Orígenes de "Analogia da Fé". O texto deve ser interpretado através do conjunto das Escrituras, e nunca através de passagens isoladas. Não podemos basear uma doutrina numa só passagem.
    2. Para compreender bem uma passagem é preciso consultar as passagens paralelas. São aquelas que tratam do mesmo assunto.
    3. Observar bem o contexto. Analisar o que vem antes e depois, para se saber do que o autor está tratando.
    é desse modo que compreendo as escrituras,se não for assim fica um texto fora do contexto que é a bíblia e não somente um ou outro versículo de paulo,continua...
    Fernando Magalhães.

    ResponderExcluir
  44. oi Clóvis,
    vou pegar seu texto e coloca-lo no contexto,vou tentar extrair o pouco que sei para ficar claro,tentando não colocar meus ideais(como você mesmo disse)embora seja honesto,nós sempre colocamos nossos ideais,
    amanhã eu termino pois está de madrugada e tenho que acordar cedo
    a paz de cristo.
    Fernando Magalhães.

    ResponderExcluir
  45. ok vamos lá,
    vamos levar em consideração que paulo não é a bíblia e que se resolvermos escolher só o que queremos analisar ficaria um texto fora do contexto,por isso vemos várias seitas que como nós usam a bíblia só que as partes que querem,se eu pegar alguns versículos e esquecer outros,não temos hermenêutica,isso sim é violentar a bíblia e não somente o texto.
    exegese bíblica--estudaremos o significado de predestinar:

    1. Destinar de antemão.
    2. Destinar para grandes coisas ou para determinado fim. = eleger
    3. Destinar com antecedência.
    vamos ver o que diz joão 3:16--Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

    todo aquele que crê,ou seja deus predestinou a todos,mais somente os que se arrependerem e guardarem os mandamentos serão salvos,eu não vou colocar outros versículos pois acredito que você os conhece muito bem,
    ---a única coisa que vocês podem alegar é que deus é onisciente(que tudo sabe tudo conhece),paulo se referia a isso,agora saiba que deus é misericordioso,etc...
    --uma citação de paulo--tito 2:11- Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens.
    --paulo não fala somente aos crentes salvos e sim a todos os homens,nos versículos posteriores paulo nos fala como devemos nos comportar(conduta cristã).
    a paz Clóvis.
    Fernando Magalhães.

    ResponderExcluir
  46. ---Biblicamente predestinação refere-se ao decreto eterno, soberano, imutável e infalível de Deus conduzir os seus eleitos à glória. ---
    esse seu texto é perfeito,me permita acrescentar dois textos,
    --quais os eleitos que irão a glória?
    "aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus." (Ap. 14.12).
    "Segui a paz com todos e a santificação (apartar-se do pecado), sem a qual ninguém verá o Senhor," (Hb. 12.14).
    se não mantermos a santificação,provavelmente não veremos o senhor.
    a paz Clóvis
    Fernando.

    ResponderExcluir
  47. Clóvis
    você está certo em afirmar no seu comentário ao pastor que:
    ---Não cabe também, no ensino bíblico sobre a predestinação, afirmar que a mesma possa ser mudada. Por ser um decreto de Deus, que é infinitamente sábio e poderoso, isto é simplesmente impossível.---
    concordo plenamente com você,examinando as escrituras no contexto,sou predestinado pois guardo os mandamentos de deus e a fé em jesus.
    realmente Clóvis a bíblia é simples quando à examinamos.
    a paz Fernando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o irmão conhece os mandamentos de DEUS ? Cite-os aqui: o livro o capítulo e versículos, grata.

      Excluir
  48. Fernando,

    Quando você terminar a consideração do texto postado, tecerei minhas considerações.

