Luta contra o nada?

O movimento ateísta tem em si um paradoxo sem igual. Ninguém combate o que não existe. As campanhas milionárias para provar a não existência de Deus trazem consigo a reboque a necessidade de sua existência como inimigo figadal do movimento. Ninguém cria uma campanha onerosa para provar que o papai Noel é uma invenção, que o lobisomem ou o saci não existem.

Jofre Garcia Luna
In: Ensaio sobre a existência de Deus

10 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. aramba Clóvis!

    Que blog bonito! Muito bacana esse layout novo! Parabéns, você merece. Ótimo conteúdo como sempre, e agora um layout que faz jus... Abração pr'ocê!

    Leonardo G. Silva
    www.pulpitocristao.com

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Leonardo,

    Obrigado pelos comentários. Que o Senhor continue abençoando o seu ministério.

    Soli Deo Gloria!

    Clóvis

    ResponderExcluir
  5. Parabens, realmente ficou muito bonito o novo layout,,, quanto ao texto nunca tinha olhado por este ângulo, e como os ateistas gastam tempo e dinheiro tentando provar a inesistencia de algo que não "acreditam".

    ResponderExcluir
  6. Bom,

    Sem querer advogar para o diabo...mas, se fosse ateu, responderia o seguinte: Deus existe, mas em um sentido social. O conceito de Deus influencia grupos sociais, comportamentos e correntes filosóficas, com implicações diretas, inclusive, na vida de ateus. Daí a razão da campanha.

    Para os ateus, eles não estão combatendo uma pessoa real, mas sim uma idéia, um conceito, que existe na sociologia, na psicologia, na filosofia e até no direito (basta checar o preâmbulo da Constituição). E como este conceito se reflete no dia-a-dia de quem não acredita nele, o combate valeria a pena.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Muito bom este blog... Parabéns.
    Quando puder, visite: http://www.cronicasdeumobservador.blogspot.com/

    Abçs

    ResponderExcluir
  9. Célio,

    Obrigado pelos seus comentários. Concordo que é tolice negar a existência de Deus. Mas tolo é o que não falta...

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir
  10. Nozima,

    Concordo com você, em parte. Poucos ateus erguem seus punhos contra os céus e combatem Deus propriamente dito. Mas mesmo eles não combatem apenas uma idéia de Deus, pois do contrário, seus esforços seriam dirigidos contra a religião e não contra a existência de Deus em si.

    Será que se os anti-teístas de Londres e os liderados por Sotomaior no Brasil descobrissem que Deus existe, deixariam de lutar contra a divindade?

    Em Cristo,

    Clóvis

    ResponderExcluir

"Se amássemos mais a glória de Deus, se nos importássemos mais com o bem eterno das almas dos homens, não nos recusaríamos a nos engajar em uma controvérsia necessária, quando a verdade do evangelho estivesse em jogo. A ordenança apostólica é clara. Devemos “manter a verdade em amor", não sendo nem desleais no nosso amor, nem sem amor na nossa verdade, mas mantendo os dois em equilíbrio (...) A atividade apropriada aos cristãos professos que discordam uns dos outros não é a de ignorar, nem de esconder, nem mesmo minimizar suas diferenças, mas discuti-las." John Stott

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.