    Fique em paz.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  49. oi Clóvis,
    para terminar meu simplório comentário(Que não possui penetração de raciocínio ou malícia) vou utilizar um versículo muito utilizado pelos calvinistas:
    ---- Eu rogo por eles; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus. João 17:9--------
    --Precisamos ter em mente que a salvação dos homens esta em Jesus Cristo, mais do que em teologias, cultos, pregações, acima de tudo isso a pessoa de Jesus Cristo é quem nos salva dos nossos pecados(eu,você e todos os protestantes concordamos,ok!);
    Neste versículo que coloquei acima podemos ver claramente que o Senhor Jesus esta orando somente pelos que são dele, não esta rogando por aqueles que são do mundo(todos concordamos com esse comentário também);
    -Alguém pode não entender direito, mas os que verdadeiramente vem a Cristo não mais pertencem a este mundo que não quer saber de Deus. É com os que querem e precisam de salvação que Jesus tem compromisso, quanto aos que não querem saber dele e não admitem que estão perdidos, não lhes resta esperança a não ser o fogo eterno!(neste último comentário eu termino meu entendimento simplório deste assunto bíblico)
    -se estudarmos a bíblia sistematicamente nos ajudaria a compreender melhor o assunto,porém o estudo é extenso e não tem como abordar aqui pois é extenso demais.
    um forte abraço e que deus te abençoe mais e mais;

    Fernando Magalhães.

    ResponderExcluir
  50. http://www.youtube.com/watch?v=QLsQroiqlbE&feature=player_embedded

    http://www.youtube.com/watch?v=QLsQroiqlbE&feature=player_embedded
    Clóvis assista esse vídeo.
    a paz.
    Fernando.

    ResponderExcluir
  51. Fernando,

    Começando pelo seu último comentário. Já conhecia o vídeo indicado, que aliás, publiquei no Cinco Solas tempos atrás: http://cincosolas.blogspot.com/2011/03/o-herege.html

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  52. Fernando,

    Ainda antes de entrar na resposta aos seus comentários, e a propósito do video sugerido, gostaria de esclarecer, se ainda não ficou claro, que não considero os que rejeitam a doutrina de predestinação como hereges.

    Só tenho duas "exigências" para considerar alguém um irmão em Cristo: que confesse crer em Jesus e confiar exclusivamente na Sua obra para a salvação.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  53. Fernando,

    Iniciando as considerações aos seus comentários gostaria de, se me permite, repisar o que lhe pedi:

    P1: Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor; E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade (...) Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade" (Ef 1:4-5,11). Aguardo sua consideração dessa passagem.

    O irmão começou informando o método que seguiria na análise da passagem, que basicamente seria observar a "analogia da fé", a consulta a passagens paralelas, definidas como "aquelas que tratam do mesmo assunto" e "observar bem o contexto", ou seja "analisar o que vem antes e depois".

    Até aqui tudo bem, não fosse um pequeno problema: o irmão não fez o que propôs fazer. Apenas definiu corretamente predestinação como "Destinar de antemão (...) Destinar com antecedência" e depois simplesmente ignorou a passagem que eu sugeri para análise pulando para outras que não tratam do mesmo assunto.

    João 3:16, Tito 2:11, Apocalipse 14:12 e Hebreus 12:14 não são passagens que tratam da predestinação. Portanto, o recurso a elas caracteriza uma fuga da verdade declarada em Ef 1:4-5.11 e ao invés de iluminar uma passagem com outras que tratam do mesmo tema.

    Resumindo: o irmão não analisou os versículos que citei, não explorou o contexto que disse que faria, não recorreu a passagens que tratam do mesmo assunto e cometeu seleção de dados ao invés de praticar a analogia da fé.

    Além disso, se contradisse. Primeiro, definiu corretamente predestinação como destinar de antemão, depois disse que era predestinado porque guardava os mandamentos. Uma hora disse que a predestinação não poderia ser mudada, mas em seguida afirmou que todos são predestinados, "Deus predestinou a todos, mais somente os que se arrependerem e guardarem os mandamentos serão salvos". Ora se Deus predestinou a todos para a salvação, mas nem todos serão salvos, implica que a predestinação foi mudada.

    Não peço muito do irmão. Quero apenas que tente seguir o método que disse que seguiria.

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  54. Minha maior agonia é ter que discutir com os "anti-calvinistas" sem antes ter bem definida na cabeça deles as regras da interpretação clássica/reformada que regem nossa maneira de ler e interpretar a Bíblia. Os comentários do Fernando são clássicos exemplos... Somos sempre acusados da culpa que é deles! Veja também a argumentação do anônimo para defender o livre arbítrio com base em Jr. 32.35. Deus tem que perder seu inquestionável atributo da onisciência para que o homem tenha livre arbítrio né!? Vincent Cheung brilhantemente responde: O que nunca passou pelo coração de Deus foi estabelecer aquela prática como ordenança... nunca passou... ordenar tal coisa... Mas para nossos amigos "anti-calvinistas" Deus não é onisciente e pode ser pego de surpresa!

    ResponderExcluir
  55. APAZ A TODOS SÓ QEURO FAZER UMA PERGUNTA APENAS.
    É POSSIVÉL PERDER A SALVAÇÃO?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É possível continuar perdido. É tudo o que o homem pode fazer.

      Quanto a ser salvo, está além da capacidade do homem. Ele está morto e como todo morto, absolutamente incapacitado para voltar a viver por si mesmo. O homem só pode ser salvo monergisticamente.

      Quanto a continuar salvo, isto também está além da capacidade do homem. Não éramos capazes de obter a salvação, tampouco somo capazes de retê-la. Portanto, se dependesse do homem, então seria não apenas possível, mas certo que perderíamos a salvação.

      A garantia que temos, portanto, é de Deus. O Senhor decidiu nos salvar quando estávamos mortos, e agora vivificados nEle, somos guardados em Seu nome e pelo Seu poder.

      Se a promessa de Deus pudesse mentir e se Seu poder pudesse falhar, então certamente o crente regenerado poderia perder a sua salvação.

      Em Cristo,

      Clóvis

      Excluir
    2. como vc entende joão 3: 16 no contexto referente que a salvação é para todo que crer?

      Excluir
  56. Com o devido respeito aos adeptos da predestinação, considero-a incompatível com a nossa razão, a Bíblia e Deus, pois se já estamos predestinados por Deus à salvação ou à condenação, que sentido teriam as religiões? Ela originou-se principalmente duma interpretação errada de um texto Paulino: "Deus tem misericórdia de quem quer, e também endurece a quem lhe apraz" (Romanos 9, 18). E Paulo, por não ter convivido com Jesus, ensina algumas coisas que divergem dos ensinamentos dos outros discípulos que conheceram o Mestre. Eis, por exemplo, o que escreveram outros discípulos do Rabi: "Deus não faz acepção de pessoas" e "Deus quer que todos se salvem". Ademais, Jesus é salvador do mundo, e não só de meia dúzia de almas! Realmente, se a misericórdia divina deixar de abranger uma alma só que seja, ela deixa de ser infinita, pois ficaria limitada. No mais, toda vez que a Bíblia fala em predestinação, no sentido de condenação nossa, trata-se de conseqüências de males cometidos por nós (1 Pedro 2, 8, e Isaias 65, 12), e não uma decisão aleatória divina, "pois Deus não é de confusão"! E é o próprio Paulo quem fala agora de modo diferente daquele anterior: "Deus nos predestinou para a felicidade eterna" (Efésios 1, 5).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com o mesmo respeito devido, em que pese seu anonimato, sua razão não tem valor algum, exceto se renovada por Deus e iluminada pela verdade bíblica. E as religiões, sendo fruto da imaginação e superstição humana, só fazem e só devem fazer sentido para as mentes ainda não cativas ao Senhor. E de fato, as doutrinas da graça nada tem a ver com as religiões dos homens, pois estas são tentativa do homem em se religar a Deus, e a graça parte da premissa que ninguém pode ter sucesso nessa empreitada.

      Agora, como bem acentuaram meus colegas que me precederam nos comentários, Deus não é de confusão, mas a sua mente é um bocado confusa. Por exemplo, para mostrar que Paulo não deve ser levado a sério, por não ter conhecido o Mestre, atribui palavras de Paulo aos outros discípulos. Deus diz que terá misericórdia de quem quiser ter, mas você diz que se assim é, então a misericórdia não é infinita. E finalmente, confunde "beneplácito de Sua vontade" com nossa "felicidade eterna".

      Aconselho-o a calibrar sua razão, utilizando o que Deus diz na Bíblia como padrão.

      Em Cristo,

      Excluir
  57. Deus não é de confusão... só a cabeça do crente é!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não diga isso André!

      Por exemplo, Paulo por não convivido com Jesus, não conhecia o Mestre adequadamente (Cf. Gl 1.12). Não sabendo que Deus não faz acepção de pessoas (Cf. Rm 2.11; Ef 6.9; Cl 3.25), nem sabia que Deus quer que todos se salvem (Cf.1Tm 2.4). Além do mais, descobrimos que "segundo o beneplácito da sua vontade" significa "para a felicidade eterna". Realmente não sabemos interpretar Romanos 9.18!

      Excluir
    2. Correção:

      Onde lê-se "não convivido", leia-se "não ter convivido".

      Mas depois do encontro com o JCosta, tenho notado como a Bíblia possui muitississimos "idiomatismos", por exemplo: "Deus tem misericordia de quem quer e endurece a quem quer", significa que "Deus tem misericordia de todos e não endurece a ninguém"

      Agora vejo a luz!!!

      Excluir
    3. Ednaldo, está se tornando um JCostaniano???? o____O

      Excluir
    4. Netão o JCostismo, é um movimento disléxico-hermeneutico-filosófico muito sólido, e quando aplicado a Escritura destroi qualquer outra cosmovisão, demonstrando de forma clara, que sim é não e não é sim, pois tudo se resume a "idiomatismos", os quais gramatica e psicologicamente devem ser compreendidos em seus reversos.

      Agora vejo a luz, (espero que não seja um trem)

      Excluir
    5. "Sólido" de "Cabeça dura", né?

      Excluir
    6. Netão, deixe-me esboçar os 5 pontos do JCostismo.

      1. Negação Total - Ainda que seja verdade se partir da boca de um calvinista trate como mentira.

      2. Interpretação condicional - Tudo o que não puder ser interpretado como umato amoroso de Deus, deve ser considerado um "idiomatismo".

      3. Visão limitada - A compreenção do JCosta é o patamar máximo que alguém pode chegar em termos de iluminação, ele é a máxima luz, nãi existe conhecimento além dele.

      4. Disparate Eficaz - Crie uma teoria exdrúxula e sustente-a, custe o que custar.

      5. Teimosia recorrente - Água mole em pedra dura tanto bate até que fura, todo oponente possui um limite, espere ele jogar a toalha. E saia como um vencedor.

      Excluir
    7. Brilhante!!!!

      Excluir
    8. Está quase me convencendo, Ednaldo.

      Mas pelas minhas pesquisas, o puro JCostismo, tem como item 2:
      2. Interpretação condicional - Tudo o que puder ser interpretado de uma forma que não agrada ao JCosta, deve ser considerado um "idiomatismo".

      Você, se desviando da doutrina verdadeira, está se afastando do "Sola JCosta". Tome cuidado, portanto.



      PS: apesar das ironias, essa crítica feita ao JCosta é bem verdadeira.

      Excluir
    9. Ao Divinitatis e Neto,

      Meus caros, já frisei que, se vc's crêem num deus que faz as pessoas pecarem, que endurece os corações das pessoas para que façam coisas que Ele mesmo abomina, o problema é de vc's.
      A implicação das ideias de vc's é a seguinte:
      O diabo, na verdade, não seria o autor dos males, não instiga ninguém a endurecer o coração ao Pai, nem pratica os males a ninguém já que, supostamente, segundo os calvinistas, é o Eterno que está por trás de todo e qualquer tipo de mal e maldades no mundo.

      Talvez, para os calvinistas, o inimigo nem exista, comungando com o pensamento espírita. Ops! Também não é bem assim, pois os espíritas dizem que os males são provocados pelas pessoas quando personificam ações do diabo enquanto os calvinistas dizem que quem pratica o mal, criou a maldade e suas atrocidades ao longo da História, supostamente, teria sidoo próprio Deus! Nossa! Será que os calvinistas sabem o que fazem?

      O interessante é que vc's, calvinistas, não dizem absolutamente nada sobre os versos bíblicos que apresento, pois, antes de defender um argumento, sempre mostro a devida base bíblica.

      Mas, é assim mesmo, tomara que, depois, não piore!

      JCosta.

      Excluir
    10. Ednaldo,

      Brilhante a sua síntese dos pontos JCostiano. Aliás, acho que evangélicos deveriam por de lado os 5 Solas, bem como calvinistas e arminianos abandonarem os seus e todos seguirem JCosta por onde quer que seus idiomatismos o levar.

      Em Cristo,

      Excluir
    11. Clóvis,

      Poupe-me de suas ironias, pois a doutrina que defendo é a de que Cristo voltará em breve e devemos nos preparar para este fato.

      Os calvinistas estão equivocados, já que não é chamando Deus de mal que nos faz estar preparados para a volta de Cristo. O calvinismo está empunhando a bandeira da associação de Deus com o maligno. Cuidado! Pois o Espírito inspirou Isaías a dizer:
      "Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas..." Isa.: 05.20.

      Ah sim! Faço o convite para que evangélicos, calvinistas, arminianos, etc, de fato deixem tais igrejas e venham para a Igreja da Bíblia aquela cujos membros "... guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus" (Apoc.: 14.12), isto é, a Igreja Adventista do Sétimo Dia. Com certeza, se viessem, seriam muito bem vindos e recebidos.

      JCosta.

      Excluir
    12. Tá parecendo mais uma igreja de publicanos!

      Excluir
    13. André,

      Se vc não conhece a doutrina adventista, então ficar em silêncio é a melhor atitude que vc poderia adotar...

      As questões em que a IASD possui um entendimento, dentro da Escritura, que foram levantadas aqui pelo blog, tais como a de homens perfeitos vivendo em mundos não caídos, os quais não têm nenhum contato com este planeta de pecado, além de expressões na Bíblia que, aparentemente, "parecem" dizer que Deus praticaria o mal a Jó, Saul, faraó, povo de Israel, etc., não constituem o foco principal da pregação adventista.

      Quando vc's falam mal da Igreja por causa da concepção dela acerca dessas questões acima (ou de outras não tão importantes assim), logicamente, sairemos em defesa da Igreja, pois todo o seu arcabouço doutrinário está em completo embasamento na Palavra do Senhor. Tanto é que, antes de todo e qualquer conjunto de argumentações, apresentamos a devida base bíblica para que todos vejam o porquê de nossa defesa em um determinado ensino.

      A doutrina da IASD, a qual é a primeira que sempre divulgamos para todos, é a de que o Senhor Jesus Cristo em breve voltará!
      E que é preciso nos convertermos e sermos obedientes ao Eterno, unica e exclusivamente, por amor ao que Ele nos fez ao longo da História.

      JCosta

      Excluir
    14. doutrina maravilhosa essa pregada pela IASD.

      Excluir
  58. Olá , passei pela net encontrei o seu blog e o achei muito bom, li algumas coisas folhe-ei algumas postagens, gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, e espero que continue se esforçando para sempre fazer o seu melhor, quando encontro bons blogs sempre fico mais um pouco meu nome é: António Batalha. Como sou um homem de Deus deixo-lhe a minha bênção. E que haja muita felicidade e saude em sua vida e em toda a sua casa.
    PS. Se desejar seguir o meu blog,Peregrino E Servo, fique á vontade, eu vou retribuir.

    ResponderExcluir
  59. Se a igreja adventista é, de fato, a "Igreja da Biblia", o JCosta está fazendo uma péssima propaganda...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neto,

      Não estou fazendo nenhuma propaganda aqui, meu caro.
      Como falei acima (ao André), estes temas que o blog discute não fazem parte de nossa preocupação e estudo diário. Até porque não têm tanta relevância quanto à pregação do evangelho a todos e ao alerta que fazemos acerca da aceitação de Cristo como único e suficiente Salvador e Senhor da vida do crente.

      Já que o Clóvis postou artigos sobre homens santos em outros mundos e expressões hebreias sobre a soberania divina, então vamos discuti-las, NÓS NÃO FUGIMOS DE DEBATES, mas que estes temas estão longe de ser os principais pregados pelo adventismo, ah isto é uma grande realidade.

      JCosta.

      Excluir

"Se amássemos mais a glória de Deus, se nos importássemos mais com o bem eterno das almas dos homens, não nos recusaríamos a nos engajar em uma controvérsia necessária, quando a verdade do evangelho estivesse em jogo. A ordenança apostólica é clara. Devemos “manter a verdade em amor", não sendo nem desleais no nosso amor, nem sem amor na nossa verdade, mas mantendo os dois em equilíbrio (...) A atividade apropriada aos cristãos professos que discordam uns dos outros não é a de ignorar, nem de esconder, nem mesmo minimizar suas diferenças, mas discuti-las." John Stott

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.